Teoria dos Mundos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o conceito político ocidental. Para o conceito político maoista, veja Teoria dos três mundos.
Os países foram separados em "três mundos" durante a Guerra Fria, quando eram classificados de acordo com seus aliados.
  Primeiro Mundo: os Estados Unidos e seus aliados.
  Segundo Mundo: a União Soviética e seus aliados.
Mapa-múndi indicando o Índice de Desenvolvimento Humano (2013):[1]
  Muito alto
  Alto
  Médio
  Baixo
  Sem dados

A Teoria dos Mundos foi uma designação dada às subdivisões do mundo por grandeza econômica entre os anos de 1945 a 1990, depois deste período as diferenças entre os mundos se combinam em vários aspectos, sendo usado atualmente países desenvolvidos e países subdesenvolvidos, que também recebe críticas sobre sua abrangência.

Segundo essa classificação, as nações desenvolvidas constituiriam o Primeiro Mundo (exemplo: a Itália, EUA). As nações do antigo bloco socialista constituiriam o Segundo Mundo (exemplo: a antiga União Soviética). As demais nações constituiriam o Terceiro Mundo (exemplo: Brasil, Etiópia, Suriname).

Com a queda da União Soviética e o fim do regime socialista na maior parte do mundo, é mais comum classificar as nações em:

Segundo alguns teóricos, existiriam ainda mais dois tipos:

Referências

  1. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), ed. (24 de julho de 2014). «Human Development Report 2014» (PDF) (em inglês). Consultado em 25 de julho de 2014