País subdesenvolvido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Os países menos desenvolvidos do mundo (em azul) de acordo com os critérios estabelecidos pela Organização das Nações Unidas. Em verde, países que se graduaram dessa classificação
Classificação dos países de acordo com o FMI e ONU em 2022.[1][2]
  Sem dados

País subdesenvolvido, país menos avançado[3] ou país menos desenvolvido (LDCs sigla em inglês: Least Developed Countries) são países que, de acordo com a Organização das Nações Unidas, apresentam os mais baixos indicadores de desenvolvimento socioeconômico e humano entre todos os países do mundo. Um país é classificado como um país menos desenvolvido se preencher três critérios[4] com base em:

Os países podem sair da classificação de LDC quando excederem esses critérios. O Escritório do Alto Representante das Nações Unidas para os Países Menos Desenvolvidos, Países em Desenvolvimento sem litoral e Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento das Nações Unidas coordena e fornece suporte para serviços de advocacia aos Países Menos Desenvolvidos. A classificação atualmente aplica-se a 46 países em todo o planeta.[5]

Desclassificação[editar | editar código-fonte]

Os três critérios (ativos humanos, vulnerabilidade econômica e renda nacional bruta per capita) são avaliados pelo Comitê de Política de Desenvolvimento a cada três anos. Os países devem atender a dois dos três critérios em duas avaliações trienais consecutivas para serem considerados para a graduação. O Comitê de Política de Desenvolvimento envia suas recomendações para endosso ao Conselho Econômico e Social (ECOSOC).[6]

Desde o surgimento da categoria LDC, uma região e seis países graduaram para países em desenvolvimento. O primeiro país a graduar foi o Botsuana em 1994. O segundo país foi o Cabo Verde em 2007.[7] Maldivas graduou-se para país em desenvolvimento no dia 1 de janeiro de 2011, Samoa graduou em 2014,[8][9] a Guiné Equatorial em 2017[10] e Vanuatu em dezembro de 2020.[11] Butão irá graduar em 2023 e São Tomé e Príncipe e as Ilhas Salomão irão deixar a categoria em 2024.[6] Nepal foi selecionado para ser considerado país em desenvolvimento em 2018, no entanto, as autoridades nepalesas solicitaram o adiamento da classificação,[12] na qual ocorrerá em novembro de 2026;[13] esperava-se que Angola se formasse em 2021, mas o período preparatório foi prolongado por mais três anos devido às dificuldades econômicas do país e à sua dependência de commodities, o que mostra que o lugar se graduará em 2024;[14] Bangladesh atendeu aos critérios de graduação da classificação pela primeira vez em 2018 e completou os critérios em 2021, porém irá se formar em 2026, dois anos a mais que o previsto pelo Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas devido à pandemia da COVID-19;[15][16] o Laos irá se graduar em novembro de 2026[13] e o Camboja também deve se graduar do status, mas em 2027.[17]

De acordo com o LDC Portal - International Support Measures for Least Developed Countries (em português: Portal LDC - Medidas de Apoio Internacional para Países Menos Desenvolvidos), do site da própria ONU, outros países que se aproximam da graduação além dos que já estão oficialmente na lista são: Comores, Djibuti, Kiribati, Myanmar, Senegal, Timor-Leste, Tuvalu e Zâmbia.[18]

Além desses países, há outras localidades que já atingiram algum critério para se graduar da classificação e estão elegíveis para sair da mesma até o ano de 2024, que são o caso de Djibuti e Myanmar e era o caso do Afeganistão antes da conquista talibã no país em agosto de 2021.[19]

Lista de países subdesenvolvidos[editar | editar código-fonte]

Em negrito, países nas quais a saída da categoria está prevista para os próximos anos.

África (33 países)[editar | editar código-fonte]

América (1 país)[editar | editar código-fonte]

Ásia (9 países)[editar | editar código-fonte]

Oceania (3 países)[editar | editar código-fonte]

Países que deixaram a categoria de "menos desenvolvidos"[20][21][editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «World Economic and Financial Surveys World Economic Outlook Database—WEO Groups and Aggregates Information». IMF.org. International Monetary Fund. Consultado em 2 de junho de 2022 [ligação inativa] 
  2. Least Developed Countries Arquivado 17 maio 2011 no Wayback Machine (2018 list Arquivado 21 dezembro 2019 no Wayback Machine)
  3. «IPAD - Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento. Glossário da Cooperação» (PDF). Consultado em 15 de outubro de 2009. Arquivado do original (PDF) em 19 de novembro de 2008  [14-10-2009]
  4. UN-OHRLLS The Criteria for the identification of the LDCs.
  5. «About LDCs». Least Developed Countries. UN-OHRLLS. Consultado em 24 de janeiro de 2014 
  6. a b «It's official and historical – three more countries will graduate from the LDC category». Development Policy & Analysis Division. 13 de dezembro de 2018. Consultado em 3 de janeiro de 2019 
  7. "UN advocate salutes Cape Verde’s graduation from category of poorest States", UN News Centre, 14 June 2007.
  8. «Timeline of country's graduation from the LDC category». United Nations Department of Economic and Social Affairs, Development Policy and Analysis Division. Consultado em 2 de março de 2018 
  9. «Samoa To Gain Developing Country Economic Status In January 2014». UN-OHRLLS via Radio Australia. Consultado em 9 de agosto de 2015 
  10. «Least Developed Country Category: Equatorial Guinea Profile». United Nations Department of Economic and Social Affairs, Development Policy and Analysis Division. 2018. Consultado em 21 de dezembro de 2018 
  11. a b «Vanuatu graduates from least developed country status». Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento. 4 de dezembro de 2020 
  12. https://www.np.undp.org/content/nepal/en/home/operations/projects/poverty_reduction/snpc/nepal-braces-for-graduation-from-an-ldc.html
  13. a b «A Assembleia Geral da ONU graduará Bangladesh, Nepal para o bloco de países em desenvolvimento». The Hindu (em inglês). ISSN 0971-751X. Consultado em 2 de dezembro de 2021 
  14. «Prorrogação do período preparatório anterior à graduação de Angola na categoria de país menos desenvolvido». undocs.org (em inglês). 4 de fevereiro de 2021 
  15. https://www.un.org/development/desa/capacity-development/2018/04/10/leaving-the-ldc-category-booming-bangladesh-prepares-to-graduate/
  16. «Tornando-se uma nação em desenvolvimento: Bangladesh atinge um marco». The Daily Star (em inglês). Consultado em 17 de agosto de 2021 
  17. «Reino à caminho da formatura da categoria Países Menos Desenvolvidos». Phnom Penh Post (em inglês). 18 de janeiro de 2022. Consultado em 21 de julho de 2022 
  18. «Países que se aproximam da graduação e já se formaram». Un.org (em inglês). Consultado em 15 de setembro de 2022 
  19. «Menos dez países na classificação de menos desenvolvidos até 2024». nextbigfuture.com (em inglês). 11 de junho de 2018. Consultado em 12 de agosto de 2021 
  20. «Delegates in Preparatory Meeting Express Concern about Shortage of Countries 'Graduating' from Least-Developed Status over Last Decade». Mmdnewswire.com. Consultado em 17 de setembro de 2014. Arquivado do original em 22 de fevereiro de 2014 
  21. «Istanbul forum offers chance to recommit to helping world's poorest nations». Un.org. 10 de janeiro de 2011. Consultado em 28 de julho de 2014 
  22. «UN Handbook on the LDC Category» (PDF). Consultado em 28 de julho de 2014 
  23. «"About Sikkim" from the Government of Sikkim's website». Sikkim.gov.in. Consultado em 17 de setembro de 2014. Arquivado do original em 16 de junho de 2008 
  24. «Equatorial Guinea graduates from the ldc category». Nações Unidas. Consultado em 23 de novembro de 2017