The King of Fighters XIV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The King of Fighters XIV
Produtora(s) SNK
Editora(s) SNK
Distribuidora(s) SNK
Atlus
Produtor(es) Yasuyuki Oda
Artista(s) Eisuke Ogura Falcoon Hiroaki
Plataforma(s) PlayStation 4, Arcade, Microsoft Windows,
Série The King of Fighters
Data(s) de lançamento PlayStation 4
  • JP 25 de agosto de 2016
  • AN 23 de agosto de 2016
  • BR 23 de agosto de 2016
  • EU 26 de agosto de 2016
Arcade
  • JP 29 de julho de 2017
Steam
  • WW 15 de junho de 2017
Gênero(s) Jogos de luta
Hardware
Sistema Taito Type X³
The King of Fighters XIII
The King of Fighters XV

The King of Fighters XIV (ザ・キング・オブ・ファイターズ XIV) ou simplesmente KOF XIV é a edição 14 da série de jogos eletrônicos de luta The King of Fighters. Foi anunciado pela primeira vez durante a SCEJA Press Conference 2015 e lançado inicialmente de forma exclusiva para Playstation 4 em 23 de agosto de 2016,[1] sendo posteriormente lançado para a plataforma Steam, em 15 de junho de 2017.[2]

Para promover o jogo da versão da Steam, foi lançado uma série de anime em computação gráfica intitulado The King of Fighters: Destiny na própria Steam e no YouTube em 2017.[3]

A historia do jogo é basica um dia, um bilionário que afirma ser o "primeiro campeão" comprou todos os direitos para o torneio KOF. Seu nome: Antonov. O anúncio de um novo torneio KOF pelo campeão auto-proclamado criou entusiasmo sem precedentes em todo o mundo. Antonov ele decide criar um novo torneio simplesmente para reunir a elite dos lutadores de todo o mundo e enfrentar pessoalmente o melhor trio de todos ao final. A partir daí, essa excitação atingiu muitos dos participantes clássicos do lendário torneio diretamente, sob a forma de um convite oficial.

Informações do jogo[editar | editar código-fonte]

Ao contrário dos jogos anteriores da série principal, que empregavam a animação de sprites desenhados à mão, The King of Fighters XIV usa modelos 3D, no entanto a área de combate permanece em um plano estritamente bidimensional e mantém os mesmos mecanismos básicos de seus antecessores.[4]

  • Um novo sistema de Max mode permite o acesso a movimentos EX; ativar este estado requer uma barra do power gauge.
  • Usar três barras da power gauge permite aos jogadores fazerem os Climax Supers. Aperte repetidamente o botão de soco fraco para performar um ataque automatico de combo chamado de Rush Mode; isso vai dar menos dano comparado a combos normais.
  • O sistema de empurrão CD agora faz os oponentes acertarem a parede e ficarem vulneravéis a combos.
  • O jogo possui mais de 50 lutadores para que o jogador possa criar o seu próprio trio, além dos trios pré-formados.[5]

O produtor do jogo Yasuyuki Oda, que ja tem experiencia nesse rumo de jogos de luta por ter trabalhado na serie de jogos Street Fighter 4, Street Fighter X Tekken e já trabalhado na SNK nos anos 90 com Garou Mark Of The Wolves disse em uma entrevista para o 4Gamer que o objetivo principal para este título é para torná-lo "o KOF mais fácil de jogar" da série. De acordo com ele, as duas principais razões para fazer a transição para o 3D é se adaptar às máquinas high-end e dar experiência 3D para SNK para que eles possam competir no mercado de console novamente. Ele acha que é difícil transmitir adequadamente o charme do elenco de KOF em 3D, mas espera que os modelos dos personagens continuem a melhorar a partir de sua revelação inicial. Oda espera atender aos fãs de KOF '98, KOF 2002 e KOF XIII com a mecânica deste jogo.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Equipe do Japão[editar | editar código-fonte]

Veteranos no torneio. Já foram campeões do torneio diversas vezes. Como uma equipe já foram campeões 5 vezes. Somado a esses cinco títulos, Kyo e Benimaru possuem cada um um único título a mais, conquistados quando participaram de outras equipes no passado

Equipe Yagami[editar | editar código-fonte]

Veteranos no torneio. Iori Yagami já foi campeão de uma edição do torneio no passado.

Equipe Fatal Fury[editar | editar código-fonte]

Equipe veterana no torneio. Terry Bogard já foi tricampeão do torneio, fato revelado na série Fatal Fury.

Equipe Art of Fighting[editar | editar código-fonte]

Equipe veterana no torneio. Ryo Sakazaki já foi campeão de uma edição passada do torneio, como foi revelado na série Art of Fighting.

Equipe de Kim[editar | editar código-fonte]

Kim é um veterano no torneio, mas desta vez participa ao lado de seu mestre Gang-il e a namorada deste, Luong. Os dois participam pela primeira vez. Nunca chegou a ser campeão do torneio.

Equipe dos Vilões[editar | editar código-fonte]

Chang e Choi são veteranos no torneio. Xanadu participa pela primeira vez, sendo que conheceu Chang e Choi na prisão.

Equipe de Convidados Oficiais[editar | editar código-fonte]

Esta equipe participa do torneio pela primeira vez.

Equipe da América do Sul[editar | editar código-fonte]

Esta equipe participa do torneio pela primeira vez.

Equipe do México[editar | editar código-fonte]

Ramon já foi campeão do torneio quando lutou na mesma equipe de K' e Maxima numa edição passada.

Equipe de South Town[editar | editar código-fonte]

Billy Kane já foi campeão do torneio e já defendeu o título muitas vezes com sucesso no passado, fatos revelados na série Fatal Fury. Geese Howard já participou em edições passadas (inclusive já até o organizou). Hein participa pela primeira vez.

Equipe da China[editar | editar código-fonte]

Apesar de participar pela primeira vez do torneio, Tung Fu Rue já foi mestre de vários lutadores como os irmãos Terry Bogard e Andy Bogard, os irmãos Jin Chonrei e Jin Chonshu, Cheng Sinzan, Jeff Bogard e Geese Howard. Seus pupilos Shun'Ei e Meitenkun participam do torneio pela primeira vez.

Equipe Psycho Soldier[editar | editar código-fonte]

Esta equipe é veterana no torneio, mas nunca chegou a ser campeã de nenhuma edição.

Equipe Ikari[editar | editar código-fonte]

Esta equipe é veterana no torneio e já foi campeã do Torneio, na edição de 2003

Equipe de Outros Mundos[editar | editar código-fonte]

Esta equipe participa do torneio pela primeira vez

Equipe K'[editar | editar código-fonte]

K' e Maxima são tricampeões do Torneio The King of Fighters. Kula nunca chegou a ser campeã do torneio.

Equipe Feminina[editar | editar código-fonte]

Mai e King são veteranas no torneio, mas nunca chegaram a ser campeãs de nenhuma edição. Alice participa do torneio pela primeira vez, mas sempre acompanhou o torneio desde o início, sendo uma fã da Equipe Fatal Fury.

Lutadores sem Equipe (Personagens DLC)[editar | editar código-fonte]

Sub-Chefe[editar | editar código-fonte]

Comprou os direitos de organização e transmissão do Torneio The King of Fighters

Chefe Final[editar | editar código-fonte]

  • Flag of None.svgVerse

Criatura misteriosa que apareceu na final do torneio.

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora varia entre hard rock, jazz e blippy techno,[14] entre novas composições e clássicas como London March (tema de Billy Kane em Fatal Fury), Pasta (tema de Andy Bogard em Fatal Fury) e Cyber Edit (tema de Art of Fighting 2).[15] A introdução fica por conta da canção Follow Me, de autoria do cantor e compositor Steven McNair.[16]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Análises[editar | editar código-fonte]

 Recepção
Resenha crítica
Publicação Nota
Destructoid 8/10[17]
Electronic Gaming Monthly 8.5/10[18]
IGN 8/10[19]
PC Mag 4 de 5 estrelas.[20]
GamesRadar 4.5 de 5 estrelas.[14]
GameSpot 8/10[21]
God is a geek 8.5/10[22]
Gaming Age A+[23]
US Gamer 4 de 5 estrelas.[24]
We got this covered 4 de 5 estrelas.[25]
Globo Techtudo 8/10[26]
Pontuação global
Publicação Nota média
Metacritic (PS4) 79/100[27]
OpenCritic 80/100[28]
Jogabilidade

KOF XIV foi muito bem elogiado pela sua jogabilidade, pois mesmo sendo uma franquia bem estabelecida e com jogadores a nível de competição, o videojogo traz um sistema mais fácil de execução de movimentos especiais e combos, o que se torna um atrativo para novos jogadores.[20][26] Inclusive os movimentos chamados de Drive Cancel são de bem mais fácil execução do que o de seu anterior, The King of Fighters XIII.[21] Apesar do visual em 3D, a jogabilidade se mantém em 2D.[4]

E uma das características que dão vontade de jogar 'KOF XIV é justamente sua jogabilidade de ação frenética e bem focada no ofensivo, com rolagens e combos que exigem muito treino para execução,[19] além de contra-ataques surpresa.[29]

Personagens

O elenco de KOF XIV é um dos maiores já feitos em um jogo, contando com jogadores renomados e novatos.[29] No total são 50 iniciais, o que possibilita uma variedade imensa de estilos de luta e combinações.[19]

Além dos 50 iniciais o jogo receberá alguns personagens via DLC.

Visual

A principal novidade do novo KOF é a saída do tradicional 2D para o 3D.[4][14] Apesar de bem recebido no geral e com jogabilidade boa para fãs antigos e novatos da franquia, o visual dos lutadores ainda não convenceu,[19][21] parecendo que são de plástico.[29] Em alguns momentos e cenários, o jogo parece ser da primeira leva de jogos do PlayStation 3.[19]

No geral, The King of Fighters XIV foi bem recebido pela crítica, e chega até ser apontado como o melhor jogo eletrônico de luta da atual geração de consoles pela PC Magazine.[20]

Referências

  1. Hussain, Tamoor (25 de abril de 2016). «King of Fighters 14 Release Date Revealed» 
  2. Sounders, Mike (18 de maio de 2017). «The King of Fighters XIV Steam Edition arrives June 15» 
  3. Silva, Bruno (21 de Março de 2017). «The King of Fighters vai ganhar série em computação gráfica». Omelete 
  4. a b c Barder, Ollie (18 de fevereiro de 2016). «'King Of Fighters XIV' Isn't A Visual Powerhouse But Could Still Be A Good Fighting Game». Forbes 
  5. Alves, Luis (18 de maio de 2017). «Versão PC de The King of Fighters XIV já tem data» 
  6. The King of Fighters XIV - Whip DLC character trailer. Metacritic.com
  7. The King of Fighters XIV - Ryuji Yamazaki DLC character trailer. IGN.com
  8. The King of Fighters XIV - Vanessa DLC character trailer. Gamespot.com
  9. Galvão, Bruno (29 de março de 2017). «Rock Howard anunciado para King of Fighters XIV». Eurogamer.pt 
  10. Chiba, Yoshiki (26 de janeiro de 2018). «Oswald revealed as next dlc character for King of Fighters 14». IGN 
  11. Galvão (22 de fevereiro de 2018). «The King of Fighters 14 apresenta Heidern». Eurogamer.net 
  12. Romano, Sal (21 de Março de 2018). «The King of Fighters XIV DLC character Najd announced». Gematsu 
  13. Galvão, Bruno (5 de Abril de 2018). «King of Fighters 14 recebe Blue Mary». Eurogamer.net 
  14. a b c Lucas Sullivan (22 de agosto de 2016). «King of Fighters XIV Review». GamesRadar. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  15. Get a taste of the new music tracks coming to The King of Fighters XIV Shoryuken.com (inglês)
  16. The King of Fighters XIV Soundtrack VGMdb (inglês).
  17. Chris Carter (22 de agosto de 2016). «Review: The King of Fighters XIV». Destructoid. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  18. Mollie L Patterson (26 de agosto de 2016). «The King of Fighters XIV review». Electronic Gaming Monthly. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  19. a b c d e Husky, Darry (29 de agosto de 2016). «King of Fighters XIV Review». IGN. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  20. a b c Ajibade, Michael (31 de agosto de 2016). «King of Fighters XIV (for PlayStation 4)». [[PC Magazine|PC Mag]]. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  21. a b c Mat Paget (22 de agosto de 2016). «The King of Fighters XIV Review». Gamespot. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  22. Ryan Esler (22 de agosto de 2016). «The King of Fighters XIV Review». God is a geek. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  23. Chris Dunlap (22 de agosto de 2016). «The King of Fighters XIV review for PS4». Gaming Age. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  24. Mike Williams (22 de agosto de 2016). «The King of Fighters XIV review: A New Challenger Appears». US Gamer. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  25. Jowi Girard-Meli (22 de agosto de 2016). «The King Of Fighters XIV Review». We got this covered. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  26. a b Felipe Vinha (22 de agosto de 2016). «Review The King of Fighters XIV». Globo Techtudo. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  27. «The King of Fighters XIV». Metacritic. 23 de agosto de 2016. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  28. «The King of Fighters XIV Reviews». OpenCritic. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  29. a b c Vinha, Felipe (19 de junho de 2016). «The King of Fighters 14 traz grande elenco e contraria críticas; veja teste». Globo Techtudo. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]