Terry Bogard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Terry Bogard
Informações gerais
Nome no Japão Terī Bogādo (不知火舞)
Série de jogos Fatal Fury
The King of Fighters
Série SNK Vs.
Primeiro jogo Fatal Fury: King of Fighters (1991)
Dublador japonês Satoshi Hashimoto (animes)
Kazukiyo Nishikiori
Takeshi Kusao (drama CD Dengeki Bunko)
Informações pessoais
Terra natal Estados Unidos
Estilo(s) de luta Artes marciais

Terry Bogard (テリー・ボガード, Terī Bogādo?) é um personagem de videogame criado pela empresa fabricante de jogos eletrônicos SNK, atual SNK Playmore[1]. Se faz presente nas séries de videogame Fatal Fury, onde é o protagonista, The King of Fighters e SNK vs. Terry é irmão mais velho do também lutador Andy Bogard.

História[editar | editar código-fonte]

Terry e seu irmão, Andy Bogard, eram órfãos até serem adotados por Jeff Bogard, um célebre mestre de artes marciais. Durante um tempo, eles viveram felizes como uma família na cidade de Southtown, e acabam sendo treinados por Jeff nas artes marciais. Mas havia um problema: Jeff era uma pedra no sapato de Geese Howard, impedindo-o de seguir seu plano de dominar South Town. Então, Geese arma uma emboscada e, com as próprias mãos, mata Jeff na frente de seus filhos adotivos. Terry esboça uma reação, mas é dominado por Geese rapidamente, que lhe poupa a vida. Andy apenas chora sobre o corpo do pai.

Fatal Fury: King of Fighters[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Fatal Fury: King of Fighters

Alguns anos se passaram após a morte de Jeff Bogard. Terry e Andy tomaram rumos diferentes, jurando vingar a morte de seu pai, cada um querendo aprender seu próprio estilo de luta. Durante o torneio The King of Fighters, patrocinado por Geese, eles acabam se encontrando novamente, só que com uma inesperada aliança: Joe Higashi, campeão de Muay Thai e amigo de Andy, acabava de se inscrever no torneio e, assim os três juraram que, juntos, iriam vingar a morte de Jeff Bogard.

Certo dia, Terry conhece Lily, uma mulher "adotada" por Gesse quando criança, e eles se apaixonam. Lily era sempre mandada por Geese para atrapalhar Terry durante as lutas, mas não o fazia.

Após passar por todas as lutas, Terry finalmente tem a chance que queria: enfrentar Geese no prédio onde ele mantinha seu império de corrupção. A luta foi difícil, mas Terry derrotou Geese. No último instante da luta, Terry relutou em matar Geese, poupando assim sua vida; Geese não aceitou o gesto piedoso e atacou violentamente Terry, que não viu outra saída a não ser lutar de novo. Por azar, Terry desferiu um golpe violento em Geese, e o vilão foi jogado contra o parapeito do prédio, que se quebrou. Geese caiu e foi dado como morto. Esses eventos podem ser conferidos no primeiro OVA de Fatal Fury.

Fatal Fury 2[editar | editar código-fonte]

Após um longo momento de descanso, os guerreiros se viram novamente em um momento de crise, pois um inimigo misterioso estava derrotando todos os grandes lutadores do mundo. E uma hora ou outra eles teriam que enfrentar esse novo inimigo. Neste novo desafio, vimos as estréias de Mai Shiranui e Kim Kaphwan como formidáveis adversários. Após varias lutas exaustivas, Terry teria que confrontar, desta vez, Andy e Joe, para ter o direito de lutar contra esse novo inimigo. Após vencê-los, finalmente Terry iria se encontrar com o novo vilão que, para a sua surpresa, era Wolfgang Krauser, um lutador formidável. Foi uma luta árdua e tensa, que só pôde ser vencida após Terry liberar todo o seu poder através de seu novo golpe: o Power Geyser. Essa história também teve uma versão adaptada para vídeo no segundo OVA de Fatal Fury (Fatal Fury 2: O desafio de Krauser).

Fatal Fury 3: Road to the Final Victory[editar | editar código-fonte]

Terry é subitamente posto em turbilhão de eventos. O desaparecimento de pergaminhos de poder supremo, o aparecimento de um serial killer e o reaparecimento de Geese Howard, fazem Terry Bogard lutar novamente. Terry é atacado do nada por uma agente da policia: ela se apresenta como Blue Mary. Tendo cometido o erro de abordar a pessoa errada, ela se desculpa e pede sua ajuda para solucionar o caso do desaparecimento dos pergaminhos. Terry, sem outra saída, cede ajuda à bela moça. No decorrer dos fatos, Cheng Sinzan encontra Terry e diz que recebeu a visita de um policial de Hong Kong, avisando que um perigoso assassino fugiu da cadeia, e que foi visto recentemente em South Town. Finalmente, Terry encontra o assassino, que se identifica como Ryuji Yamazaki: aos seus pés está Hon Fu, o policial designado para prendê-lo e, nas mãos dele, os pergaminhos. Yamazaki conseguiu fugir. No meio disso tudo, Geese Howard reaparece, mostrando muito interesse nos pergaminhos. Uma luta violenta foi travada, mas Geese perde novamente e foge de Terry. Mas não há tempo para correr atrás dele, pois Yamazaki foi avistado novamente. Desta vez, Terry não o deixa escapar e acaba com ele, mas Yamazaki já havia entregado os pergaminhos para os verdadeiros interessados, Jin Chonrei e Jin Chonshu. Na luta, Terry percebe que Chonrei era rápido como um trovão e Chonshu tem grande capacidade de teletransporte; apesar disso, Terry vence. Novamente Geese intervém, mas, desta vez, ele apenas rouba os pergaminhos e foge. Uma coisa era certa: Terry Bogard teria que lutar com Geese Howard outra vez: não por vingança, mas sim, pela paz em South Town.

Fatal Fury 3 também recebeu um OVA, apesar das diferenças entre a história contada no OVA e a contada no jogo.

Real Bout Fatal Fury[editar | editar código-fonte]

No quarto jogo da série Fatal Fury (sem contar com os especiais e spin-offs), Terry encontrou-se novamente no torneio King of Fighters, acertando definitivamente as contas com Geese no topo da Geese Tower. O chefão do crime foi lançado para fora pelo Power Geyser, mas Terry não quis deixá-lo morrer. Geese, por orgulho (afinal, ele jamais aceitaria ser salvo pelo seu mais odiado inimigo), solta a mão de Terry, caindo para a morte. Terry, então, adotou o filho de Geese, Rock Howard, que tinha apenas sete anos na época. Treinou-o, como seu aluno, e criou-o, como seu filho legítimo(o curioso é que, apesar da afinidade entre os dois, Rock não se refere a Terry como seu pai, inclusive por haverem jogos em que os dois aparentemente possuem idades próximas). Terry também esteve presente em Fatal Fury Special, Real Bout Fatal Fury Special e Real Bout Fatal Fury 2: The Newcommers porém, estes jogos não são considerados como parte da história.

Garou: Mark of the Wolves[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Garou: Mark of the Wolves

Dez anos se passaram desde os acontecimentos em Real Bout Fatal Fury e Terry está de volta a South Town, agora chamada de Second South. O lobo solitário traz consigo um Rock Howard adulto e pronto para entrar no novo KOF (The King of Fighters: Maximum Mayhem), que está sendo organizado por Kain R. Heinlein (nada menos que tio de Rock e cunhado de Geese). Ao fim do torneio, Terry se viu novamente vagando como um lobo solitário, uma vez que Rock se uniu a Kain, a fim de descobrir o paradeiro de sua mãe.

Aparência e vestuário[editar | editar código-fonte]

Em sua versão clássica, Terry possuía longos cabelos loiros (atinigindo a cintura), presos em um rabo-de-cavalo. Usava sempre um par de tênis All Star vermelhos, jaqueta vermelha (de mangas rasgadas a partir do segundo jogo) por cima de uma camiseta branca (que também passa a ter mangas rasgadas em Real Bout Fatal Fury, a partir do design da série The King of Fighters), calças jeans, luvas de motociclista e seu famoso boné de beisebol vermelho de frente branca (que, dependendo da série, possui dizeres diferentes: em Fatal Fury, ele pode estar em branco ou trazer os dizeres "King of Fighters"; já nas artes oficiais de The King of Fighters, o boné traz o logo da série Fatal Fury).

Desde sua aparição em Garou: Mark of the Wolves, uma versão mais velha de Terry vem se mostrando freqüente nos jogos da SNK. Nesta nova versão, seus cabelos estão à altura dos ombros, utiliza uma jaqueta marrom de aviador de mangas compridas (diz-se que esta jaqueta pertencia a Blue Mary), e seus famosos tênis e boné vermelhos não estão mais presentes.

Trívia[editar | editar código-fonte]

  • Terry apareceu no primeiro jogo com uma jaqueta com mangas compridas; já em suas versões posteriores, os produtores deram uma versão mais "bad boy" para ele, sem mangas, e com uma camiseta de mangas rasgadas. Em Fatal Fury 3 e Real Bout Fatal Fury, o colete é mantido, mas ele utiliza uma camiseta de mangas curtas por baixo. A jaqueta com mangas é utilizada novamente em The King of Fighters XIV.
  • Apesar de possuir um dublador japonês, quase todas as frases que Terry fala nos jogos são em inglês.
  • No anime Fatal Fury 2: O desafio de Krauser, Terry apresenta uma jaqueta de mangas rasgadas e uma camiseta sem mangas, ao contrário de seu visual na maioria dos games, onde a jaqueta não tem mangas e a camiseta tem mangas rasgadas.
  • Em artes oficiais dos jogos da série Fatal Fury, o boné de Terry possui a marca NEO GEO ou KING OF FIGHTERS. Na série The King of Fighters, o boné traz o logo da série Fatal Fury. Já na série de animes, a parte branca do boné é substituída por uma placa metálica, que, contudo, não possui nada escrito.
  • No filme de Fatal Fury após a morte de sua amada Sulia, Terry alcança o poder de um deus e derrota o deus Marte.
  • A partir de Garou: Mark of the Wolves, Terry passa a grita nomes diferentes para seus golpes clássicos (ex: para o Power Wave, ele grita Rock you!).
  • Terry Bogard pode ser considerado o primeiro lutador de artes marciais mistas (MMA - mixed martial arts) dos jogos de luta.
  • Terry realiza uma breve aparição, como menino, no jogo Art of Fighting 2, no encerramento do personagem Temjin.
  • Muitos fãs de Fatal Fury acreditam na existência de um romance entre Blue Mary e Terry, devido à proximidade entre eles desenvolvida a partir dos finais dos respectivos personagens em Real Bout Fatal Fury Special.

Filme e vídeo[editar | editar código-fonte]

Terry Bogard é personagem dos seguintes filmes:

Jogos e personagens relacionados[editar | editar código-fonte]

Jogos[editar | editar código-fonte]

Personagens[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências