Thiago Oliveira dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Oliveira
Informações pessoais
Nome completo Thiago de Oliveira Santos
Data de nasc. 26 de maio de 1981 (38 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ),  Brasil
Altura 1,75 m
Informações profissionais
Equipa atual Brasil Penapolense
Posição Atacante
Clubes de juventude
1997–2000 Brasil São Paulo
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
2001–2003
2001
2002
2003
2004–2007
2006–2007
2007
2007
2008
2008–2010
2010–2011
2011–2012
2012
2012
Brasil São Paulo
Brasil Vitória (emp.)
Brasil Matonense
Brasil Avaí[1] (emp.)
Catar Al-Ahli
Brasil Portuguesa (emp.)
Brasil Brasiliense (emp.)
Brasil Caxias
Suécia Kalmar
Catar Al-Ahli
Catar Qatar SC
Brasil Sertãozinho
Brasil Rio Branco
Brasil Guarany de Sobral
Seleção nacional
2001 Brasil Brasil (sub-20)
Times/Equipas que treinou
2013
2014
2014-2015
2015
2015-2016
2016-2017
2018-
Brasil Sinop
Brasil Mixto Esporte Clube
Brasil Dom Bosco-MT
Brasil Taboão da Serra-SP
Brasil Batatais-SP
Brasil Caldense
Brasil Penapolense

Thiago de Oliveira Santos, mais conhecido como Oliveira (Rio de Janeiro-RJ, 26 de maio de 1981), é um ex-futebolista e treinador brasileiro que atuava como atacante. Atualmente, comanda o Batatais FC.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo São Paulo, foi convocado pela Seleção Brasileira para disputar o Campeonato Mundial de Futebol Sub-20 de 2001.

Um fato curioso na carreira de Oliveira, é que ele foi rebaixado e campeão do mesmo campeonato. A situação aconteceu em 2002, quando o Campeonato Paulista foi dividido em dois por causa do Rio-São Paulo. No primeiro, vencido pelo Ituano, o ex-atacante foi emprestado pelo São Paulo à Matonense, que acabou caindo para a Segundona. Voltou ao São Paulo, e foi campeão do Paulista daquele ano.[2]

Como Treinador[editar | editar código-fonte]

Depois de pendurar as chuteiras, fez estágio no São Paulo e Botafogo, além de ter feito o curso da ABTF (Associação Brasileira de Treinadores de Futebol), em 2012, e assumiu o Sinop como o seu primeiro trabalho como treinador profissional.[3][1]

Em 19 de dezembro de 2014, Thiago Oliveira assumiu o comando do Dom Bosco-MT, ele será responsável por comandar a equipe no Campeonato Mato-Grossense de 2015.[4] Thiago Oliveira fez uma boa campanha com o clube no Campeonato estadual, ele levou o Dom Bosco-MT à Segunda Fase e ficou a um ponto de alcançar o mata-mata, após a competição estadual, a equipe liberou o treinador, pois não teria calendário para o segundo semestre.[5]

No dia 26 de junho de 2015, o Clube Atlético Taboão da Serra, equipe do interior do estado de São Paulo, anunciou que Thiago Oliveira seria o treinador da equipe para a continuidade da temporada.[6] Em setembro de 2015, o Clube Atlético Taboão da Serra trocou de comando técnico desligando o treinador Thiago Oliveira da equipe paulista, ele estava realizando um bom trabalho na equipe, onde em 11 jogos ele conseguiu 6 vitórias, 3 empates e 1 derrota e obteve 70% de aproveitamento.[7]

Em 02 de outubro de 2015, Thiago Oliveira foi confirmado como novo treinador do Batatais Futebol Clube para a Série A2 do Paulistão de 2016.[8] Ele novamente realizou um bom trabalho, como nas equipes por onde passou anteriormente, desta vez ele comandou o Batatais Futebol Clube na boa campanha na Série A2, a equipe do interior paulista conseguir chegar até a semi-final da competição, eliminando equipes conhecidas do cenário nacional, como o Bragantino.

Com o bom trabalho realizado no Batatais Futebol Clube, Thiago Oliveira despertou o interesse de algumas equipes em contrata-lo, assim em 03 de maio de 2016, ele assumiu o comando da Caldense para comandar o clube mineiro na Série D do Brasileirão do mesmo ano.[9] Thiago realizou boas companhas no comando da veterana, levou o clube mineiro ao 5° lugar no campeonato estadual e conquistou vaga para a Série D do brasileirão.[10]

Em 07 de dezembro de 2017, Thiago Oliveira foi apresentado como novo treinador do Clube Atlético Penapolense para a disputa da Série A2 do Paulistão 2018, o treinador que vêm de bons trabalhos nas temporadas passadas já estava acertado com o clube de Penápolis havia um mês.[11]

No segundo semestre de 2018 acertou seu retorno ao Batatais FC para a disputa da Copa Paulista,porém não conseguiu fazer uma boa campanha na competição,retornando a Penapolense para a disputa da Série A2 do Paulistão 2019 .

Após início ruim na Série A2 em 2019,o treinador pediu demissão da equipe de Penápolis e retornou ao Batatais FC para sua terceira passagem pela equipe batataense,dessa vez com a Série A3 do Paulistão em andamento, Aonde mesmo com o retorno do técnico a equipe,o time não conseguiu a classificação em função dos resultados anteriores.


Títulos[editar | editar código-fonte]

São Paulo
Brasiliense
Kal/mar FF

Referências

  1. a b «Oliveira». Memória Avaiana. 20 de junho de 2013. Consultado em 6 de janeiro de 2014 
  2. a b c «Histórias Incríveis: 1.001 causos de Oliveira, o craque da resenha». Globoesporte.com. 15 de abril de 2013. Consultado em 6 de janeiro de 2014 
  3. «Diretoria já começou contato com alguns jogadores do Estado e de fora para jogar no Sinop o Estadual 2.014». Sport Sinop. 30 de outubro de 2013. Consultado em 6 de janeiro de 2014 
  4. «Dom Bosco confirma Thiago Oliveira como treinador para o Mato-grossense». globoesporte.com 
  5. «Thiago-Oliveira-busca-uma-nova-oportunidade-no-futebol-brasileiro». 08 de maio de 2015. Consultado em 23 de dezembro de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
  6. «Luiz Muller pediu demissão e Oliveira é o novo treinador do Cats- Notícias -Jornal Na Net». www.jornalnanet.com.br. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  7. «Segundona: Taboão da Serra troca técnico Thiago Oliveira por Ney Silva». www.futebolinterior.com.br. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  8. «Parceiro de Guardiola assume clube da Segundona de São Paulo». Terra 
  9. «Caldense confirma Thiago Oliveira no comando da equipe na Série D». globoesporte.com 
  10. «Técnico da nova geração, Thiago Oliveira aguarda propostas para 2018». www.futebolinterior.com.br. Consultado em 4 de novembro de 2017 
  11. «Acertado há um mês, Thiago Oliveira aposta em projeto da Penapolense». www.futebolinterior.com.br. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  12. «Em 17 dias, Oswaldo dá ao São Paulo primeiro título do ano». Folha Online. 30 de maio de 2012. Consultado em 6 de janeiro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]