União da Serra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de União da Serra
"UniSerrano"
Bandeira indisponível
Brasão de União da Serra
Bandeira indisponível Brasão
[[[1]|Hino]]
Aniversário 20 de março
Fundação 20 de março de 1992 (25 anos)
Gentílico uniserranos
Lema Uma Nova Realidade
Prefeito(a) Léo Paulo Cendron[1] (PTB)
(2017–2020)
Localização
Localização de União da Serra
Localização de União da Serra no Rio Grande do Sul
União da Serra está localizado em: Brasil
União da Serra
Localização de União da Serra no Brasil
28° 45' 16" S 52° 00' 53" O28° 45' 16" S 52° 00' 53" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Nordeste Rio-grandense IBGE/2008 [2]
Microrregião Guaporé IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofes Guaporé, Montauri, Arvorezinha, Itapuca, Serafina Corrêa
Distância até a capital 200 km
Características geográficas
Área 130,991 km² [3]
População 1 620 hab. Censo IBGE/2010[4]
Densidade 12,37 hab./km²
Altitude 520 m
Clima subtropical Cfa(h)
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,813 muito elevado PNUD/2000 [5]
PIB R$ 32 644,229 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 19 500,73 IBGE/2008[6]
Página oficial

União da Serra é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul, é a Capital Nacional da Fé Católica com 99,4% da população.

População[editar | editar código-fonte]

União da Serra possui uma população total de 1.620 habitantes, de acordo com o censo de 2010.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome do município União da Serra, deve-se a sua oficialização num ponto de "Serra", na "União" dos distritos de Oeste, inicialmente chamado de "Borges de Medeiros" e Pulador (antigo Formigueiro). O seu município de origem é Guaporé.


História[editar | editar código-fonte]

O início da colonização do município União da Serra, data do final do século XIX, por volta de 1880 com a chegada das famílias Galliazzi e Giordani, no local onde mais tarde chamou-se "Pulador", tornando-se distrito do município de Guaporé em 1956. Alguns anos mais tarde, por volta de 1908, inicia a colonização de outro vilarejo, onde viria chamar-se "Oeste" onde hoje é o atual centro de União da Serra[7].

O novo município surge da União dos dois distritos referidos, Pulador e Oeste, desmembrados do município-mãe Guaporé, e que, por situarem-se em local de dominantes vales e montanhas convencionou-se chamar de União da Serra.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 28º45'16.62" sul e a uma longitude 52º00'53.77" oeste. A altitude do centro do Município é de 520 metros.

Sua área total é de aproximadamente 131 km² e sua população estimada em 2010 era de 1.987 habitantes, com densidade demográfica de 11,35 hab/km².[8]

Pontos turísticos[editar | editar código-fonte]

  • Gruta De Pedra Natural: Gruta De Nossa Senhora De Lourdes. Possui um Riacho, uma cascata, dois pavilhões com cobertura, grande pátio para acampamento, com lugar para fazer churrasco no final de semana (três churrasqueiras com capacidade de assar mais de 1.000 kg de carne) . É aberto ao público 24 horas.
  • Rio Pulador: Oferece lugar para acampamento,
  • Rio da Pádua: Com moinho antigo e cascatas,
  • Cascata São Luiz: Possui uma das mais belas cascatas localizada entre o Centro e o Distrito de Pulador. É possível acampamento no local.
  • Cascata Rossoni: Cascata e acampamento, está situado na Via geral Serafina Correa sentido Centro.
  • Moro da Cruz: Situado no alto de umas das montanhas que cerca o distrito de Pulador. Logo acima há um espaço para voo livre de asa delta.

Economia[editar | editar código-fonte]

União da Serra tem como destaque em sua economia a Avicultura, plantio de grãos, fábricas de plasticos e metalúrgicas de fabricação de terminais de bateria. Possuindo assim uma das maiores fabricantes de terminais metálicos do Brasil.

Referências

  1. «UNIÃO DA SERRA». Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul. 2 de outubro de 2016. Consultado em 9 de janeiro de 2017 
  2. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. «LÉO PERUZZO JÚNIOR CAPELA SAN GIUSEPPE -GROTERA A HISTÓRIA DA IMIGRAÇÃO ITALIANA EM UNIÃO DA SERRA» (em inglês) 
  8. http://www.ibge.gov.br/home/geociencias/areaterritorial/area.shtm

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.