Usina Hidrelétrica de Sobradinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Sobradinho
Localização
Rio São Francisco
Localização Sobradinho (Bahia)
Características da barragem
Altura 32 m e 30 de profundidade m
Cota do coroamento 12,5 mil m
Capacidade de geração 1.050 MW
Reservatório
Área alagada 4.214 km²
Período de construção 1971-1980
Dono CHESF

A Usina Hidrelétrica de Sobradinho está localizada nos municípios de Sobradinho e Casa Nova, estado da Bahia, a 40 quilômetros das cidades de Juazeiro (Bahia) e Petrolina (Pernambuco) e distante, aproximadamente 470 quilômetros do complexo hidroenergético de Paulo Afonso. A usina tem uma potência instalada de 1,05 milhão de quilo-Watts (ou 1 050 mega-Watts) e conta com 6 máquinas geradoras.[1] A Usina está posicionada no rio São Francisco a 748 km de sua foz, possuindo, além da função de geração de energia elétrica, a de principal fonte de regularização dos recursos hídricos da região.[2]

Projeto[editar | editar código-fonte]

O aproveitamento Hidrelétrico de Sobradinho está instalado no grande Rio São Francisco, principal rio da região nordestina, com área de drenagem de 498.968 km², bacia hidrográfica da ordem de 630.000 km², com extensão de 3.200 km, desde sua nascente na Serra da Canastra em Minas Gerais, até sua foz em Piaçabuçu (Alagoas) e Brejo Grande (Sergipe).[2]

Barragem[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lago de Sobradinho

O reservatório de Sobradinho tem cerca de 320 quilômetros de extensão, com uma superfície de espelho d’água de 4 214 quilômetros quadrados e uma capacidade de armazenamento de 34,1 bilhões de metros cúbicos em sua cota nominal de 392,50 metros, constituindo-se no segundo maior lago artificial do mundo em espelho d'gua, depois do Lago Volta em Gana na África e maior do Brasil, garantindo assim, através de uma depleção de até doze metros, juntamente com o reservatório da Usina Hidrelétrica de Três Marias, em Três Marias, Minas Gerais, uma vazão regularizada de 2.060 m³/s nos períodos de estiagem, permitindo a operação de todas as usinas da CHESF situadas ao longo do Rio São Francisco.[2]

Compreendem o represamento de Sobradinho as seguintes estruturas:

  • Barragem de terra zoneada com 12.000.000 de metros cúbicos de maciço, altura máxima de 41 m e comprimento total de 12,5 km.
  • Casa de força com 6 unidades geradoras acionadas por turbinas Kaplan com potência unitária de 175 mil quilo-Watts, totalizando 1,05 mil quilo-}Watts.
  • Vertedouro de superfície e descarregador de fundo dimensionados para extravasar a cheia de teste de segurança da obra.
  • Tomada d’água com capacidade de até 25 metros cúbicos por segundo para alimentação de projetos de irrigação da região.

Eclusa[editar | editar código-fonte]

Incorpora-se a esse aproveitamento uma eclusa de propriedade da CODEBA - Companhia das Docas do Estado da Bahia, cuja câmara tem 120 m de comprimento por 17 de largura, permitindo às embarcações vencerem o desnível de 32,5 metros criados pela barragem, garantido assim a continuidade da tradicional navegação entre o trecho do Rio São Francisco compreendido entre as cidades de Pirapora/MG e Juazeiro/BA - Petrolina/PE.

Linha de transmissão[editar | editar código-fonte]

A energia gerada é transmitida por uma subestação elevadora com 09 transformadores monofásicos de 133,3 MVA cada um, que elevam a tensão de 13,8 kV para 500 kV.

A partir daí a conexão com o sistema de transmissão da CHESF é efetuada através da subestação seccionadora de Sobradinho 500/230 kV.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Barragem de Sobradinho.
Barco sobre Barragem de Sobradinho.
Interior da Hidrelétrica.
  • Usina
Proprietário CHESF
Projetista Hidroservice
Construtora Servix Engenharia
Início das obras Junho de 1973
Início da operação Novembro de 1979
Rio São Francisco
Longitude 40° 50’ Oeste
Latitude 9° 35’ Sul
Distância da foz 747,80 km
Município Sobradinho - BA
Tipo de construção Externa
Potência instalada 1.050.300 kW (6 UGs)
Comprimento da Casa de Força 250,00 m
Altura da Casa de Força 32,00 m
Largura da Casa de Força 27,00 m
  • Início de Operação
Gerador 01G1 3 de Março de 1982
Gerador 01G2 27 de Outubro de 1981
Gerador 01G3 29 de Abril de 1981
Gerador 01G4 6 de Dezembro de 1980
Gerador 01G5 1 de Abril de 1980
Gerador 01G6 3 de Novembro de 1979
Tipo Síncrono Vertical
Quantidade 6
Fabricante Electrosila
Potência instalada de cada unidade 175.050 kW
Classe de isolamento rotor F
Classe de Isolamento do estator F
Corrente nominal 1.620 A
Freqüência 60 Hz
Tensão entre fases 13.800 V
Velocidade nominal 75 rpm
Velocidade de disparo 180 rpm
Ligação Estrela (aterrada)
Fator de potência 0,9
Tipo Kaplan
Quantidade 6
Fabricante Leningradsky Metallichesky Zavod (LMZ)
Velocidade nominal 75 rpm
Velocidade de disparo 180 rpm
Engolimento 710 m³/s
Potência nominal 178.000 kW
Altura de queda nominal 27,2 m
Diâmetro do rotor 9,5 m
  • Reservatório
Área de reservatório na cota 392,50 m 4.214 km²
Volume total do reservatório 34.116 Hm 3
Volume útil do reservatório 28.669 Hm 3
Vazão regularizada 2.060 m³/s
Nível máximo maximorum 393,50 m
Nível máximo operativo normal 392,50 m
Nível mínimo operativo normal 380,50 m

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Barragens». www.observabarragem.ippur.ufrj.br 
  2. a b c «Portal Chesf - "Descrição do Aproveitamento de Sobradinho"» 🔗 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]