Valete (rapper)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Valete
Valete ao vivo
Informação geral
Nome completo Keidje Torres Lima
Nascimento 14 de novembro de 1981 (35 anos)
Origem Damaia, Lisboa
País  Portugal
Gênero(s) Rap, Hip hop
Período em atividade 1997 - actualmente
Gravadora(s) Horizontal Records
Afiliação(ões) Adamastor, Bónus, Sam The Kid, Capicua, Emicida, Nigga Poison, MC Xeg, Mano Azagaia, Regula, Dji Tafinha, Boss AC, MCK

Valete, nome artístico de Keidje Torres Lima (Damaia, 14 de Novembro de 1981) é um rapper Português, de origem santomense. Começou a participar activamente no movimento de hip hop em Portugal no ano de 1997 [carece de fontes?]. Actualmente tem dois álbuns editados e cerca de 11 000 cópias vendidas [carece de fontes?]. Valete é formado em Ciência da Comunicação e especializado em marketing [1].

Portal A Wikipédia possui o
Portal do Hip Hop


Vida pessoal e carreira musical[editar | editar código-fonte]

Valete também é conhecido por Viris, Keidje Lima

Filho de são-tomenses, começou por residir em Benfica, depois foi morar em Odivelas , voltando depois a Benfica, tendo-se após isso mudado para a Amora e finalmente fixando-se na Damaia.

Em 1997 iniciou a sua actividade musical e com Adamastor e Bónus formou o Canal 115 e mais tarde a editora Horizontal Records. Nesse mesmo ano, e ainda com 16 anos, começou a ser convidado para as mixtapes lançadas por DJs como Bomberjack e Cruzfader. Actuou com Canal 115 durante 2 anos em vários concertos pelo país, até que fez um interregno para se dedicar mais aos estudos, tendo-se mais tarde licenciado em Ciências da Comunicação pelo ISCSP.

Em 2002 regressou com o álbum Educação Visual, lançado de forma independente. Valete, que antes deste álbum era mais conhecido como um freestyler e battle mc, pôde mostrar em Educação Visual uma linha de rap de cariz social que muitos não lhe reconheciam. Na música "Anti-Herói", do seu álbum seguinte, viria a definir-se como um "Trotskista belicista".

Em 2006 é lançado o álbum Serviço Público.

Em 2009 o rapper diz que irá lançar um novo álbum, Homo Libero, que iria suceder ao disco Serviço Público. No entanto, o lançamento deste álbum foi sempre adiado pelo rapper. Espera-se que o álbum seja lançado no final de 2017.

Em 2017 Valete entra no projeto "Língua Franca" com Emicida, Rael e Capicua.[2] Valete participa em 3 das 10 músicas que fazem parte do álbum. No mês de junho Valete lança 2 singles: Poder (Prod. Baghira) e Rap Consciente (Prod. Baghira). O rapper anuncia ainda o lançamento de um novo álbum em breve.[3]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ano Título Tipo
2002 Educação Visual Álbum
2006 Serviço Público Álbum

Participações[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

  • Nação Hip Hop 2005 com a música "Fim Da Ditadura" (2005)
  • Pratica(mente) de Sam The Kid (2006)
  • Arrastão Verbal de DJ Núcleo (2007)
  • Babalaze de Azagaia (2007)
  • V.I.D.A. de Sanryse (2007)
  • Portfólio de Royalistick (2008)
  • Preto no Branco de Boss AC (2009)
  • Hard Core de Dji Tafinha (2009)
  • Na Linha Da Frente de GPRO - Com as músicas "G.P.R.O" e "Karaboss Remix" (Maio/2010)
  • '"Voyages'" de Oz - com a música "Dor e Prazer" (2011)
  • Projecto Diversidad (2010)[4]
  • A Essência dos Mind da Gap na música "Não Pára" (2010)
  • Contra Cultura (2012)
  • Cubaliwa de Azagaia (2013) na música "Países do medo"
  • 1 de Jimmy P (2013) na música "Revolution"
  • Fvmaly F1rst de Jimmy P (2015) na música "Marcha"
  • Chavascal de Tribruto (2015) na música "Xaringados"
  • "Bicho do Mato" de W-Magic (2015)
  • Na Batida dos Outros (2015)
  • Língua Franca (2017)

Compilações[editar | editar código-fonte]

  • Primeiro Kombate (2003) - com o tema "À Noite" com participação de Bónus
  • Poesia Urbana Vol.1 (2004)
  • Nação Hip Hop 2007 com a música "Revelação" (2007)
  • Nação Hip Hop 2008 com as músicas "Os Meus" e "Baza Correr Com O Paulo Bento" (2008)

Tributos[editar | editar código-fonte]

  • Adriano Aqui e Agora: O Tributo (2007)

Mixtapes[editar | editar código-fonte]

  • Mixtape Reencontro do Vinil Vol. 1 (Janeiro/1998) de DJ Bomberjack - um tema
  • Mixtape Reencontro do Vinil Vol. 2 (1998) de DJ Bomberjack - três temas, sendo um deles ("Reflexão") com participação de Bomberjack e outro ("Injecção Letal") com Adamastor
  • Mixtape Volta a Dar Cartas em 99 (1999) de DJ Bomberjack - participa num tema
  • Mixtape Freestyle Connexion em 02 de DJ Bomberjack - participa num tema
  • Mixtape Colisão Ibérica em 00 de DJ Bomberjack - participa num tema
  • Mixtape Lisboa-Porto Connection (1999) de DJ Cruzfader
  • Mixtape Tuga Mix (1999) de DJ Cruzfader
  • Net-tape Zeb Tape 4 (rap tuga vs rap fr) (2007) - um tema
  • Mixtape Kara Davis (2008) - Regula
  • Mixtape Tuga x France Connection (2009) de Zeblak - participa num tema
  • Net-tape Zeb Tape 7 (2009) Religião d'um anti-herói da rua - com Royalistick no remix do Zeblak (+ o clip bónus)
  • Álbum/Mixtape Primeiras Linhas de Kriba, sem data prevista. Conta igualmente com a presença de Regula e de Sam, The Kid.

Referências

  1. «Entrevista ao rapper Valete». janeladopensamento.blogs.sapo.pt. Consultado em 10 de julho de 2017 
  2. Esteves, Pedro; Esteves, Pedro. «Língua Franca: o português a conquistar o mundo». Observador. Consultado em 5 de junho de 2017 
  3. «Valete voltou: Nós rappers somos letristas, não somos músicos» 
  4. «Projecto Diversidad» [ligação inativa] 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Valete
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.