Ángela (telenovela)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ángela
Ángela (PT/BR)
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 60 minutos
Criador(es) Cuauhtémoc Blanco e María del Carmen Peña
País de origem  México
Idioma original Espanhol
Produção
Diretor(es) Roberto Gómez Fernández
Produtor(es) José Alberto Castro
Elenco Angélica Rivera
Juan Soler
Patrícia Navidad
Jacqueline Andere
e grande elenco
Tema de abertura Alguna Vez por Cristian Castro
Transmissão original México 30 de novembro de 1998México 19 de março de 1999
N.º de episódios 78
Cronologia
Último
Último
La mentira
Tres mujeres
Próximo
Próximo

Ángela é uma telenovela mexicana produzida por José Alberto Castro para a Televisa e exibida entre 30 de novembro de 1998 e 19 de março de 1999.

A trama traz Angélica Rivera e Juan Soler como protagonistas e Joana Benedek, Juan Pélez e Patrícia Navidad como antagonistas principais, com atuação estrelar de Jacqueline Andere.

Foi adquirida pelo SBT no ano de 2000 e foi completamente dublada, mas nunca foi exibida.

Foi um grande sucesso no México, batendo recordes de audiência.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Angela é uma jovem professora, charmosa e muito bonita. Sua família é apenas sua mãe, Delia, uma mulher doente e amarga. Em seu leito de morte, Delia faz Angela jurar que será bem sucedida na vida. Nos seus últimos suspiro, ela revela o nome da mulher que roubou o amor do pai de Angela: Emilia Santillana. Quando Angela finalmente ouviu o nome que Delia sempre se recusou a revelar, ela jura que não vai descansar até encontrá-la e fazê-la pagar por arruinar a vida de sua mãe. Emilia Santillana é uma mulher bonita e distinguida, residente na cidade de San Miguel Allende. Ela possui uma mina e uma fábrica. Um dia Angela se apresentada na empresa em busca de emprego. Yolanda Rivas, a mão direita de Emília, simpatiza com a aparentemente doce e tímida menina e convence Emily que a contrate. Pouco a pouco Angela vai ganhando a sua confiança. Mariano Batista é um jovem engenheiro que trabalham em uma mina de prata. Angela tenta ignorar sua atração por Mariano, mas finalmente percebe que ela realmente ama. E pela primeira vez em sua vida, a promessa de felicidade parece ao alcance quando Mariano confessa que ele também está apaixonado por ela. No entanto, o juramento que fez sobre o túmulo de sua mãe, une o seu destino, e Angela já está impotente para deter a onda de destruição e sofrimento que ela desencadeou.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

  • Historia original - Cuauhtémoc Blanco, María del Carmen Peña
  • Tema de entrada - “Alguna Vez"
  • Letra e música - Kike Santander
  • Intérprete - Cristian Castro
  • Escenografía - Ricardo Navarrete
  • Ambientação - Claudia Rodríguez
  • Desenho de Vestiario - Martha Letícia Rivera y Ana Laura Avendaño
  • Edição literaria - Ricardo Fiallega
  • Editores - Juan Ordóñez, Héctor Flores y Alejandro Iglesias
  • Coordenação Artística - Georgina Ramos
  • Chefees de Produção - Marco Antonio Cano y Raúl Reyes Uicab
  • Diretor de Câmeras Portátil - Ernesto Arreola
  • Diretor de Diálogos - Salvador Sánchez
  • Diretor de cámaras e escena - Roberto Gómez
  • Produtor Associado - Fausto Sainz
  • Produção - José Alberto Castro

Ligações externas[editar | editar código-fonte]