Angélica Rivera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Angélica Rivera Hurtado
Angélica Rivera Hurtado
Primeira-dama do México México
Mandato 1 de dezembro de 2012 - atualmente
Antecessor(a) Margarita Zavala
Vida
Nascimento 2 de Agosto de 1969 (45 anos)
Cidade do México, D.F
 México
Dados pessoais
Cônjuge José Alberto Castro (2004-2008)
Enrique Peña Nieto (2010- atual)
Profissão Atriz

Angélica Rivera Hurtado (Cidade de México, 12 de agosto de 1970)[1] é uma atriz mexicana, ela tem seis irmãos, foi casada com o produtor José Alberto Castro, irmão da atriz Verónica Castro, com quem tem três filhas (Angélica Sofia, Fernanda e Regina).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Angélica tinha 17 anos quando um dia ela descobriu que a atriz Verónica Castro estava filmando um vídeo na rua, e ela decidiu bisbilhotar ao redor. Para sua surpresa, Verónica sugeriu que ela participasse no concurso de beleza "El rostro de El Heraldo de México", que Angélica ganhou 1987. Isto foi muito bom para alavancar sua carreira.

Angélica participou do videoclipe Ahora te Puedes Marchar do cantor Luis Miguel. Também participou de muitos anuncios publicitários e como apresentadora de um programa de videos na TNT, junto a Martha Aguayo.

Angélica estreou como atriz na telenovela Dulce desafío, em 1989, junto a Adela Noriega e Eduardo Yáñez, então foram se seguindo atuações em outras telenovelas, e pouco a pouco ela foi demosntrando seu talento. No mesmo ano Angélica foi selecionada para atuar em Simplemente María.

Também atuou com a personagem Silvana uma garota intrigante e oportunística, na telenovela jovem Alcanzar una estrella, onde ela também cantou junto a grandes talentos s como Ricky Martin, Sasha Sokol e Erik Rubín.

Sua primeira telenovela como atriz protagonista foi La dueña em 1995, sendo Regina Villareal nesta produção Angelica atuou sendo par romantico do ator Francisco Gattorno, e a atriz Cynthia Klitbo como antagonista.

Sua segunda telenovela como protagonista foi Sin pecado concebido no ano de 2001, junto a Sergio Goyri e Itatí Cantoral. A atriz se retirou dois anos da televisão, já que deu à luz sua terceira filha, Angélica Sofia. Em 1997 regressou à telenovela Huracán, atuando com o falecido ator Eduardo Palomo, telenovela da qual não obteve o êxito esperado.

No dia 11 de dezembro de 2004, Angélica se casou com o produtor José Alberto Castro, após 14 anos de namoro e com quem já tinha duas filhas, ela se divóricou em 2008. Seu casamento foi invalidado (dado como nulo) pela igreja católica.[2]

Em 2003 ela teve a sua primeira vilã Marcia na telenovela Mariana de la noche, protagonizada pelos atores Alejandra Barros e Jorge Salinas, está telenovela foi produzida por Salvador Mejía Alejandre.

Seu último papel importante foi na telenovela Destilando amor em 2007, onde deu vida a Gaviota, e onde ela atuou com o ator Eduardo Yáñez, ela voltou a conseguir outro êxito em sua carreira.

Em 27 de novembro de 2010, Angélica se casou pela segunda vez com Enrique Peña Nieto o então governador do Estado do México, em uma grande cerimônia realizada na Catedral da cidade de Toluca.[3]

Telenovelas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Esmas.com. Informações e carreira de Angélica Rivero (em espanhol). Página visitada em maio de 2009.
  2. People en español. Invalidam o casamento de Angélica Rivera e José Alberto Castro (em espanhol). Página visitada em junho de 2009.
  3. Terra Mx. Angélica Rivera se casa novamente (em espanhol). Página visitada em 7 de julho de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Angélica Rivera