(208996) 2003 AZ84

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
2003 AZ84
Número 208996
Data da descoberta 13 de janeiro de 2003[1]
Descoberto por C. Trujillo, M. Brown[1]
Categoria Transnetuniano (Plutino)[2]
Elementos orbitais[1]
Semieixo maior 39,668 UA
Perélio 32,760 UA
Afélio 46,576 UA
Excentricidade 0,17414
Período orbital 91256,66 d (249,85 a)
Anomalia média 225,52
Inclinação 13,542º
Longitude do nó ascendente 251,926°
Argumento do periastro 14,272°
Satélites S/2007 (208996) 1 (68 km)[3]
Características físicas
Dimensões 727,0+61,9−66,5 km[4]
686 ± 96[5] km
Período de rotação 13,42 h,[1] 0,56 d
Classe espectral B-V=0,67 ± 0,05;
V-R=0,38 ± 0,04[4]
Magnitude absoluta 3,74 ± 0,08[4]
Albedo 0,107+0,023−0,016[4]
0,09–0,16[5]

(208996) 2003 AZ84 é um objeto transnetuniano classificado como plutino, o que significa que está em ressonância orbital 2:3 com Netuno.[2] Foi descoberto em 13 de janeiro de 2003 por C. Trujillo e M. Brown no Observatório Palomar.[1] Orbita o Sol a uma distância média de 39,668 UA em 249,85 anos.[1] Atualmente está a 45,0 UA do Sol.[6]

Características físicas[editar | editar código-fonte]

O Telescópio Espacial Spitzer estimou um diâmetro de 686 ± 96 km para 2003 AZ84,[5] enquanto uma análise combinando dados do Spitzer e do Telescópio Hershel estima um valor maior de 727,0+61,9−66,5 km.[4] Uma ocultação estelar em 2010 mediu um diâmetro mínimo de 573 ± 21 km. [7] De acordo com Mike Brown, seu descobridor, 2003 AZ84 é provavelmente um planeta anão.[8]

Satélite[editar | editar código-fonte]

Em 22 de fevereiro de 2007 foi anunciada na IAUC 8812 a descoberta de um satélite orbitando 2003 AZ84.[9] O mesmo recebeu a designação provisória de S/2007 (208996) 1. Esse foi observado a uma separação de 7 200 km e uma diferença de magnitude aparente de 5,0. Estima-se que ele tenha 68 ± 20 km de diâmetro.[3] </ref> e orbita o corpo primário a uma distância de 7200 ± 300 km.[3]

Referências

  1. a b c d e f JPL Small-Body Database Browser Jet Propulsion Laboratory. Página visitada em 17 de dezembro de 2013.
  2. a b MPEC 2010-Q28 : DISTANT MINOR PLANETS (2010 SEPT. 11.0 TT) IAU Minor Planet Center (26 de agosto de 2010). Página visitada em 17 de dezembro de 2013.
  3. a b c Wm. Robert Johnston. 2003 AZ84 Johnston's Archive. Página visitada em 17 de dezembro de 2013.
  4. a b c d e Mommert et al. (maio de 2012). "TNOs are cool: A survey of the trans-Neptunian region—V. Physical characterization of 18 Plutinos using Herschel-PACS observations". Astronomy and Astrophysics 541: A93. DOI:10.1051/0004-6361/201118562. Bibcode2012A&A...541A..93M.
  5. a b c John Stansberry, Will Grundy, Mike Brown, Dale Cruikshank, John Spencer, David Trilling, Jean-Luc Margot. In: M. Antonietta Barucci, Hermann Boehnhardt, Dale P. Cruikshank. The Solar System Beyond Neptune. [S.l.]: Universidade do Arizona, 2008. 161–179 pp. ISBN 0-8165-2755-5
  6. AstDys (208996) 2003AZ84 Ephemerides Departamento de Matemática, Universidade de Pisa, Itália. Página visitada em 17 de dezembro de 2013.
  7. (2011) "Stellar Occultations by TNOs: the January 08, 2011 by (208996) 2003 AZ84 and the May 04, 2011 by (50000) Quaoar"" (pdf). EPSC Abstracts 6.
  8. Mike Brown. How many dwarf planets are there in the outer solar system?. Página visitada em 17 de dezembro de 2013.
  9. Daniel W. E. Green (22 de fevereiro de 2007). IAUC 8812: Sats of 2003 AZ_84, (50000), (55637), (90482) Circular da União Astronômica Internacional. Página visitada em 17 de dezembro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

(208994) 2003 AY71 | (208995) 2003 AV81 | (208996) 2003 AZ84 | (208997) 2003 AN88 | (208998) 2003 AW88
Ícone de esboço Este artigo sobre um objeto transnetuniano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.