Adamantina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Maio de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Adamantina
"Jóia da Alta Paulista"
Bandeira de Adamantina
Brasão de Adamantina
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 13 de junho
Fundação 1949
Gentílico adamantinense
Prefeito(a) Ivo Francisco dos Santos Júnior[1] (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Adamantina
Localização de Adamantina em São Paulo
Adamantina está localizado em: Brasil
Adamantina
Localização de Adamantina no Brasil
21° 41' 06" S 51° 04' 22" O21° 41' 06" S 51° 04' 22" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Presidente Prudente IBGE/2008[2]
Microrregião Adamantina IBGE/2008[2]
Municípios limítrofes Flórida Paulista, Lucélia, Mariápolis e Valparaíso
Distância até a capital 582 km[3]
Características geográficas
Área 411,781 km² [4]
População 34,953 hab. (SP: 176º) –  Estimativa IBGE/2013[5]
Densidade 0,08 hab./km²
Altitude 401 m [6]
Clima Tropical de Altitude Cwa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,790 alto PNUD/2010[7]
PIB R$ 598 647,267 mil IBGE/2011[8]
PIB per capita R$ 17 705,70 IBGE/2011[8]
Página oficial

Adamantina é um município brasileiro do interior do estado de São Paulo. Seu território ocupa uma área de pouco mais de 411 quilômetros quadrados.

História[editar | editar código-fonte]

O nome dado ao município respeitou o critério utilizado pela Companhia Paulista de Estrada de Ferro, segundo o qual aos locais de parada deveriam ser atribuídos nomes femininos, de acordo com uma sequência alfabética.

Sua história também está associada à Companhia de Agricultura, Imigração e Colonização (CAIC) que, em 1937, voltou sua atenção para a zona do espigão do Aguapeí-Peixe, reiniciando a colonização da região em continuidade ao processo que já havia começado no Estado. A partir de negociação entre a CAIC e a firma Boston Castle Company Limited, ficou estabelecido, então, que, em 1938, seria aberto um caminho na mata, aproveitando-se os trechos mais antigos. Nesse mesmo ano, foi iniciada a abertura das estradas laterais de penetração e, sob a direção do engenheiro Alberto Aldwini, também a venda de terras. O plano de colonização da CAIC dividiu a gleba em pequenos lotes, eliminando o latifúndio e formando propriedades com área média de 10 alqueires, todas servidas por água e estradas.

O surto cafeeiro e a chegada da ferrovia com ponto final no município proporcionaram o rápido crescimento de Adamantina e da área que se estendia até o Rio Paraná, fazendo convergir, para a região, passageiros e a produção agrícola. Em 24 de dezembro de 1948, foram criados o distrito e o município de Adamantina com território desmembrado do distrito sede de Lucélia e do distrito de Aguapeí do Alto, atual município de Flórida Paulista.

Cronologia
  • 1937: Chegada dos primeiros habitantes da região - funcionários da Companhia Agrícola Imigração e Colonização -CAIC.
  • 1938: Término da abertura do caminho que liga a cidade de Tupã a Adamantina.
  • 1939: Início dos loteamentos na região.
  • 1946: O número de habitantes cresce em virtude da grande produção de café e cereais
  • 1947: Construção do primeiro cinema e outras edificações.
  • 1948: Em 24 de dezembro é sancionada a Lei nº 233, criando o Município de Adamantina.
  • 1949: Em 2 de abril é instalado o município. Primeira eleição municipal.
  • 1950: Criação e instalação da paróquia de Santo Antônio. Desenvolvimento da infraestrutura com a chegada da estrada de ferro, delegacia de polícia, posto de saúde, ampliação da rede elétrica, ginásio e escola normal, pavimentação, etc…
  • Padroeiro da cidade: Santo Antônio

Geografia[editar | editar código-fonte]

  • CEP: 17800-000
  • Altitude: 453 m
  • Área Total: 411,8 km²
  • Latitude: sede do município: 21º41'07" sul
  • Longitude: sede do município: 51º04"21" oeste

Clima[editar | editar código-fonte]

Cwa(invernos brandos e secos seguidos de verões muito quentes)
  • Média anual 22,9 °C
  • Mês mais quente janeiro 25,4 °C
  • Mês mais frio julho 7,0 °C
  • Máxima absoluta 40,4 °C
  • Mínima absoluta -1,2 °C
  • A ocorrência de neve é raríssima, tendo sido registrada nos anos de 1948,1955,1962 e 1975 quando as temperaturas ficaram abaixo dos -7 °C

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População total: 33.497

  • Urbana: 30.368
  • Rural: 3.129
    • Homens: 16.321
    • Mulheres: 17.176

Densidade demográfica (hab./km²): 81,34

Mortalidade infantil até um ano (por mil): 14,96

Expectativa de vida (anos): 71,71

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 1,98

Taxa de alfabetização: 90,52%

  • Índice de Desenvolvimento Humano ([IDH]): 0,812
  • IDH-M Renda: 0,753
  • IDH-M Longevidade: 0,779
  • IDH-M Educação: 0,903

População residente de dez anos ou mais de idade

  • Total: 28.808
  • Alfabetizada: 26.326
  • População estimada em 1 de Julho de 2005 (IBGE): 34.378 habitantes.

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Transporte[editar | editar código-fonte]

  • Aeroporto para aviões de pequeno porte, com aproximadamente 1 km de extensão de pista. Na região, com exceção das grandes cidades locais, é o único aeroporto com pista asfaltada, graças a iniciativa privada.
  • Transporte Circular, atendido por inciativa privada pela empresa Guerino Seiscento, atendendo Adamantina, pelo sistema circular dentro da cidade.
  • Para pouso de helicópteros pode ser utilizado o Centro Esportivo, mediante autorização da prefeitura.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

  • SP-294 - Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros.

Educação[editar | editar código-fonte]

  • Estabelecimentos de ensino pré-escolar: 10
  • Estabelecimentos de ensino fundamental: 11
  • Estabelecimentos de ensino médio: 8
  • Estabelecimentos de ensino superior: 1 faculdade (FAI - Faculdades Adamantinenses Integradas) com 3 campi

[9]

Saúde[editar | editar código-fonte]

  • Hospitais: Santa Casa de Misericórdia de Adamantina

Filhos ilustres[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Eleições 2012 – Confira quem são os Prefeitos Eleitos no Estado de São Paulo (em português) Portal Bragança (2012). Visitado em 28 de fevereiro de 2013.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  3. Distâncias entre a cidade de São Paulo e todas as cidades do interior paulista. Visitado em 26 de janeiro de 2011.
  4. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  5. Estimativa Populacional 2013 IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de População e Indicadores Sociais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1°de julho de 2013). Visitado em 16 de fevereiro de 2014.
  6. Embrapa Monitoramento por Satélite. São Paulo. Visitado em 21 de julho de 2011.
  7. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 19 de setembro de 2013.
  8. a b Produto Interno Bruto – PIB Municipal Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados. Visitado em 12 jan. 2014.
  9. IBGE. Visitado em 2013-07-29.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]