Ana Jagelão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Ana Jagelão
Rainha da Boêmia e da Hungria
Ana Jagelão
Governo
Reinado 24 de outubro de 152627 de janeiro de 1547
Consorte Fernando I
Dinastia Jagelão
Títulos Rainha dos Romanos
Vida
Nascimento 23 de julho de 1503
Praga
Morte 27 de janeiro de 1547 (43 anos)
Praga
Filhos Isabel, Maximiliano II, Ana, Fernando II, Maria, Madalena, Catarina, Leonor, Margarida, Bárbara, Carlos II, Helena, Joana
Pai Vladislau II
Mãe Ana de Foix

Ana Jagelão (23 de julho de 150327 de janeiro de 1547) foi consorte de Fernando I, rei dos romanos, e herdeira dos reinos da Boêmia e da Hungria. Ela era filha de Vladislau II da Boêmia e Hungria e de Ana de Foix, a irmã mais velha de Luís II da Boêmia e Hungria e a eventual herdeira deste.

Ana nasceu em Praga e, pelos três primeiros anos de sua vida, foi herdeira presuntiva dos reinos da Boêmia e da Hungria, até o nascimento de seu irmão Luís, em 1 de julho de 1506. Sua mãe morreu 25 dias depois.

Em 1515, foi arranjado os casamentos de Ana e Luís com dois dos netos de Maximiliano I do Sacro Império: os arquiduques Fernando e Maria, respectivamente. No ano seguinte, com a morte de Vladislau II, Ana e Luís foram adotados pelo imperador.

O matrimônio de Ana e Fernando foi celebrado em 25 de maio de 1521, em Linz, na Áustria. Na época, Fernando era governador das terras hereditárias dos Habsburgos em nome de seu irmão mais velho, o imperador Carlos V.

Em 29 de agosto de 1526, Luís II foi morto na Batalha de Mohács enfrentando Solimão, o Magnífico, do Império Otomano, sem deixar herdeiros. Uma vez que Ana era o parente vivo mais próximo de Luís, Fernando de Habsburgo reivindicou os dois reinos em nome dela e foi eleito rei da Boêmia em 24 de outubro do mesmo ano.

Na Hungria, porém, não foi tão simples. De fato, Fernando foi proclamado rei por um grupo de nobres, mas a maior parte da nobreza húngara, que não aceitou um soberano estrangeiro, elegeram João Zápolya, voivoda da Transilvânia, como um rei alternativo. O consequente conflito entre os dois rivais e seus sucessores durou até 1571, quando chegou-se a um acordo conhecido como o Tratado de Speyer. A esposa de Zápolya, Isabel Jagelão era prima-irmã de Ana.

Em 1531, Carlos V reconheceu Fernando como seu sucessor no Sacro Império Romano, e este recebeu o título de rei dos romanos.

Ana e Fernando tiveram quinze filhos, o que foi um benefício para a Boêmia e para a Hungria, pois ambos os reinos sofreram por séculos com a mortes prematuras de herdeiros e problemas de sucessão monárquica. Foram eles:

Ana morreu três dias depois de dar a luz à sua filha mais nova, aos 43 anos, em sua cidade natal, Praga. Fernando permaneceu viúvo. Nove anos depois, em 1556, Carlos V abdicou como imperador em favor do irmão, mas Fernando só veio a ser devidamente reconhecido como imperador em 1558. Fernando morreu em 1564.

Precedido por:
Isabel de Avis
Imperatriz do Sacro Império Romano
Banner of the Holy Roman Emperor (after 1400).svg

153127 de janeiro de 1547
Sucedido por:
Maria de Espanha
Precedido por:
Maria de Habsburgo
Rainha da Boêmia
com Fernando
Wappen Königreich Böhmen.png

24 de outubro de 152627 de janeiro de 1547
Rainha de Hungria
com Fernando
Hungary Arms.svg

24 de outubro de 152627 de janeiro de 1547
Ícone de esboço Este artigo sobre uma Rainha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ana Jagelão