Ana, Duquesa da Bretanha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ana, Duquesa da Bretanha
Anne de Bretagne-Jean Bourdichon-reverse.jpg
Governo
Reinado 9 de Setembro de 1488—9 de Janeiro de 1514
Consorte Carlos VIII de França
Luís XII de França
Antecessor Francisco II
Sucessor Cláudia de Valois
Casa Real Montfort
Títulos Rainha de França
Condessa de Nantes, Montfort e Richemont
Viscondessa de Limoges
Vida
Nascimento 25 de Janeiro de 1477
Nantes, Bretanha
Morte 9 de Janeiro de 1514 (36 anos)
Blois, França
Sepultamento Catedral de Saint-Denis, Ilha-de-França
Filhos com Carlos VIII
Carlos Orlando
Carlos
Francisco
Ana
com Luís XII
Cláudia
Renata
Pai Francisco II
Mãe Margarida de Foix

Ana de Bretanha (25 de Janeiro de 14779 de Janeiro de 1514) foi Duquesa titular da Bretanha e por duas vezes rainha consorte de França.

Ana nasceu no ducado da Bretanha, como filha e única herdeira do duque Francisco II da Bretanha, e de Margarida de Foix. Sendo assim, ana era neta, por via materna, dos reis de Navarra, Leonor I de Navarra e Gastão IV. Quando seu pai morreu, em 1488, tornou-se duquesa da Bretanha, condessa de Nantes, Monfort e Richmond (na Inglaterra), e viscondessa de Limoges. Era tida como a mulher mais rica da Europa.

Ao tornar-se duquesa, Ana necessitava de um marido forte que defendesse seus direitos de governo frente à cobiça da coroa francesa. Dentre os candidatos, o escolhido foi o arquiduque Maximiliano de Áustria, futuro imperador Maximiliano I. Entretanto, o casamento violava as condições propostas pelo Tratado de Verger, que proibia o casamento do duque bretão, sem o consentimento do rei francês, além de colocar a Bretanha nas mãos de um governante estrangeiro,viúvo de outra importante herdeira, Maria, a Rica, duquesa da Borgonha. O governo francês insistiu pela anulação do casamento, e tendo em vista que os austriacos não deram atenção à sua causa, Ana assentiu no divórcio. Foi forçada então, a casar-se com o rei Carlos VIII de França. Apesar da infelicidade conjugal, Ana engravidou seis vezes, mas nenhum dos filhos viveu além do primeiro ano de vida, com exceção de Charles Orlando, que ainda assim morreu ainda criança.

Carlos morreu em 1498, deixando Ana viúva aos 21 anos de idade. Legalmente, estava obrigada a casar-se com o próximo homem na linha de sucessão, e este homem era Luís XII que, no entanto, já era casado com Madame Joana de Valois, irmã do rei defunto. Alegando que o casamento não havia sido consumado, e prometendo ajuda ao papa na conquista da Romagna, Luís obteve a anulação de seu primeiro matrimônio, e desposou Ana, em 1499.

Ana de Bretanha teve duas filhas com Luís:

Faleceu em 1514, no Castelo de Blois.


Precedida por:
Francisco II
Armas do Ducado da Bretanha
Duquesa da Bretanha

9 de Setembro de 1488—9 de Janeiro de 1514
com Carlos de Valois (1491-1498)
com Luís d'Orleães (1499-1514)
Sucedida por:
Cláudia de Valois
Precedida por:
Carlota de Sabóia
Rainha da França
6 de Dezembro de 1491—7 de Abril de 1498
Sucedida por:
Joana de Valois
Precedida por:
Joana de Valois
Rainha da França
9 de Janeiro de 1499—9 de Janeiro de 1514
Sucedida por:
Maria Tudor


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ana, Duquesa da Bretanha