Joana I de Navarra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joana I
Rainha de Navarra
Desenho de Joana
Governo
Reinado Julho de 1274 a
29 de Novembro de 1314
(sob regência de Branca de Artois até 1284, com Filipe I a partir dessa data)
Consorte Filipe IV de França
Antecessor Henrique I
Sucessor Luís I (Luís X de França)
Dinastia Champagne
Títulos Condessa de Champagne
Rainha consorte de França
(1285-1305)
Vida
Nascimento 17 de Abril de 1271
Bar-sur-Seine, Aube, França
Morte 4 de Abril de 1305 (33 anos)
Vincennes, Val-de-Marne, França
Sepultamento Basílica de Saint-Denis, França
Filhos Luís X de França
Margarida
Isabel de França
Filipe V de França
Branca
Carlos IV de França
Roberto
Pai Henrique I de Navarra
Mãe Branca de Artois

Joana I de Navarra ou Joana I de Champagne (Bar-sur-Seine, Aube, 17 de Abril de 1271 - Vincennes, Val-de-Marne, 4 de Abril de 1305) foi rainha da Navarra e condessa de Champagne desde 1274, e rainha consorte de Filipe IV de França de 1284 até à sua morte. Era filha do rei Henrique I de Navarra e de Branca de Artois.

Pela morte do pai, em Julho de 1274, aos 3 anos de idade tornou-se condessa de Champagne e Brie, e rainha de Navarra, sob regência da mãe. Vários interessados, tanto navarreses como castelhanos, aragoneses e franceses, tentaram tirar proveito da minoridade da herdeira e da fraqueza da regente mulher, o que as levou a procurar protecção na corte de Filipe III de França.

Fazendo fracassar os planos de Afonso X de Leão e Castela, que pretendia casá-la com um filho seu, aos 13 anos de idade Joana casou-se com o príncipe herdeiro da França, Filipe o Belo, a 16 de Agosto de 1284. No ano seguinte Filipe III de França morreu, Filipe IV subiu ao trono e Joana foi coroada rainha consorte de França. O seu esposo implementou as políticas da França também no reino de Navarra:

O regime francês acentuou o anti-semitismo do reino ibérico, com os reis a limitar a ação dos judeus ao proibir a usura, estabelecendo que não poderiam cobrar juros pelos seus empréstimos.

Cedeu a igreja de Corella à Ordem de Grandmont com todas as suas rendas, avaliadas em 125 libras por ano. Em troca, os bens do mosteiro de Tudela reverteram para a coroa, com a excepção do solar em que estava edificado, a horta, o aqueduto e o aproveitamento do monte de la Bardena junto a esta cidade.

Selo de Joana I de Navarra

Joana era uma mulher de grande inteligência e vivacidade, amante das artes e letras, tendo fundado a Universidade de Navarra. Durante o seu reinado chegou liderar um exército contra o conde de Bar quando este se revoltou contra a sua soberania. No entanto não conseguiu anular o Fuero General de Navarra, um aforamento escrito em 1250 pela nobreza para evitar os abusos dos reis.

Em 1304 adoeceu e transferiu o seu título ao primogênito, Luís I de Navarra, de quinze anos. Este casou no mesmo ano com Margarida, filha de Roberto II, duque da Borgonha. Segundo outras versões, foi o seu esposo quem continuou como rei de Navarra, Luís só governando depois da morte do pai em 1314, quando subiu também ao trono da França como Luís X de França.

Joana morreu em 4 de Abril de 1305, sob circunstâncias misteriosas. Um cronista chegou até a acusar o seu esposo de assassinato. Todos os seus três filhos varões sobreviventes acabariam por se tornar reis de França e de Navarra, um após o outro. A sua filha Isabel de França casou-se em 1308 com Eduardo II da Inglaterra, tornando-se rainha consorte dessa nação.

Navarra e França permaneceram em união pessoal até 1328. A morte do seu último filho varão, Carlos IV de França, trouxe a coroa de Navarra para Joana II de Navarra e para a casa de Évreux, e a da França para Filipe VI da casa de Valois. Esta última sucessão foi contestada por Eduardo III da Inglaterra, filho da sua filha Isabel, o que originou a Guerra dos Cem Anos entre as duas nações.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Do seu casamento com Filipe IV de França nasceram:

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Joana I de Navarra

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Isabella and the Strange Death of Edward II, P.C. Doherty
Precedido por
Henrique I
Armas do reino de Navarra e do condado de Champagne
Rainha de Navarra
e Condessa de Champagne
sob regência de Branca de Artois até 1284,
com Filipe I a partir de 1284

1274 - 1305
Sucedido por
Luís I
Precedido por
Maria de Brabante
COA french queen Jeanne de Champagne.svg
Rainha consorte de França

1285 - 1305
Sucedido por
Margarida da Borgonha
Reinos cristãos da Península Ibérica
Astúrias
Reis e Rainhas
Leão
Reis e Rainhas
Castela
Reis e Rainhas
Galiza
Reis e Rainhas
Navarra
Reis e Rainhas
Aragão
Reis e Rainhas
Espanha
Reis e Rainhas
Portugal
Reis e Rainhas