Isabel de Valois, Rainha de Espanha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Isabel de Valois2..jpg

Isabel de Valois (Fontainebleau, 2 de abril de 1545 - Madrid, 3 de outubro de 1568), foi uma filha da França e a terceira esposa do rei Filipe II de Espanha, fruto do Tratado de Cateau-Cambresis, que estabelecia a paz entre Espanha e França. Por esta razão, também é conhecida como Isabel da Paz.

Vida[editar | editar código-fonte]

Isabel era filha do rei Henrique II de França e Catarina de Médici.

O primeiro pretendente de Isabel foi Eduardo VI de Inglaterra, mas ele faleceu em 1553. Seu substituto foi o infante Carlos, mas ao ficar viúvo, seu pai Felipe II mudou os planos: Felipe se converteu no esposo da jovem Isabel, que tinha apenas quatorze anos. A cerimônia por poderes teve lugar em 22 de junho de 1559 em Paris. Isabel pisaria em território espanhol pela primeira vez em 6 de janeiro de 1560 ao chegar a Roncesvalles. Em 2 de fevereiro deste mesmo ano celebrou-se a missa de velações em Guadalajara com Isabel e Felipe presentes. Era a primeira vez que ambos esposos se viam cara a cara. Se casaram no Palacio do Infantado, nesta mesma cidade.

Em maio de 1564 se anunciou a primeira gravidez da rainha. Três meses depois, Isabel abortou. Ante a demora de uma nova gravidez, a rainha mandou trazer a Madrid os restos de São Eugenio, primeiro bispo de Paris e mártir. Em 12 de agosto de 1566 veio ao mundo a primeira filha de Felipe e Isabel, que recebeu o nome de Isabel Clara Eugenia: Isabel pela sua mãe, Clara pelo modo que estava o dia de seu nascimento e Eugênia pelo santo ao qual sua mãe suplicou. Em outubro de 1567 nasceu a segunda filha que se chamou Catarina Micaela. Depois do parto, sobreveio a Isabel a febre.

Em maio de 1568 a saúde da rainha estava frágil. Uma nova gravidez provocou nela vômitos e vértigos que trataram de ser aliviados pelos médicos da corte. Morreu em 3 de outubro de 1568 durante um parto prematuro de um natimorto do sexo masculino.

Muitos afirmaram que seu enteado, D. Carlos, nutria um amor secreto por ela, uma das razões que o levou à loucura.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Isabel de Valois teve 2 filhas:

Precedida por:
Maria I
Coat of Arms of Elisabeth of France (1545-1568), Queen Consort of Spain.svg
Rainha de Espanha

1559 - 1568
Sucedida por:
Ana de Áustria