Sofia da Grécia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sofia da Grécia
Rainha de Espanha
Sofia da Grécia
Sofia da Grécia
Governo
Consorte Juan Carlos I de Espanha
Casa Real Schleswig-Holstein-Sonderburg-Glücksburg
Vida
Nascimento 2 de Novembro de 1938 (75 anos)
Atenas, Grécia
Filhos Elena de Bourbon
Cristina de Bourbon
Felipe de Bourbon
Pai Paulo da Grécia
Mãe Frederica de Hanôver
Assinatura Assinatura de Sofia da Grécia

Sofia da Grécia (nascida Princesa Sofia Margarida Vitória Frederica Glucksburg da Grécia e Dinamarca, em grego Σοφία Μαργαρίτα Βικτωρία Φρειδερίκη Γλύκσμπουργκ) GCCGCSEGCIH (Atenas, 2 de Novembro de 1938) é a actual rainha consorte de Espanha, sendo esposa de Juan Carlos I.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Primogénita de Paulo da Grécia, cristão ortodoxo, da família dinamarquesa Schleswig-Holstein-Sonderburg-Glücksburg, e da Rainha Frederica (nascida Princesa Frederica de Hanôver), Sofia teve que se exilar, ainda criança, com sua família, no Egito e na África do Sul, durante a Segunda Guerra Mundial, retornando em 1946. Entre 1951 e 1955, viveu num internato alemão.

Terminou sua educação na America e posteriormente na Grécia onde estudou pediatria, música e arqueologia.

Conheceu seu futuro esposo o então Príncipe Juan Carlos de Bourbon em 1954, durante um cruzeiro, organizado pela mãe, que reuniu os jovens da realeza europeia. Mas o romance com Juan Carlos só começou em Junho de 1961, quando se reencontraram num casamento, em Londres e casou-se em 14 de Maio de 1962 em Atenas, convertendo-se ao catolicismo.

Em 1969, o Príncipe Juan Carlos foi indicado como sucessor do generalíssimo Francisco Franco. Em 1975, quando da morte de Franco, o casal foi proclamado rei e rainha, respectivamente.

Família real espanhola
Casa de Bourbon
Coat of Arms of Spanish Monarch.svg

SM o Rei
SM a Rainha



Família real grega
Royal Coat of Arms of Greece.svg

SM o Rei
SM a Rainha


Descendência[editar | editar código-fonte]

Filhos e netos

Ascendência[editar | editar código-fonte]

Funções reais[editar | editar código-fonte]

Sofia e o marido Juan Carlos.

Além de viajar com o marido dentro de Espanha e no estrangeiro, a Rainha tem a sua própria agenda. Ela é presidente executiva da Fundação Rainha Sofía, que em 1993 enviou fundos para ajudar as pessoas na Bósnia e Herzegovina, e é presidente honorária do Real Câmara de Educação e Assistência das Pessoas Deficientes e da Fundação Ajuda a Toxicodependentes.

Ela tem especial interesse em programas contra a toxicodependência, em ambas as conferências em Espanha e no estrangeiro. O Museu Nacional Centro de Arte Rainha Sofia, como o Aeroporto Rainha Sofia, em Tenerife, receberam o seu nome.

Ela tem trabalhado em estreita colaboração com o Dr. Muhammed Yunus e o seu Banco Grameen (ou "Banco Village"), que oferece microcréditos para mulheres em todo o mundo. Sua Majestade tem viajado para o Bangladesh, Chile, Colómbia, El Salvador e México para apoiar as actividades da organização liderada por Yunus.

A rainha é um Membro honorário da Academia Real de San Fernando de Belas Artes e da Academia Real da História. Ela é doutor honorário das Universidades de Rosário (Bogotá), Valladolid, Cambridge, Oxford, Georgetown, Évora, Universidade Santa Maria, Texas, e Nova Iorque.

Em 2010 a rainha Sofia representou a Espanha no nome do marido no casamento da Princesa Vitória da Suécia, e Daniel, e também participou da Copa FIFA de 2010 onde a selecção espanhola foi a campeã Mundial.

Títulos, honras e armas[editar | editar código-fonte]

Monograma Real da Rainha Sofia

Títulos[editar | editar código-fonte]

  • Sua Alteza Real, a Princesa Sofia da Grécia e da Dinamarca (1938-1962)
  • Sua Alteza Real, a Infanta Sofia de Espanha (1962-1969)
  • Sua Alteza Real, a Princesa de Espanha (1969-1975)
  • Sua Majestade, a Rainha de Espanha (1975-presente)

Honras[editar | editar código-fonte]

Nacionais (Espanha)
Estrangeiras

Armas[editar | editar código-fonte]

O brasão de armas da Rainha Sofia.

O brasão pessoal da Rainha[4] , é composto pelas Armas Reais espanholas (lado direito) e pelas armas do seu pai, as armas do Rei Paulo I da Grécia - azul com uma cruz branca contendo uma pequena bandeira fazendo referência à dinastia Schleswig-Holstein-Sonderburg-Glücksburg, representando a Dinamarca, Schleswig, a ex-União Kalmar, Islândia, Ilhas Faroé, Gronelândia, Holstein, Stormarn, Dithmarschen, Lauenburg, Oldenburg e Delmenhorst.

É encimado pela Coroa Real de Espanha (com arcos diferentes por ser consorte) e rodeada pelo colar da Ordem de Carlos III.

O brasão da Rainha não tem estatuto oficial. Em Espanha, apenas o brasão de armas do Rei e do Príncipe das Astúrias são oficiais.[5]

Línguas[editar | editar código-fonte]

A língua materna de Sua Majestade é grego e fala fluentemente, ainda, castelhano, catalão, francês, inglês e alemão.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedida por:
Vacante
Última detentora do título:
Vitória Eugénia de Battenberg
Rainha consorte de Espanha
22 de Novembro de 1975 - presente
Sucedida por:
titular
Herdeira aparente:
a Princesa das Astúrias
Precedida por:
Vacante
Última detentora do título:
Infanta Maria Francisca de Bragança
(como Princesa das Astúrias)
Princesa de Espanha
1969 - 1975
Sucedida por:
Letizia Ortiz
(como Princesa das Astúrias)