Andrey Korotayev

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Andrey Korotayev
Economia, Antropologia, História, Matemática, Demografia, Sociologia
Andrey Korotayev in Abeokuta (Nigeria), em 2006
Dados gerais
Nome de nascimento Андре́й Вита́льевич Корота́ев
Nacionalidade Rússia Rússia
Residência Rússia Rússia
Nascimento 17 de Fevereiro de 1961
Local Moscou
Atividade
Campo(s) Economia, Antropologia, História, Matemática, Demografia, Sociologia
Instituições Academia de Ciências da Rússia, Instituto de Estudos Avançados de Princeton
Alma mater Universidade de Moscou
Conhecido(a) por modelagem matemática da dinâmica social, econômica e histórica (cliodinâmica)

Andrey Korotayev (em russo: Андре́й Вита́льевич Корота́ев) (Moscou, 17 de fevereiro de 1961) é um antropólogo, economista, historiador e sociólogo russo, com importantes contribuições a modelos matemáticos de macrodinâmicas social e econômico. Ele é diretor do Centro de Moscovo de Antropologia do Oriente. Andrey Korotayev é também membro do Conselho Editorial da History and Mathematics e Journal of Globalization Studies, ambas editadas pelo professor Arno Tausch.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Moscou, Andrey Korotayev participaram Universidade Estatal de Moscovo. Ele obteve um doutorado em 1993 pela Universidade de Manchester. Desde 2000, ele foi professor e diretor do Centro de Antropologia do Oriente, Moscou e pesquisador sênior do Instituto Oriental da Academia Russa de Ciências. Em 2003-2004, ele foi membro convidado do Instituto de Estudos Avançados em Princeton.[1]

Principais contribuições[editar | editar código-fonte]

Korotayev é um dos fundadores da pesquisa quantitativa do sistema mundial. Suas principais contribuições são em três áreas:

(1) estudo do sistema político do Iémen do Norte e das origens do Islão[2] ; Korotayev detectou as principais tendências de desenvolvimento da cultura do Iémen, com a aplicação de métodos quantitativos para a análise das fontes epigráficas;[3] Korotayev foi o primeiro a apresentar provas convincentes da existência da organização matrilinear, na Arábia pré-islâmica;[4]

(2) antropologia intercultural,[5]

(3) modelagem matemática da dinâmica social, econômica e histórica (cliodinâmica).[6]

Crescimento da população mundial

Ele demonstrou que o padrão hiperbólico do mundo demográfico, econômico, cultural, urbanístico e do crescimento tecnológico (observado por muitos séculos, se não milênios antes da década de 1970) poderia ser explicada por um mecanismo bastante simples, o feedback positivo segundo a ordem não-linear, que foi mostrado há muito tempo, precisamente para gerar o crescimento da hiperbólica, conhecida também como "regime de explosão" (implicando apenas singularidades do finito-tempo). No nosso caso, esse feedback positivo segundo a ordem não-linear é a seguinte: mais pessoas - mais inventores em potencial - mais rápido crescimento tecnológico - capacidade da Terra cresce mais rapidamente - o crescimento mais rápido da população - mais pessoas - mais inventores em potencial - mais rápido crescimento tecnológico, e assim sucessivamente.[7] Em colaboração com Alexander Markov ele tem demonstrado que um modelo matemático semelhante pode ser feita para descrever as tendências de evolução biológica. Eles mostraram que as mudanças na biodiversidade através da Fanerozóico são descritos muito melhor com o modelo hiperbólico (amplamente utilizado em demografia e sociologia) do que com os modelos exponencial e logístico (tradicionalmente usado na biologia da população e aplicado extensivamente para a biodiversidade também).[8]

Revolução Egípcia de 2011

Korotayev também produziu uma série de modelos matemáticos que descrevem em detalhe a dinâmica política e demografia do Egito[9] e usados ​​para analisar a Revolução Egípcia de 2011.[10]

Note também a sua recente pesquisa sobre os ciclos de Kondratieff na dinâmica do mundo.[11] Ele também fez uma contribuição significativa para o estudo dos factores da actual crise demográfica na Rússia.[12]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Seu trabalho é publicado na Alemanha [13] , Austrália [14] , Áustria [15] , Bélgica [16] , Espanha [17] , EUA [18] , França [19] , Hungria[20] , Inglaterra[21] , Itália[22] , Nova Zelândia[23] , Suécia[24] , China[25] , Japão[26] , Turquia [27] , Egipto[28] , Iêmen[29] , Ucrânia[30] , e outros países.

Em inglês

Referências

  1. Instituto de Estudos Avançados em Princeton
  2. Origins of Islam: Political-Anthropological and Environmental Context. Acta Orientalia Academiae Scientiarum Hungaricae. 53/3–4 (1999): 243–276
  3. Ancient Yemen, Oxford, Oxford University Press, 1994; Pre-Islamic Yemen, Wiesbaden, Harrassowitz Verlag, 1995.
  4. Were There Any Truly Matrilineal Lineages in the Arabian Peninsula? Proceedings of the Seminar for Arabian Studies 25 (1995): 83-98.
  5. "Midwest-Amazonian" Folklore-Mythological Parallels. Acta Americana 14 / 1 (2006): 5-24; World Religions and Social Evolution of the Old World Oikumene Civilizations: A Cross-cultural Perspective. Lewiston, NY: The Edwin Mellen Press, 2004;“Galton’s Asset” and “Flower’s Problem”: Cultural Networks and Cultural Units in Cross-Cultural Research (or, the Male Genital Mutilations and Polygyny in Cross-Cultural Perspective) // American Anthropologist. 105 (2003): 353–358; Regions Based on Social Structure: A Reconsideration (Or Apologia for "Diffusionism") // Current Anthropology 41/5 (2000): 668–690
  6. Korotayev, A., Malkov, A., & Khaltourina, D. 2006b. Introduction to Social Macrodynamics: Secular Cycles and Millennial Trends. Moscow: URSS. ISBN 5484005590; Korotayev, A. & Khaltourina D. 2006 Introduction to Social Macrodynamics: Secular Cycles and Millennial Trends in Africa. Moscow: URSS. ISBN 5484005604; Andrey Korotayev. The World System urbanization dynamics. History & Mathematics: Historical Dynamics and Development of Complex Societies. Edited by Peter Turchin, Leonid Grinin, Andrey Korotayev, and Victor C. de Munck. Moscow: KomKniga, 2006. ISBN 5-484-01002-0. P. 44-62; Korotayev A., Zinkina J. Egyptian Revolution: A Demographic Structural Analysis. Entelequia. Revista Interdisciplinar 13 (2011): 139-165.
  7. Korotayev A., Malkov A., Khaltourina D. Introduction to Social Macrodynamics: Secular Cycles and Millennial Trends. Moscou: URSS, 2006; Korotayev A. The World System urbanization dynamics. History & Mathematics: Historical Dynamics and Development of Complex Societies. Editado por Peter Turchin, Leonid Grinin, Andrey Korotayev, e Victor C. de Munck. Moscou KomKniga, 2006. ISBN 5-484-01002-0. P. 44-62.
  8. Markov A., Korotayev A.Phanerozoic marine biodiversity follows a hyperbolic trend // Palaeoworld. Volume 16, Issue 4, December 2007, Pages 311-318; Markov A., Korotayev A. Hyperbolic growth of marine and continental biodiversity through the Phanerozoic and community evolution // Journal of General Biology. Volume 69, 2008. N 3, pp. 175–194.
  9. Introduction to Social Macrodynamics: Secular Cycles and Millennial Trends in Africa. Moscow: URSS, 2006. ISBN 5-484-00560-4.
  10. Egyptian Revolution: A Demographic Structural Analysis. Entelequia. Revista Interdisciplinar 13 (2011): 139-169.
  11. Korotayev, Andrey V., & Tsirel, Sergey V.(2010). A Spectral Analysis of World GDP Dynamics: Kondratieff Waves, Kuznets Swings, Juglar and Kitchin Cycles in Global Economic Development, and the 2008–2009 Economic Crisis. Structure and Dynamics. Vol.4. #1. P.3-57.
  12. Korotayev A., Khaltourina D. Russian Demographic Crisis in Cross-National Perspective. Russia and Globalization: Identity, Security, and Society in an Era of Change. Editado por D. W. Blum. Baltimore, MD: Johns Hopkins University Press, 2008. P. 37-78.
  13. Pre-Islamic Yemen. Wiesbaden: Harrassowitz Verlag, 1996. ISBN 3-447-03679-6.
  14. The Earliest Sabaeans in the Jawf: A Reconsideration // Arabian Archaeology and Epigraphy 9 (1998): 118-124.
  15. A Mathematical Model of Long-Term Political-Demographic Dynamics of Egypt // Cybernetics and Systems / Ed. by R. Trappl. Vol. 1. Vienna: Austrian Society for Cybernatic Research, 2006. P. 324–329.
  16. Korotayev A.V. Middle Sabaean Cultural-Political Area: Problem of Local Taxation and Temple Tithe // Le Muséon 107 (1994): 15-22.
  17. Korotayev A.V. Middle Sabaean Cultural-Political Area: Qayls, their Bayt and Sha`b // Aula Orientalis. 11 (1993): 155-160.
  18. Korotayev A.V., Kazankov A.A. Regions Based on Social Structure: A Reconsideration // Current Anthropology 41/5 (2000): 668—690; Korotayev A., Berezkin Yu., Kozmin A., Arkhipova A. Return of the White Raven: Postdiluvial Reconnaissance Motif A2234.1.1 Reconsidered // Journal of American Folklore 119: 472–520.
  19. Variabilité des relations sociales chez les primates humains et non humains: à la recherche d'un paradigme general // Primatologie 3 (2000): 319–363.
  20. Origins of Islam: Political-Anthropological and Environmental Context. Acta Orientalia Academiae Scientiarum Hungaricae. 53/3–4 (1999): 243–276
  21. Apologia for "The Sabaean Cultural-Political Area" // Bulletin of the School of Oriental and African Studies 57 (1994): 469-474.
  22. Bayt: The Basis of Middle Sabaean Social Structure // Rivista degli Studi Orientali. 67 (1993): 55–63.
  23. Compact Mathematical Models of the World System Development and Their Applicability to the Development of Local Solutions in Third World Countries // Systemic Development: Local Solutions in a Global Environment / Ed. by J. Sheffield and K. Fielden. Auckland: ISCE Publishing, 2007. P. 101−114.
  24. "Midwest-Amazonian" Folklore-Mythological Parallels? // Acta Americana 14/1 (2006): 5–24.
  25. Alexander V. Markov, and Andrey V. Korotayev (2007) "Phanerozoic marine biodiversity follows a hyperbolic trend" Palaeoworld 16(4): pp. 311-318.
  26. Social Macrodynamics: Mathematical Models of the World System Development (丘雄二/訳「社会のマイクロダイナミクス:世界システムの成長とコンパクト・マクロモデル」) // The Journal of the Infosocionomics Society (情報社会学会誌). 2007. Vol. 2. Issue 1
  27. Sociological Theory of Abd al-Rahman ibn Khaldun (1332–1406) as a Methodological Basis for the Mathematical Modeling of Political-Demographic Dynamics of Medieval Еgypt // 38. ICANAS / Ed. by Zeki Dilek. Ankara: ICANAS, 2007.
  28. الماكروديناميكا الاجتماعية - النمذجة الرياضية لتطوّر المنظومة العالمية قبل سبعينيّات القرن الماضي// Bulletin of the Faculty of Arts of the Cairo University مجلة كلية الآداب لجامعة القاهرة. 2008. Vol. 68. Pt. 2: 148–181.
  29. The Political Role of the Sha`b of the First Order // Raydan 6 (1994): 47-52.
  30. Korotayev A.V. Some General Trends of Evolution of Social Relations in the Sabaean Cultural-Political Area // Manekin, R.V., ed., Methodology of Modern Humanitarian Research: Man and Computer. Donetsk: Historians' Association Press, 1991, pp. 42-45.