Arquidiocese de Aparecida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Arquidiocese de Aparecida
Archidiœcesis Apparitiopolitanus
Catedral da Arquidiocese de Aparecida em Guaratinguetá
Localização
País Brasil
Dioceses Sufragâneas Diocese de Lorena
Diocese de São José dos Campos
Diocese de Taubaté
Diocese de Caraguatatuba
Estatísticas
Área 1,330 km²
Informação
Rito romano
Criação da Diocese 19 de abril de 1958
Elevação a Arquidiocese 19 de abril de 1958
Padroeiro Santo Antônio
Governo da Arquidiocese
Arcebispo Raymundo Damasceno Assis
Jurisdição Arquidiocese Metropolitana (Região Sul 1)
Contatos
Endereço Rua Barão do Rio Branco, 412 Centro - Aparecida/SP - CEP.: 12570-000
Página Oficial www.arquidioceseaparecida.org.br

A Arquidiocese de Aparecida (Archidioecesis Apparitiopolitanus) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica no Brasil. É a Sé Metropolitana da Província Eclesiástica de Aparecida. Pertence ao Conselho Episcopal Regional Sul I da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. A está na cidade de Guaratinguetá, no estado de São Paulo.

Histórico[editar | editar código-fonte]

A Arquidiocese de Aparecida foi erigida canonicamente pelo Papa Pio XII, por meio da Constituição Apostólica Sacrorum antistitum, de 19 de abril de 1958[1] . O seu território foi originado do desmembramento da Arquidiocese de São Paulo e da Diocese de Taubaté.

O cardeal Vasconcelos Mota foi seu administrador apostólico no período de 1958 a 1964, quando então foi nomeado Arcebispo de Aparecida.

Nesta arquidiocese está o Santuário de Nossa Senhora Aparecida, um dos mais importante centro da peregrinação católica no Brasil.

Catedral[editar | editar código-fonte]

Pensa-se popularmente que a Catedral de Aparecida ou é o Santuário Nacional ou a Matriz Basílica de Aparecida, mas segundo decreto de transferência assinado em dezembro de 1996 durante o episcopado de Dom Aloísio Lorscheider, a igreja-catedral da Arquidiocese na verdade é a Catedral de Santo Antônio de Guaratinguetá.

Demografia e paróquias[editar | editar código-fonte]

Em 2004, a arquidiocese contava com uma população aproximada de 180 mil habitantes, com 86,1% de católicos.

O território da diocese é de 1.330 km.2, organizado em dezessete paróquias em cinco municípios paulistas de Aparecida, Guaratinguetá, Lagoinha, Potim e Roseira.

Arcebispos[editar | editar código-fonte]

Arcebispos
Nome Período Notas
Dom Carlos Carmelo Cardeal de Vasconcelos Mota 1964-1982
Dom Antônio Ferreira de Macedo, CSsR 1964-1977 Arcebispo coadjutor.
Dom Geraldo Maria de Morais Penido 1977-1982 Arcebispo coadjutor.
Dom Geraldo Maria de Morais Penido 1982-1995
Dom Aloísio Cardeal Lorscheider, OFM 1995-2004
Dom Raymundo Cardeal Damasceno Assis 2004- Atual.
Bispo Auxiliar
Dom Darci José Nicioli, CSsR 2012- Bispo Auxiliar Atual

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Pius XII. (1959). "Sacrorum antistitum" (em latim). Acta Sanctae Sedis 51 p. 90-94.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Small Mitre.svg Arquidioceses Católicas do Brasil Bandeira do Brasil
Aparecida | Aracaju | Belém do Pará | Belo Horizonte | Botucatu | Brasília | Campinas | Campo Grande | Cascavel | Cuiabá | Curitiba | Diamantina | Feira de Santana | Florianópolis | Fortaleza | Goiânia | Juiz de Fora | Londrina | Maceió | Manaus | Mariana | Maringá | Montes Claros | Natal | Niterói | Olinda e Recife | Palmas | Paraíba | Passo Fundo | Pelotas| Porto Alegre | Porto Velho | Pouso Alegre | Ribeirão Preto | Santa Maria | São Luís do Maranhão | São Paulo | São Salvador da Bahia | São Sebastião do Rio de Janeiro | Sorocaba | Teresina | Uberaba | Vitória do Espírito Santo | Vitória da Conquista