Instalações sanitárias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Banheiro)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Casa de banho

As instalações sanitárias, banheiro (português brasileiro) ou casa de banho (português europeu) - também conhecidas como sanitário, privada, gabinete sanitário, toalete (ou toilette), quarto de banho, lavabo ou WC (sigla de water closet, significando "gabinete da água" em Inglês) - é um compartimento de um edifício utilizado para os cuidados de higiene pessoal.

Composição básica[editar | editar código-fonte]

De modo geral, os banheiros apresentam um ou mais chuveiros, a fim de possibilitar os banhos. Contudo, banheiros mais antigos ou de alto padrão costumam ter uma banheira, por vezes de hidromassagem. Um vaso sanitário (português brasileiro) ou sanita (português europeu) também é um dos elementos principais dos banheiros, a fim de receber as fezes, urinas e eventuais outras secreções humanas, eliminando-os através da descarga. Em alguns países relata-se o hábito de jogar o papel higiênico pelo vaso sanitário. Lavabos e torneiras são outros característicos, pois permitem que os usuários possam limpar suas mãos após o uso do banheiro.

Acessórios[editar | editar código-fonte]

Itens bastante frequentes em banheiros, mas não constitutivos são os acessórios que permitem uma maior comodidade, como toalheiros, saboneteiras, espelhos, desodorizadores etc. Mesmo alguns itens de higiene, como os bidês, não são empregados na maior parte das construções.

Luiz Gonzaga Rei do Baião

Tipologia[editar | editar código-fonte]

Placa indicativa de sanitários públicos, em Belo Horizonte.

Banheiros Públicos[editar | editar código-fonte]

Os banheiros públicos foram criados no ano de 1500 e são normalmente separados por tipologia de sexo, i.e., um banheiro para homens e outro para mulheres. A razão primeira disto é a higiene; devido ao fato dos homens urinarem de pé e as mulheres sentadas; já que muitos homens, ao urinarem de pé, podem espalhar gotas de urina sobre a privada (a preocupação numa casa de banho pública não é a mesma do que em casa).

Banheiros Químicos[editar | editar código-fonte]

Há hoje em dia banheiros descartáveis, que normalmente são aqueles que se encontram nos recintos dos festivais. Eles não estão ligadas a nenhuma cano sanitária e o tratamento dos dejetos (fezes e urina) são realizados por meios químicos. decomposição. Quando o tanque está cheio este tem de ser removido, para nova utilização.

Banheiros Secos[editar | editar código-fonte]

Banheiro seco é uma alternativa ecológica ao banheiro comum pois não utiliza água. As fezes são armazenadas em um local sem contato com o ambiente externo, onde a cada defecação a pessoa joga um punhado de serragem sobre as fezes para mantê-las secas e evitar o mal cheiro. Após 6 meses em processo de decomposição as fezes são transformadas em um rico composto orgânico que pode voltar à terra sem prejudicar a qualidade da mesma.

Fossas sanitárias[editar | editar código-fonte]

Uma fossa sanitária consiste em uma escavação na qual são despejados e lá se acumulam os dejetos, fezes e urina, geralmente de casas que não possuem sistema de esgoto.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Instalações sanitárias