Campeonato Paraibano de Futebol de 2014 - Primeira Divisão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Paraibano de Futebol
Paraibano 2014
Paraíba
Dados
Participantes 10
Período 12 de janeiro29 de junho
Gol(o)s 353
Jogos 230
Média 1,53 gol(o)s por partida
Campeão Botafogo-PB
Vice-campeão Campinense
Rebaixado(s) Queimadense
Sport Campina
Melhor marcador 17 Gols: Carlinhos (Santa Cruz)
Melhor ataque (fase inicial) Campinense (55 gols)
Melhor defesa (fase inicial) Treze (14 gols)
Maior goleada
(diferença)
Sport Campina Flag campina grande.svg 0 – 9 Bandeira de João Pessoa.svg CSP
AmigãoCampina Grande
09 de fevereiro, 9ª Rodada da 1ª Fase
Premiações
Melhor jogador Gustavo (Auto Esporte)
Melhor treinador Jazon Vieira (Auto Esporte)
Melhor árbitro ParaíbaPB Renan Roberto
◄◄ Paraíba Paraibano 2013 Soccerball.svg Paraibano 2015 Paraíba ►►

O Campeonato Paraibano Chevrolet de 2014, por motivo de patrocínio, ou simplesmente Campeonato Paraibano de Futebol de 2014, é a 104ª edição do campeonato estadual de futebol, será realizado em duas divisões, sendo organizado e dirigido pela Federação Paraibana de Futebol. O campeão disputará a Copa do Brasil de 2015, O Campeão e o vice disputarão o Nordestão 2015 e o melhor colocado sem divisão jogará a Série D de 2014.

O Campeonato iniciou em 12 de Janeiro e não tem data prevista para acabar, uma vez que os jogos, por falta de estádios, tem sido constantemente adiados. Esta edição do paraibano tem tudo para ser uma das mais bizarras da história da competição, e para corroborar com esta ideia, tem-se o fato de que o médico do time do Auto Esporte morreu em campo durante um jogo da segunda fase da competição.

Com as desistências dos clubes de Patos, Nacional e Esporte, de jogarem o campeonato, a FPF decidiu incluir a Queimadense e o Sport Campina em seus lugares.

Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Em 2013 Estádio Capacidade Títulos
(mais recente)
Atlético Cajazeirense Bandeira de cajazeiras.JPG Cajazeiras 5º (1ª Divisão 2013) Perpetão 1.600 1 (2002)
Auto Esporte Bandeira de João Pessoa.svg João Pessoa 6º (1ª Divisão 2013) Graça 6.400 6 (1992)
Botafogo Bandeira de João Pessoa.svg João Pessoa 1º (1ª Divisão 2013) Almeidão 6.400 26 (2013)
Campinense Flag campina grande.svg Campina Grande 4º (1ª Divisão 2013) Amigão 25.770 18 (2012)
CSP Bandeira de João Pessoa.svg João Pessoa 3º (1ª Divisão 2013) Graça 6.400 0 (Não Possui)
Sport Campina Flag campina grande.svg Campina Grande 4º (2ª Divisão 2013) Amigão 35.000 0 (Não Possui)
Santa Cruz-PB Bandeira Santa Rita cópia.jpg Santa Rita 2º (2ª Divisão 2013) Estádio Teixeirão 5.000 2 (1996)
Queimadense Bandeiraqueimadas.jpg Queimadas 3º (2ª Divisão 2013) Estádio Presidente Vargas 10.000 0 (Não Possui)
Sousa Bandeira Sousa.png Sousa 8º (1ª Divisão 2013) Marizão 5.400 2 (2009)
Treze Flag campina grande.svg Campina Grande 2º (1ª Divisão 2013) PV 10.500 15 (2011)

Sistema de Disputa[editar | editar código-fonte]

O certame será disputado em três fases: dois octogonais e um cruzamento olímpico. Na primeira fase oito times entrarão na disputa, a se enfrentar todos contra todos em jogos de ida e volta. Os dois últimos serão rebaixados para a segunda divisão em 2014 e os dois primeiros se classificam para a terceira fase (Cruzamento Olímpico). Treze e Botafogo não entrarão nesta fase devido aos jogos da Copa do Nordeste. Os oito times não rebaixados, inclusive os dois classificados à terceira fase juntar-se-ão a Treze e Botafogo, formando um grupo de oito clubes, onde novamente irão jogar no estilo "todos contra todos" em partidas de ida e volta. Os dois melhores colocados desta fase que não sejam os já classificados da fase anterior se classificam para a terceira fase. Os times classificados de cada fase se cruzam em semifinais e finais para decidir quem será o campeão paraibano. Na fase semi-final, o 1º colocado da primeira fase encara o 2º da segunda e o 2º da primeira duela contra o 1º da segunda, em jogos de ida e volta, tendo vantagem de resultados iguais os times do 1º turno sobre os times do 2º.

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

Depois de quase seis meses de disputas, cheios de polêmicas e até com troca de comando na Federação Paraibana de Futebol (FPF), o Campeonato Paraibano de 2014 finalmente será encerrado, no Estádio Amigão, em Campina Grande, com Campinense e Botafogo lutando pela hegemonia estadual. Foi uma das mais longas e conturbadas edições da competição, que contou também com mortes e seguidos adiamentos de jogos. E para piorar acaba em meio à Copa do Mundo do Brasil.

Teve de tudo. Desistência de clubes, falta de estádios para jogos e partidas adiadas por falta de ambulâncias, não marcação das linhas de gramados e mudanças constantes na tabela. Outros incidentes provocaram duas mortes nos estádios e a queda de Rosilene Gomes da FPF.

  • 01 - CLUBES DE PATOS DESISTEM DO PARAIBANO [1]

O Campeonato Paraibano, antes mesmo de ser iniciado, já foi marcado pela desistência de Nacional e Esporte de Patos, que alegaram falta de condições financeiras para participar da disputa. Isto provocou a primeira grande distorção da competição. Foram chamados para o lugar destes Queimadense e Sport Campina, que não tinham conseguido o acesso. O Sport Campina, inclusive, uma equipe que nunca venceu uma competição oficial em sua história.

  • 02 - JOGADORES SE MACHUCAM EM CRATERA[2]

O Estádio da Graça, em João Pessoa, demorou três rodadas até ser liberado para a realização de jogos da competição. Mas quando recebeu Santa Cruz-PB e Auto Esporte, o gramado se resumia a várias crateras, que acabou com cinco jogadores contundidos. A Graça acabaria sendo novamente interditada.

  • 03 - DOIS CLUBES AMEAÇADOS PELO TAPETÃO[3] [4]

Mesmo depois que o Paraibano acabar, duas pendências ainda ficarão em aberto. São duas ações que pedem a perda de pontos e a eliminação de dois clubes de João Pessoa. Uma é movida por Queimadense, Sousa e Auto Esporte contra o CSP. O time pede o rebaixamento do Tigre por falhas nos contratos de todos os seus jogadores. Outra é movida pela Liga Queimadense, que apesar da semelhança do nome é uma outra entidade. Esta, uma liga amadora que quer o Rebaixamento do Auto Esporte alegando que o clube acionou a FPF na justiça comum antes de esgotadas todas as instâncias da justiça desportiva.

  • 04 - CAI-CAI MARCA O FIM DA 1ª FASE[5]

No jogo que finalizava a primeira fase do Campeonato Paraibano, entre Auto Esporte e CSP, o CSP venceu por 2 a 0. Mas o jogo ficou marcado mesmo pela confusão em campo, com três expulsões para o Auto e um para o CSP. Depois disto, a comissão técnica do Auto Esporte mandou dois de seus jogadores cair em campo para forçar o final precoce do confronto.

  • 05 - CHOQUE COM A SÉRIE C E COPA DO BRASIL[6]

Com o atraso do Campeonato Paraibano, jogos da competição começaram a se chocar com a participação de Treze e Botafogo na Série C e na Copa do Brasil. Os dois times tiveram vários jogos adiados e criou uma série distorção, com clubes finalizando suas participações no campeonato antes do que outros.

  • 06 - AUTO ATRASA QUATRO MESES DE SALÁRIOS[7]

Com as diferentes pausas do campeonato, vários clubes tiveram problemas financeiros graves. O pior caso foi o do Auto Esporte, que chegou a atrasar quatro meses de salários. As dívidas ainda não foram quitadas, mesmo depois da eliminação do clube pessoense.

  • 07 - CAMPO SEM MARCAÇÃO ADIA JOGO[8]

O jogo entre Santa Cruz-PB e Treze, mais uma vez no Estádio da Graça, foi adiado depois que as linhas do campo não foram marcadas adequadamente. Preocupados com mais este adiamento, a diretoria do Santa, o mandante, chegou a usar funcionários e jogadores do clube para realizar a pintura, mas o trabalho ficou mal feito. A partida não foi realizada.

  • 08 - ROSILENE GOMES É AFASTADA[9]

Em 3 de abril uma decisão da juíza Renata da Câmara afastou a então presidente Rosilene Gomes da Federação Paraibana de Futebol. Ela nomeou no lugar da ex-presidente uma Junta Administrativa composta por três nomes, sendo que dois deles ligados a Auto Esporte e Botafogo-PB. A decisão provocou a ira e a desconfiança de clubes como Treze, Campinense e CSP, que acusaram a "nova FPF" de favorecer os rivais de João Pessoa.

  • 09 - MÉDICO MORRE EM JOGO DO PARAIBANO[10]

Na partida entre Santa Cruz e Auto Esporte, mais uma vez realizado no Estádio da Graça, o médico convocado para ir ao jogo faltou. O mandante da partida, o Santa, conseguiu às pressas um “médico reserva” que pudesse ir ao jogo: Dorivaldo Pereira. Ele chegou ao campo com uma hora de atraso, sendo aplaudido pelo público, e o jogo finalmente pôde começar. Três minutos depois ele passou mal, teve uma embolia pulmonar e acabou morrendo no caminho do hospital. O jogo foi cancelado.

  • 10 - TORCEDOR MORRE AO CAIR EM FOSSO[11]

No dia 9 de março, no jogo entre Auto Esporte e Sousa, o torcedor automobilista Tibério Barreto caiu no fosso do Estádio Almeidão, no momento em que comemorava um gol de seu time do coração, que empatara a partida aos 46 minutos do 2º tempo, fazendo 1 a 1. Ele acabou morrendo poucas horas depois.

Classificação e Resultados (1ª Fase)[editar | editar código-fonte]

Desempenho por rodada[editar | editar código-fonte]

Clubes que lideraram ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14
AUT CAM AUT CSP SOU CAM SOU AUT CSP

Clubes que ficaram na última posição ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14
AJZ SPORT CAMPINA

Classificação e Resultados (2ª Fase)[editar | editar código-fonte]

Desempenho por rodada[editar | editar código-fonte]

Clubes que lideraram o campeonato ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14
SOU TRZ SOU CAM AJZ BOT CAM SOU CAM

Clubes que ficaram na última posição ao final de cada rodada:

Rodadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14
STC AUT STC

Fase Final[editar | editar código-fonte]

  Semifinais Final
                     
 Bandeira de João Pessoa.svg Botafogo PB 2 3 5  
 Bandeira de João Pessoa.svg CSP 1 1 2  
   Bandeira de João Pessoa.svg Botafogo PB 3 0 3
   Flag campina grande.svg Campinense 0 0 0
 Flag campina grande.svg Campinense 2 1 3
 Bandeira de João Pessoa.svg Auto Esporte 0 2 2

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Paraibano de 2014
Botafogo Futebol Clube (PB).png
Botafogo-PB
Campeão
(27º título)

Classificação Final[editar | editar código-fonte]

Classificação Geral
Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG % Classificação ou eliminação
1 Botafogo-PB 37 18 11 4 3 34 16 18 68.5 Série C 2014, Copa do Nordeste 2015 e Copa do Brasil 2015
2 Campinense 58 32 16 10 6 55 28 27 60.4 Série D 2014 e Copa do Nordeste 2015
3 Auto Esporte-PB 47 30 14 5 11 44 36 8 52.2 Eliminados nas Semi-finais
4 CSP 43 30 12 7 11 54 45 9 47.7
5 Sousa 53 28 14 11 3 48 30 18 63.1 Eliminados na Primeira Fase
6 Atlético Cajazeirense 32 28 9 5 14 39 54 -15 38.1
7 Treze 22 14 6 4 4 22 14 8 52.4
8 Santa Cruz PB 22 28 6 4 18 38 59 -21 26.2
9 Queimadense 10 14 1 7 6 9 17 -8 23.8 Rebaixados para a Segunda Divisão de 2015
10 Sport Campina 1 14 0 1 13 10 54 -44 2.4

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Encerrado às 19:00 (GMT-3) em 29 de junho de 2014.[12]

Seleção do Campeonato[editar | editar código-fonte]

Soccer.Field Transparant.png

Gilson
Treze FC.png
Gustavo
Distintivo-do-Auto-Esporte-PB.gif
Magno Alves
Botafogo Futebol Clube (PB).png
Ítallo
Campinense.png
Badé
Campinense.png
Lenílson
Botafogo Futebol Clube (PB).png
Zaquel
Botafogo Futebol Clube (PB).png
Doda
Botafogo Futebol Clube (PB).png
Jônatas
Escudo CSP.jpeg
Carlinhos
Santa-cruz-rec-santa-rita.png
Frontini
Botafogo Futebol Clube (PB).png
Seleção do Campeonato Paraibano 2014
Prêmios
Time

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]