Campeonato Brasileiro de Futebol de 2014 - Série C

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Evento desportivo atual
Este artigo ou seção é sobre um evento desportivo atual.
A informação apresentada poderá mudar rapidamente. Editado pela última vez em 31 de julho de 2014.
Campeonato Brasileiro de 2014 - Série C
Brasileirão 2014 - Série C
Brasil
Dados
Participantes 20
Organização CBF
Período 26 de abril23 de novembro
Gol(o)s 170
Jogos 80
Média 2,13 gol(o)s por partida
Melhor marcador Ytalo (Guaratinguetá) – 6 gols
Maior goleada
(diferença)
Guarani São Paulo 1–5 São Paulo Guaratinguetá
Estádio Décio VittaAmericana
26 de maio, Grupo B
◄◄ 2013 Soccerball.svg 2015 ►►
atualizado em 28 de julho.

A Série C do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2014, é uma competição equivalente à terceira divisão do futebol do Brasil. Contando como a 25ª edição da história, está sendo disputada por 20 clubes, onde os quatro mais bem colocados terão acesso à Série B de 2015 e os dois últimos colocados de cada grupo na primeira fase serão rebaixados à Série D de 2015.

Os jogos terão uma pausa durante a Copa do Mundo de 2014, que será realizada entre junho e julho no Brasil. A competição terá seis rodadas disputadas antes da paralisação.[1]

Formato e regulamento[editar | editar código-fonte]

A edição de 2014 mantém o formato em vigor desde 2012, onde os clubes participantes foram inicialmente divididos em dois grupos de 10 clubes, com os quatro melhores de cada grupo avançando para a fase eliminatória, começando a partir das quartas-de-final. Os quatro semifinalistas serão promovidos para a Série B de 2015.[2]

Em janeiro, a diretoria do Fortaleza sugeriu um novo modelo para a Série C: disputa por pontos corridos, nos mesmos moldes das Séries A e B.[3] A CBF mostrou-se reticente à mudança e, no dia 20 de fevereiro, divulgou uma tabela mantendo o formato da edição anterior.[4]

Critérios de desempate[editar | editar código-fonte]

Caso haja empate de pontos entre dois ou mais clubes, os critérios de desempate serão aplicados na seguinte ordem:[2]

  1. Número de vitórias
  2. Saldo de gols
  3. Gols marcados
  4. Confronto direto
  5. Número de cartões vermelhos
  6. Número de cartões amarelos
  7. Sorteio

Transmissão[editar | editar código-fonte]

A TV Brasil (em conjunto e/ou coprodução com as emissoras da Rede Pública de Televisão) transmite o torneio pela segunda vez seguida com exclusividade dentre as emissoras generalistas. Serão no máximo, duas partidas por rodada. Além da TV Brasil, o SporTV (canal de esportes da Globosat) também transmite o torneio na TV por assinatura. A TV Ceará (emissora afiliada a TV Brasil no estado do Ceará) e a TV Diário, também transmitem a competição, mas somente os jogos em que envolvam o Fortaleza.[5] [6]

Pelo primeiro ano, o Esporte Interativo também tem os direitos de transmissão da Série C, sendo que a emissora pode transmitir no máximo dois jogos por rodada.[7]

Participantes[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro de Futebol de 2014 - Série C (Brasil)
Blue pog.svg
Blue pog.svg
Localização dos times por Estado.
Blue pog.svg Grupo A; Red pog.svg Grupo B.
Equipe Cidade Estado Em 2013 Estádio Capacidade[8] Títulos
Águia de Marabá Marabá Pará PA 11º Zinho de Oliveira 5 000 0 (não possui)
ASA Arapiraca Alagoas AL 20º (Série B) Fumeirão 12 000[9] 0 (não possui)
Botafogo-PB João Pessoa Paraíba PB 1º (Série D) Almeidão 19 000 0 (não possui)
Caxias Caxias do Sul Rio Grande do Sul RS Centenário 30 822 0 (não possui)
CRAC[a] Catalão Goiás GO 18º Genervino da Fonseca 8 487 0 (não possui)
CRB Maceió Alagoas AL 10° Rei Pelé 17 126 0 (não possui)
Cuiabá Cuiabá Mato Grosso MT 12º Arena Pantanal 42 968 0 (não possui)
Duque de Caxias Duque de Caxias Rio de Janeiro RJ 15º Marrentão 3 334 0 (não possui)
Fortaleza Fortaleza Ceará CE Presidente Vargas 20 268 0 (não possui)
Guarani Campinas São Paulo SP 14° Brinco de Ouro 29 130 0 (não possui)
Guaratinguetá Guaratinguetá São Paulo SP 17º (Série B) Ninho da Garça 16 095 0 (não possui)
Juventude Caxias do Sul Rio Grande do Sul RS 2º (Série D) Alfredo Jaconi 23 726 0 (não possui)
Macaé Macaé Rio de Janeiro RJ Moacyrzão 15 000 0 (não possui)
Madureira Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 16º Conselheiro Galvão 4 272 0 (não possui)
Mogi Mirim Mogi Mirim São Paulo SP 13º Vail Chaves 19 900 0 (não possui)
Paysandu Belém Pará PA 18º (Série B) Curuzu 16 200 0 (não possui)
Salgueiro Salgueiro Pernambuco PE 4º (Série D) Salgueirão 11 000 0 (não possui)
São Caetano São Caetano do Sul São Paulo SP 19º (Série B) Anacleto Campanella 16 744 0 (não possui)
Treze Campina Grande Paraíba PB Amigão 19 000 0 (não possui)
Tupi Juiz de Fora Minas Gerais MG 3º (Série D) Helenão 10 000[10] 0 (não possui)

Estádios[editar | editar código-fonte]

Questões judiciais[editar | editar código-fonte]

Exclusão do Ipatinga[editar | editar código-fonte]

No dia 6 de março, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva determinou a suspensão das tabelas das séries C e D até que os imbróglios jurídicos que interferiam na temporada anterior fossem resolvidos.[12] Porém, nove dias depois, a Confederação Brasileira de Futebol confirmou mais uma vez a tabela, desta vez colocando a participação do Ipatinga "sub judice".[13]

No dia 31 de março de 2014, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais suspendeu a decisão que impedia a CBF de punir o Ipatinga e o clube mineiro foi rebaixado à Série D.[14] [15] Brasiliense (melhor colocado entre os rebaixados da Série C de 2013), Tiradentes (5º colocado da Série D de 2013) e Metropolitano (time que fez a melhor campanha unicamente nas quartas-de-final da Série D de 2013) tentaram participar da competição no lugar do clube mineiro,[16] mas, no dia 17 de abril, o STJD deferiu liminar a favor do CRAC e o time goiano ganhou a vaga na Série C por ter sido o melhor rebaixado no grupo do Betim em 2013.[11]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1 Ceará Fortaleza 16 8 4 4 0 7 3 +4 Zona de classificação à próxima fase
2 Alagoas CRB 12 8 3 3 2 10 7 +3
3 Mato Grosso Cuiabá 11 8 3 2 3 12 9 +3
4 Paraíba Botafogo-PB 11 8 2 5 1 12 12 0
5 Paraíba Treze 10 8 2 4 2 10 10 0
6 Pernambuco Salgueiro 10 8 2 4 2 9 11 –2
7 Alagoas ASA 9 8 2 3 3 6 6 0
8 Pará Paysandu 8 8 2 2 4 8 11 –3
9 Goiás CRAC 71 8 2 4 2 10 11 –1 Zona de rebaixamento à Série D de 2015
10 Pará Águia de Marabá 7 8 2 1 5 9 13 –4

1O CRAC foi punido pelo STJD com a perda de três pontos por escalação de jogador irregular.[17] [18]

Confrontos[editar | editar código-fonte]

  AGM ASA BOT CRAC CRB CUI FOR PAY SAL TRE
Águia de Marabá 0–2 2–1 3–0 2–2
ASA 3–1 1–1 0–1 1–0 R-9
Botafogo-PB R-9 2–0 1–4 2–2 3–2
CRAC 2–1 0–0 2–2 0–0
CRB 2–3 0–0 2–2 3–0
Cuiabá 3–1 R-9 3–2 0–0 0–0
Fortaleza 1–0 0–0 0–0 2–1
Paysandu 2–0 1–0 1–1 R-9 1–2
Salgueiro 1–0 2–2 0–1 2–1 R-9
Treze 1–1 1–0 1–1 3–0

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1 Rio Grande do Sul Caxias 15 8 4 3 1 11 5 +6 Zona de classificação à próxima fase
2 São Paulo Mogi Mirim 14 8 4 2 2 10 6 +4
3 Rio de Janeiro Macaé 14 8 4 2 2 9 9 0
4 São Paulo Guaratinguetá 12 8 3 3 2 14 7 +7
5 Minas Gerais Tupi 12 8 3 3 2 7 8 –1
6 Rio Grande do Sul Juventude 12 8 3 3 2 6 7 –1
7 Rio de Janeiro Madureira 11 8 3 2 3 7 5 +2
8 São Paulo Guarani 10 8 2 4 2 6 8 –2
9 São Paulo São Caetano 5 8 1 2 5 4 9 –5 Zona de rebaixamento à Série D de 2015
10 Rio de Janeiro Duque de Caxias 2 8 0 2 6 3 13 –10

Confrontos[editar | editar código-fonte]

  CAX DCA GUA GTA JUV MAC MAD MOG SCA TUP
Caxias 3–0 0–0 R-9 1–0 2–0
Duque de Caxias 0–2 0–1 1–2 1–1
Guarani 1–1 1–5 1–0 1–1
Guaratinguetá 2–2 1–1 4–1 0–0
Juventude 0–0 0–2 0–2 1–0
Macaé 1–0 2–2 2–1 1–0
Madureira 0–1 2–0 R-9 0–1 1–0
Mogi Mirim 0–0 1–0 R-9 1–1 3–0
São Caetano R-9 1–0 1–2 1–2 1–1
Tupi 2–1 R-9 1–0 1–1 1–0

Desempenho por rodada[editar | editar código-fonte]

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Gols[19] Jogador Time
6 Brasil Ytalo Guaratinguetá
4 Brasil Aleilson Águia de Marabá
Brasil Jonatas Belusso Treze
Brasil Nino Guerreiro CRAC

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro 2014
Série C
Brasil
A definir
Campeão
(1º título)

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

Esses são os dez maiores públicos do Campeonato:

Público[PP] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 19 958 Fortaleza Ceará 0–0 Paraíba Botafogo-PB Castelão 26 de julho [20]
2 16 712 Paysandu Pará 1–2 Ceará Fortaleza Mangueirão 31 de maio [21]
3 13 658 Cuiabá Mato Grosso 3–2 Pará Paysandu Arena Pantanal 20 de julho [22]
4 9 859 Fortaleza Ceará 1–0 Pará Águia de Marabá Presidente Vargas 12 de maio [23]
5 9 599 Botafogo-PB Paraíba 3–2 Paraíba Treze Almeidão 26 de abril [24]
6 8 071 Salgueiro Pernambuco 2–2 Goiás CRAC Cornélio de Barros 20 de julho [25]
7 7 099 Salgueiro Pernambuco 0–1 Ceará Fortaleza Cornélio de Barros 28 de abril [26]
8 7 074 ASA Alagoas 0–1 Alagoas CRB Fumeirão 7 de junho [27]
9 7 069 Salgueiro Pernambuco 1–0 Alagoas ASA Cornélio de Barros 1 de junho [28]
10 7 055 Salgueiro Pernambuco 2–1 Pará Paysandu Cornélio de Barros 19 de maio [29]
  • PP. ^ Considera-se apenas o público pagante

Menores públicos[editar | editar código-fonte]

Esses são os dez menores públicos do Campeonato:[PF]

Público[PP] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 19 Cuiabá Mato Grosso 0–0 Pernambuco Salgueiro Passo das Emas 25 de maio [30]
2 50 Cuiabá Mato Grosso 3–1 Goiás CRAC Passo das Emas 27 de abril [31]
3 55 Cuiabá Mato Grosso 0–0 Paraíba Treze Passo das Emas 11 de maio [32]
4 105 Madureira Rio de Janeiro 0–1 Rio de Janeiro Macaé Conselheiro Galvão 17 de maio [33]
5 122 Madureira Rio de Janeiro 0–1 Rio Grande do Sul Caxias Conselheiro Galvão 19 de julho [34]
6 132 CRB Alagoas 0–0 Pará Paysandu Gerson Amaral 3 de maio [35]
7 133 CRB Alagoas 2–3 Goiás CRAC Gerson Amaral 11 de maio [36]
8 136 Madureira Rio de Janeiro 2–0 Rio de Janeiro Duque de Caxias Conselheiro Galvão 26 de abril [37]
9 150 Duque de Caxias Rio de Janeiro 1–2 São Paulo Mogi Mirim Marrentão 3 de maio [38]
10 152 Duque de Caxias Rio de Janeiro 1–1 Minas Gerais Tupi Los Larios 26 de julho [39]

Mudança de técnicos[editar | editar código-fonte]

Clube Antecessor Motivo Data Última partida Rod. Pos. Sucessor Ref.
Paraíba Treze Brasil Leandro Sena Demitido 5 de maio Treze 1–1 ASA 8° (Grupo A) Brasil Givanildo Oliveira [40]
Goiás CRAC Brasil Zé Roberto Resignado 6 de maio CRAC 2–2 Botafogo-PB 9° (Grupo A) Brasil Moisés Egert[a1] [41] [42]
Rio de Janeiro Duque de Caxias Brasil Eduardo Allax Resignado 13 de maio Duque de Caxias 0–1 Juventude 10° (Grupo B) Brasil Bruno Quadros[a2] [43] [44]
Alagoas CRB Brasil Eduardo Souza Demitido 18 de maio Botafogo-PB 2–0 CRB 9° (Grupo A) Brasil Ademir Fonseca [45]
Pará Águia de Marabá Uruguai Darío Pereyra Demitido 30 de maio ASA 3–1 Águia de Marabá 9° (Grupo A) Brasil Everton Goiano[a3] [46] [47]
São Paulo Mogi Mirim Brasil Márcio Goiano Demitido 1 de junho Caxias 1–0 Mogi Mirim 1° (Grupo B) Brasil Claudinho Batista [48] [49]
São Paulo São Caetano Brasil Vílson Taddei Demitido 2 de junho São Caetano 1–2 Juventude 9° (Grupo B) Brasil Paulo Roberto [50] [51]
Pará Paysandu Brasil Mazola Júnior Resignado 11 de junho Remo 0–2 Paysandu[a4] 5° (Grupo A) Brasil Vica [52] [53]
Rio Grande do Sul Juventude Brasil Roger Machado Demitido 28 de julho Juventude 0–2 Madureira 6° (Grupo B) Brasil Picoli [54] [55]
Notas
  • A1. ^ Dênis Silva dirigiu o time interinamente na 3ª rodada.[56]
  • A2. ^ Moura Ribeiro dirigiu o time interinamente da 4ª a 6ª rodada.[57]
  • A3. ^ João Galvão dirigiu o time interinamente na 6ª rodada.[46]
  • A4. ^ Partida válida pelo Campeonato Paraense.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Com Estaduais reduzidos e pausa da Copa, CBF divulga calendário de 2014. Terra (20 de setembro de 2013). Página visitada em 23 de abril de 2014.
  2. a b Campeonato Brasileiro da Série C de 2014 – Regulamento específico da competição. CBF (25 de fevereiro de 2014). Página visitada em 23 de abril de 2014.
  3. Fortaleza propõe Série C por pontos corridos, mas CBF vê 'impedimentos'. GloboEsporte.com (15 de janeiro de 2014). Página visitada em 14 de fevereiro de 2014.
  4. CBF divulga tabela da Série C e inclui Betim após liminar do clube mineiro. GloboEsporte.com (20 de fevereiro de 2014). Página visitada em 8 de março de 2014.
  5. Eliomar de Lima (12 de maio de 2014). TVC transmite Fortaleza x Águia de Marabá, mesmo com jogo no PV. Blog do Eliomar. Página visitada em 28 de maio de 2014.
  6. Roberto Moreira (12 de maio de 2014). TV Diário vai continuar transmitindo jogos do Fortaleza pela série “C” fora do Ceará. Diário do Nordeste. Página visitada em 28 de maio de 2014.
  7. Esporte Interativo anuncia que irá transmitir jogos da Série C. O Povo (3 de abril de 2014). Página visitada em 23 de abril de 2014.
  8. CNEF Cadastro Nacional de Estádios de Futebol (PDF) (em português). agenciach.com.br (23 de agosto de 2013). Página visitada em 29 de julho de 2014.
  9. Agremiação Sportiva Arapiraquense. Federação Alagoana de Futebol. Página visitada em 29 de julho de 2014.}
  10. Situação dos Estádios 2014. Federação Mineira de Futebol. Página visitada em 29 de julho de 2014.
  11. a b STJD defere liminar que reconhece o direito do CRAC de disputar a Série C. CBF.com.br (18 de abril de 2014). Página visitada em 18 de abril de 2014.
  12. STJD determina suspensão das tabelas das Séries C e D. Paraná-Online (6 de março de 2014). Página visitada em 8 de março de 2014.
  13. CBF detalha tabela da Série C e confirma Betim na competição. GloboEsporte.com (15 de março de 2014). Página visitada em 16 de março de 2014.
  14. Em novo capítulo de briga judicial, Betim é rebaixado para a Série D. GloboEsporte.com (31 de março de 2014). Página visitada em 6 de abril de 2014.
  15. Betim E. C. rebaixado à Série D. CBF (31 de março de 2014). Página visitada em 6 de abril de 2014.
  16. Metropolitano, Tiradentes e Brasiliense lutam por vaga na Série C no tapetão. FutebolInterior (4 de abril de 2014). Página visitada em 6 de abril de 2014.
  17. Resultado dos processos julgados na sessão de instrução e julgamento realizada em 03 de junho de 2014 – Processo Nº 055/2014. CBF.com.br (3 de junho de 2014). Página visitada em 7 de junho de 2014.
  18. Crac é punido por escalar jogador irregular e perde três pontos. FutebolInterior.com.br (3 de junho de 2014). Página visitada em 7 de junho de 2014.
  19. Campeonato Brasileiro de Futebol - Série C – Gols Pro. CBF. Página visitada em 1 de junho de 2014.
  20. Fortaleza 0×0 Botafogo-PB – Nada Belo…. O Povo (26 de julho de 2014). Página visitada em 28 de julho de 2014.
  21. Fortaleza vence Paysandu em Belém e se mantém na liderança da Série C. GloboEsporte.com (31 de maio de 2014). Página visitada em 1 de junho de 2014.
  22. apão reage no fim, mas Dourado vence. FutebolInterior.com.br (20 de julho de 2014). Página visitada em 21 de julho de 2014.
  23. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Fortaleza 1x0 Águia. CBF.com.br (13 de maio de 2014). Página visitada em 13 de maio de 2014.
  24. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Botafogo-PB 3x2 Treze. CBF.com.br (26 de abril de 2014). Página visitada em 2 de maio de 2014.
  25. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Salgueiro 2x2 CRAC. CBF.com.br (22 de julho de 2014). Página visitada em 22 de julho de 2014.
  26. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Salgueiro 0x1 Fortaleza. CBF.com.br (28 de abril de 2014). Página visitada em 2 de maio de 2014.
  27. Boletim Financeiro Oficial da CBF: ASA 0x1 CRB. CBF.com.br (7 de junho de 2014). Página visitada em 9 de junho de 2014.
  28. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Salgueiro 1x0 ASA. CBF.com.br (1 de junho de 2014). Página visitada em 7 de junho de 2014.
  29. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Salgueiro 2x1 Paysandu. CBF.com.br (19 de maio de 2014). Página visitada em 21 de maio de 2014.
  30. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Cuiabá 0x0 Salgueiro. CBF.com.br (25 de maio de 2014). Página visitada em 25 de maio de 2014.
  31. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Cuiabá 3x1 CRAC. CBF.com.br (27 de abril de 2014). Página visitada em 2 de maio de 2014.
  32. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Cuiabá 0x0 Treze. CBF.com.br (11 de maio de 2014). Página visitada em 13 de maio de 2014.
  33. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Madureira 0x1 Macaé. CBF.com.br (17 de maio de 2014). Página visitada em 19 de maio de 2014.
  34. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Madureira 0x1 Caxias. CBF.com.br (22 de julho de 2014). Página visitada em 22 de julho de 2014.
  35. Boletim Financeiro Oficial da CBF: CRB 0x0 Paysandu. CBF.com.br (3 de maio de 2014). Página visitada em 6 de maio de 2014.
  36. Boletim Financeiro Oficial da CBF: CRB 2x3 CRAC. CBF.com.br (11 de maio de 2014). Página visitada em 13 de maio de 2014.
  37. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Madureira 2x0 Duque de Caxias. CBF.com.br (26 de abril de 2014). Página visitada em 2 de maio de 2014.
  38. Boletim Financeiro Oficial da CBF: Duque de Caxias 1x2 Mogi Mirim. CBF.com.br (3 de maio de 2014). Página visitada em 6 de maio de 2014.
  39. FICHA TÉCNICA: DUQUE DE CAXIAS 1X1 TUPI (MG). Duque de Caxias Futebol Clube (26 de julho de 2014). Página visitada em 28 de julho de 2014.
  40. Treze muda de técnico na véspera de viagem ao Rio para encarar o Vasco. GloboEsporte.com (5 de maio de 2014). Página visitada em 6 de maio de 2014.
  41. Zé Roberto não é mais o treinador do Crac. CracNet.com.br (6 de maio de 2014). Página visitada em 7 de maio de 2014.
  42. Crac acerta com o técnico Moisés Egert. FutebolInterior.com.br (12 de maio de 2014). Página visitada em 12 de maio de 2014.
  43. Duque de Caxias comunica a saída de Eduardo Allax. SouDuque.com.br (13 de maio de 2014). Página visitada em 14 de maio de 2014.
  44. Duque de Caxias anuncia Bruno Quadros como novo técnico. FutebolInterior.com.br (4 de julho de 2014). Página visitada em 8 de julho de 2014.
  45. Diretoria do CRB troca o treinador Eduardo Souza por Ademir Fonseca. GloboEsporte.com (18 de maio de 2014). Página visitada em 19 de maio de 2014.
  46. a b Darío Pereyra é demitido do Águia, e João Galvão assume interinamente. GloboEsporte.com (30 de maio de 2014). Página visitada em 30 de maio de 2014.
  47. Águia anuncia Everton Goiano. FutebolInterior.com.br (6 de junho de 2014). Página visitada em 7 de junho de 2014.
  48. Rivaldo manda técnico Márcio Goiano embora para conter gastos. FutebolInterior.com.br (1 de junho de 2014). Página visitada em 1 de junho de 2014.
  49. Mogi volta para a rede, anuncia Claudio Batista como interino e renovações de atletas. FutebolInterior.com.br (26 de junho de 2014). Página visitada em 26 de junho de 2014.
  50. Após nova derrota, São Caetano acerta saída de Vilson Tadei. FutebolInterior.com.br (2 de junho de 2014). Página visitada em 2 de junho de 2014.
  51. Paulo Roberto é o novo técnico do São Caetano. Diário do Grande ABC (3 de junho de 2014). Página visitada em 8 de junho de 2014.
  52. Mazola pede demissão por problemas familiares; Papão busca novo técnico. GloboEsporte.com (11 de junho de 2014). Página visitada em 11 de junho de 2014.
  53. Paysandu confirma contratação de Vica, que manda recado ao torcedor. GloboEsporte.com (18 de junho de 2014). Página visitada em 18 de junho de 2014.
  54. Após segunda derrota consecutiva, Roger Machado deixa o Juventude. GloboEsporte.com (28 de julho de 2014). Página visitada em 28 de julho de 2014.
  55. Picoli aceita proposta do Juventude e deixa comando da Ferroviária. GloboEsporte.com (30 de julho de 2014). Página visitada em 31 de julho de 2014.
  56. Mantido na Série C, Crac desafia a força do CRB no interior de Alagoas. GloboEsporte.com (11 de maio de 2014). Página visitada em 18 de maio de 2014.
  57. Duque contrata ex-São Paulo e confirma Moura como interino. FutebolInterior.com.br (16 de maio de 2014). Página visitada em 16 de maio de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Série C 2013
1 de junho1 de dezembro
Série C 2014
26 de abril23 de novembro
Sucedido por
Série C 2015
maio – novembro