Associação Atlética Aparecidense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Aparecidense
Associação Atlética Aparecidense.jpg
Nome Associação Atlética Aparecidense
Alcunhas A.A.A.
Mascote Camaleão
Fundação 22 de outubro de 1985 (28 anos)
Estádio Estádio Anníbal Batista de Toledo
Capacidade 8.000 pessoas
Localização Brasão de Aparecida de Goiânia.jpg Aparecida de Goiânia, Goiás GO,  Brasil
Presidente Brasil Wilson Queiroz
Treinador Brasil Wladmir Araújo
Patrocinador Brasil Cristal Alimentos
Brasil Motobraz
Brasil Luztol
Brasil Atacadista JC
Brasil Prefeitura Municipal de Aparecida de Goiânia
Material esportivo Brasil Super Bolla
Competição Goiás Campeonato Goiano
Brasil Campeonato Brasileiro
Goiás1D 2014 6° colocado
Goiás1D 2013
Brasil D 2013
4º colocado
13° colocado
Goiás1D 2012
Brasil D 2012
6° colocado
22° colocado
Ranking nacional 143º lugar, 260 pontos
Kit left arm.png Kit body aparecidense13h.png Kit right arm.png
Kit shorts aparcidense13h.png
Kit socks.png
Uniforme
titular
Kit left arm.png Kit body aparecidense13a.png Kit right arm.png
Kit shorts aparcidense13a.png
Kit socks.png
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Associação Atlética Aparecidense é um clube brasileiro de futebol sediado na cidade de Aparecida de Goiânia, no estado de Goiás. Últimamente vem sendo chamado de "Goiás B", devido a parceria com o clube esmeraldino, que empresta jogadores jovens que estão sem espaço na equipe principal. O seu rival local é o Aparecida.

História[editar | editar código-fonte]

Apesar de ter sido fundado em 22 de outubro de 1985, o time azul e branco se profissionaliza apenas em 1992, disputando a Segunda Divisão Goiana. Em 1995, conquista o Vice-Campeonato Goiano da Segunda Divisão, vencido pelo Bom Jesus, conquistando assim a vaga na Primeira Divisão.

Penúltimo colocado no Estadual de 1997, o Aparecidense seria rebaixado para a Segunda Divisão, mas acaba não disputando.

Retorna à Segundona em 1999. Neste ano, foram promovidos 8 clubes, com o Aparecidense ficando em quinto, mas o clube pede licenciamento à FGF. Retorna em 2002, tornando-se o primeiro Campeão da Terceira Divisão Goiana. Logo após o término do torneio, o clube disputou a Segunda Divisão.

Novamente fica com o vice da Segundona em 2004 e conquista o acesso, em um quadrangular final conquistado pelo Mineiros.

Em 2007, o time desiste da disputa do Campeonato Goiano, é rebaixado, e cede o lugar para a Canedense.

Em 2008, mais um acesso (e mais um vice campeonato), em quadrangular final vencido pelo Santa Helena.

Em 2009, a AAA fica em último lugar na competição e é novamente rebaixado.

Em 2010, juntamente com o apoio do prefeito Maguito Vilela, a AAA iniciou a disputa do Campeonato Goiano da Segunda Divisão e após o título conquistado voltou novamente fazer parte da elite do futebol goiano. Time Base: Flávio Mendes, Leonardy, João Paulo, Robson e Rodrigo Miranda; Giovane, Lusmar, Fabinho e Lindomar; Sandro Goiano e Diego Lira.

Em 2011, novamente com o apoio do empresariado local e da Prefeitura Municipal de Aparecida de Goiânia, a AAA no retorno a elite do futebol goiano fez bonito terminando na sexta colocação, tendo realizado grandes jogos. Time Base: Flávio Mendes; Leonardy, Preto Marabá, Martony, Robson e Xavier; Maurinho, Evandro e Washington; Diego Lira e Éder.

Em 2012, com um time que contava com os experientes Alex Dias (Ex- Vasco, São Paulo, PSG) e Ze Carlos (Ex Corinthians, Botafogo-RJ e Goiás), fez uma bela campanha no Campeonato Goiano, onde brigou até na última rodada por uma das quatro vagas do quadrangular final. O ano de 2012 foi um ano histórico para o clube, no qual pela primeira vez disputou um campeonato organizado pela Confederação Brasileira de Futebol, levando o nome da cidade de Aparecida de Goiânia por todo o Brasil na Série D do Campeonato Brasileiro.

Em 2013, o clube mantém parceria com o Goiás Esporte Clube, que vai ceder jogadores que não são aproveitados para que a Aparecidense possa formar seu elenco para a disputa do Campeonato Goiano e Campeonato Brasileiro da Série D.

O clube ganhou notoriedade nacional e internacional após lance polêmico durante o segundo jogo das oitavas-de-final do Brasileirão-Série D, contra o Tupi. A equipe do Aparecidense se classificava com o placar de 2 x 2 até os 44 minutos do segundo tempo, quando o jogador Ademilson do Tupi chuta bola ao gol. A bola já ia entrar, até que o massagista Esquerdinha invade o campo, e tira o gol. No rebote, nova chance pro Tupi, mas novamente o massagista salva.[1] O lance causou indignação no jogadores, comissão técnica e torcedores do Tupi, que correram atrás de Esquerdinha para linchá-lo. Ele conseguiu correr até o vestiário e se esconder. Após cerca de 20 minutos de paralisação, o jogo foi reiniciado. O jogo teve mais 5 minutos, e terminou em 2 x 2, classificando o Aparecidense. O resultado gerou revolta nos dirigentes do Tupi, que entraram com recurso para anulação da partida, e desclassificação do Aparecidense por conduta anti-desportiva.[2]

No dia 16 de setembro, por 4 votos a 1, o STJD desclassificou o Aparecidense do campeonato, que recorreu, mas por unanimidade a apelação foi rejeitada 10 dias depois, sacramentando assim a classificação do Tupi e a eliminação da equipe. O massagista ainda foi multado em 500 reais e suspenso por 24 jogos.[3]

Torcida[editar | editar código-fonte]

A Aparecidense conta com uma média de torcedores regular no campeonato goiano que não passa de 1.050 pagantes, o clube tem dificuldades por ficar em uma cidade muito próxima da capital então a população na maioria das vezes torce para outros times como Goiás, Vila Nova e Atlético.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
Goiás Segunda Divisão 1 2010
Goiás Terceira Divisão 1 2002
Goiás Sub-17 1 2014

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Estádio[editar | editar código-fonte]

Manda seus jogos no Estádio Annibal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia, com capacidade para abrigar 8.000 torcedores.

Hino[editar | editar código-fonte]

É o azul e branco, que faz meu coração bater,
Pela Aparecidense que nasceu pra vencer !!!!!!!

É o azul e branco, que faz meu coração bater,
Pela Aparecidense que nasceu pra vencer !!!!!!!

Desde l985 a Aparecidense faz parte da nossa vida,
É o orgulho da Cidade, de Aparecida,

É garra é amor é a nossa emoção, sou Aparecidense
de coração !!!!!!

É garra é amor é a nossa emoção, sou Aparecidense
de coração !!!!!!

Rolando de pé em pé,
a gente chega junto com a Aparecidense,
onde o azul e branco estiver !!!!!!!

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Listagem oficial do clube até o momento.

Atualizado em 25 de Novembro de 2012.

Legenda
  • Capitão: Capitão
  • Jogador Lesionado: Jogador contundido
  • Suspenso.: Jogador Suspenso


Goleiros
Jogador
Brasil Pedro Henrique Vindo de Empréstimo
Brasil Carlão
Brasil Wallace Vindo de Empréstimo
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Helder Vindo de Empréstimo Z
Brasil Nelinho Z
Brasil Murilo Z
Brasil Henrique Vindo de Empréstimo Z
Brasil Marcio Santos Z
Brasil Eduardo Arroz LD
Brasil Leonardy LD
Brasil Anderson Paim LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Jeferson V
Brasil Johnathan V
Brasil Abuda Vindo de Empréstimo V
Brasil Danilo V
Brasil Fabinho V
Brasil Renato Xavier V
Brasil Leo Mineiro M
Brasil Washington M
Brasil Raphael Luz M
Brasil Robert Vindo de Empréstimo M
Brasil Clayton Vindo de Empréstimo M
Atacantes
Jogador
Brasil Diego Lira
Brasil Tiago Cavalcanti
Brasil Tardelly Vindo de Empréstimo
Brasil Dodo Vindo de Empréstimo
Brasil Rodriguinho
Brasil Guilherme
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Karmino Colombini T

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.