Dražan Jerković

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde julho de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Dražan Jerković
Drazan Jerkovic.JPG
Informações pessoais
Data de nasc. 8 de Agosto de 1936
Local de nasc. Šibenik, Flag of the Kingdom of Yugoslavia.svg Iugoslávia
Falecido em 9 de dezembro de 2008 (72 anos)
Local da morte Zagreb, Croácia Croácia
Informações profissionais
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1954-1965
1966
Jugoslávia Dínamo Zagreb
Bélgica La Gantoise
315 (300)
3 (1)
Seleção nacional
1960-1965 Jugoslávia Iugoslávia 21 (11)
Times que treinou
1966-1972
1971
1972-1974
1974-1975
1975-1976
1976-1982
1990-1992
Jugoslávia Dínamo Zagreb
Jugoslávia Iugoslávia
Áustria Klagenfurt
Áustria Villach
Jugoslávia Dínamo Vinkovci
Jugoslávia Zagreb
Croácia Croácia

Dražan Jerković (Šibenik, 8 de agosto de 1936 - Zagreb, 9 de dezembro de 2008) foi um jogador e técnico de futebol croata. Seu nome costumava ser grafado incorretamente como Dražen.

Carreira em clubes[editar | editar código-fonte]

Atacante, foi um dos maiores artilheiros do Leste Europeu. Pelo Dínamo Zagreb, clube onde iniciou em 1954 sua carreira e onde ficaria por onze anos, marcou incríveis 300 gols em 315 jogos. Repetidas lesões fizeram-no ter de parar antes dos trinta anos, em 1965, quando acabara de chegar no La Gantoise, da Bélgica - a Iugoslávia, sendo um país comunista não-alinhado com a União Soviética, permitia que seus jogadores atuassem na Europa Ocidental, capitalista. Naquele ano despedira-se do Dínamo, com a conquista de uma Copa da Iugoslávia. Conquistara o campeonato iugoslavo de 1958.

Seleção[editar | editar código-fonte]

Pela Iugoslávia, fora à Copa do Mundo de 1958, mas só jogaria pelo país a partir de 1960, quando participou no vice-campeonato da primeira Eurocopa. Nas semifinais, marcou dois gols contra a França, na vitória por 5 x 4. Dois anos depois, na Copa do Mundo do Chile, foi o artilheiro isolado do Mundial com cinco gols (feito reconhecido apenas nos anos 90), na melhor campanha da Iugoslávia em Copas, quando terminou na quarta colocação. Deixaria de jogar pela seleção em 1964. No total, marcou 11 gols em 21 partidas pelo país, tendo média superior a um gol a cada dois jogos.

Curiosamente, antes de jogar pela Iugoslávia, chegou a atuar pela Croácia, quando uma equipe da república iugoslava foi formada para um amistoso contra a Indonésia, em 1956.

Técnico[editar | editar código-fonte]

Da Seleção Croata também foi o primeiro técnico desta, quando o país declarou sua independência. Jerković ficou no cargo de 1990 a 1992. Treinara também a Seleção Iugoslava em 1971, comandando o selecionado no título do Torneio do Mediterrâneo.

Morte[editar | editar código-fonte]

Jerković faleceu em 9 de Dezembro de 2008, devido a problemas cardíacos. Ele tinha 72 anos.

Ver também[editar | editar código-fonte]