Thomas Müller

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Thomas Müller
Thomas Müller
Müller na Euro 2012
Informações pessoais
Nome completo Thomas Müller
Data de nasc. 13 de setembro de 1989 ( 24 anos )
Local de nasc. Weilheim, Alemanha Ocidental
Nacionalidade Alemanha alemão
Altura 1,86 m[1] [2]
Destro
Apelido Demüllerdor
Informações profissionais
Clube atual Alemanha Bayern de Munique
Número 25
Posição Atacante
Site oficial muller-wieder.de
Clubes de juventude
1993–2000
2000–2008
Alemanha TSV Pähl
Alemanha Bayern de Munique
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2008–2009
2008–
Alemanha Bayern de Munique II
Alemanha Bayern de Munique
0035 000(16)
0257 000(102)[1]
Seleção nacional3
2004–2005
2007
2008
2009–2010
2010–
Bandeira da Alemanha Alemanha Sub-16
Bandeira da Alemanha Alemanha Sub-19
Bandeira da Alemanha Alemanha Sub-20
Bandeira da Alemanha Alemanha Sub-21
Bandeira da Alemanha Alemanha
0006 0000(4)
0001 0000(0)
0001 0000(1)
0006 0000(1)
0057 000(24)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 17 de mai de 2014.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 7 de setembro de 2014.

Thomas Müller (Weilheim, 13 de setembro de 1989)[3] é um futebolista alemão que atua como atacante. Atualmente defende o Bayern de Munique. É sobrinho do craque alemão, Gerd Müller, que atuou nos anos de 1960 e 1970.

Estilo de jogo[editar | editar código-fonte]

Müller joga como um meio-campista ou um atacante, e foi implantado em varias posições como um meia-atacante, segundo atacante. Ele tem sido elogiado por sua velocidade, técnica e compostura, e tem mostrado consistência em marcar e criar gols. Müller é uma das estrelas do Bayern de Munique, Müller surgiu no time juvenil do Bayern, ele fez sua estreia na temporada 2009-10 na Copa Audi onde ele foi campeão pelo Bayern derrotando o Milan na final, ele também foi o artilheiro da competição com 2 gols, ele jogou em quase todos os jogos pelo Bayern de Munique com várias exibições incríveis Müller também ganhou a Bundesliga e a Copa da Alemanha sendo o artilheiro com 4 gols ele também chegou na final da Liga dos Campeões da UEFA.

Na sua primeira temporada ele foi eleito o Melhor Jogador Jovem do Campeonato Alemão e também ele entrou na Seleção do Campeonato Alemão. Estes feitos fez com que ele fosse chamado varias vezes para jogar na Seleção Alemã de Futebol, no final da temporada ele foi nomeado no plantel da Alemanha para a Copa do Mundo de 2010, onde marcou cinco gols em seis jogos pela Seleção Alemã de Futebol que terminou no terceiro lugar durante a copa Thomas Müller foi comparado a Gerd Müller pela mídia e também foi elogiado por Gerd Müller. Thomas Müller foi nomeado como o Melhor Jogador Jovem da Copa do Mundo FIFA Müller também ganhou a Chuteira de Ouro da Copa do Mundo da FIFA que é entregue ao artilheiro do torneio, com cinco gols e três assistências. Depois da Copa do Mundo da FIFA, Müller ganhou o prêmio de maior Revelação do Ano (World Soccer) ele também ganhou o Trofeo Bravo que é entregue pela revista italiana ao melhor jogador da Europa com menos de 23 anos.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Bayern de Munique[editar | editar código-fonte]

Müller nasceu em Weilheim, ele iniciou sua carreira no futebol defendendo Pähl com apenas quatro anos. Com dez anos, ele acabou indo para o Bayern de Munique em 2000. Müller progrediu para a equipe júnior do Bayern de Munique, que terminou em segundo lugar na Bundesliga Sub-19, Müller se tornou o destaque do time do Bayern Sub-19 e da competição ele também chamou a atenção dos dirigentes do Bayern sendo promovido para o time B.

Müller fez sua estréia para o time B do Bayern de Munique em março de 2008, quando ele substituiu Stephan Fürstner em um Regionalliga na partida contra o Unterhaching SpVgg marcando um gol. Ele fez mais duas aparições no Regionalliga na temporada 2007-08, enquanto ele continuava a jogar para a equipe Sub-19. Na temporada seguinte, Müller ajudou o Bayern a se classificar para a recém-formada 3 Liga, e Müller se estabeleceu como um jogador chave, ele jogou em 32 dos 38 jogos e marcou 15 vezes sendo o quinto colocado na artilharia. após defender durante quase duas temporadas a equipe reserva do Bayern, onde se tornou o principal nome do elenco que disputava a terceira divisão alemã, Müller também foi chamado para jogar na equipe principal, que era comandada por Jürgen Klinsmann, ele apareceu na pré-temporada de amistosos do Bayern de Munique, Müller estreou na Bundesliga pela equipe principal, no dia 15 de agosto de 2008 substituindo Miroslav Klose, na partida contra o Hamburgo, apesar de ser a sensação do Bayern ele não teve uma grande atuação nesta partida mas depois dessa partida ele jogou mais três partidas tendo ótimas exibições nessa temporada.[4] E na competições europeias, Müller estreou contra o Sporting Lisboa, substituindo Bastian Schweinsteiger, aos setenta e dois minutos. Nessa mesma partida, marcou seu primeiro gol pela equipe principal do Bayern de Munique e seu primeiro gol na Liga dos Campeões da UEFA, na vitória por 7-1, sendo o sétimo o seu gol.[5] [6]

Temporada 2009-10[editar | editar código-fonte]

Em Fevereiro de 2009 na temporada 2009-10, Müller assinou seu primeiro contrato para a equipe sênior de dois anos junto com o seu parceiro de equipe Holger Badstuber. No começo da temporada Müller iria ser emprestado ou até mesmo transferido equipe de futebol, mas quando Louis van Gaal foi nomeado técnico do Bayern de Munique, Müller tornou-se um dos maiores talentos da equipe do Bayern.[7] Durante a pré-temporada, Müller terminou como artilheiro do torneio amistoso Copa Audi. Torneio preparatório para a temporada, foi realizado no Allianz Arena, onde marcou seus dois gols na goleada sobre o Milan, por 4 a 1, sendo o primeiro e último seus.[8] No início da temporada, acabou não sendo usado de início como titular da equipe, mas entrando no decorrer do segundo tempo. Na partida contra o rival Borussia Dortmund, um dia antes de completar vinte anos, Müller marcou dois gols na vitória por 5-1.[9] Três dias depois, marcou mais uma vez, na vitória sobre o time israelense Maccabi Haifa,[10] e fechando o mês de setembro sendo eleito o melhor jogador do mês[11] e recebendo elogios do lendário atacante Gerd Müller.[12] Após a partida contra o Maccabi Haifa, Müller começou no onze inicial para quase todas as partidas, só faltava um jogo para a partida de volta na Liga dos Campeões da UEFA contra Bordeaux, para o qual foi suspenso, porque ele foi expulso na partida de idá contra o Bordeaux, em fevereiro de 2010, Müller assinou um novo contrato com o Bayern de Munique até 2013.

De início apenas uma aposta do treinador Louis van Gaal, Müller acabou se tornando mais importante para o elenco do Bayern, principalmente, atuando ao lado de Franck Ribéry e Arjen Robben, tanto que marcou seu primeiro hat-trick (três gols em uma mesma partida) na carreira,[13] [14] contra o Bochum, garantindo o título do Campeonato Alemão. Ao todo durante o campeonato, Müller disputou todas as trinta e quatro partidas (tendo iniciado vinte e nove), marcando treze vezes e dado onze assistências.[15] [16] Uma semana após o término do campeonato, o Bayern enfrentou o Werder Bremen na final da Copa da Alemanha. Tendo Müller iniciado a partida como titular, acabou sendo substituído no final do segundo tempo na vitória por 4-0, que garantiu o segundo título na temporada.[17] Müller, foi o artilheiro do torneio com quatro gols, além de duas assistências.[18] . Na Liga dos Campeões da UEFA Thomas Müller foi um dos Jogadores fundamentais para a vitoria e a classificação do Bayern de Munique em cima do Manchester United nas quartas de final, na partida de semi de final na Liga dos Campeões da UEFA contra o Olympique Lyonnais Müller também teve grande atuação na vitoria do Bayern de Munique sendo um dos melhores jogadores nas partidas de ida e de volta.

Voltou a disputar uma final poucos dias após o título da Copa da Alemanha, quando enfrentou na final da Liga dos Campeões da UEFA a Internazionale. Müller iniciou a partida como titular, e teve uma grande chance aos trinta minutos de partidas, quando acabou tendo um chute defendido pelo goleiro Júlio César, quando o Bayern perdia por 1 a 0.[19] Sua equipe acabou sofrendo mais um gol e perdendo o título europeu. Ainda assim, Müller foi um dos principais jogadores do Bayern na temporada e das competições europeias e nacionais, marcando dezenove vezes nas cinquenta e duas partidas disputadas,[15] tendo em uma pesquisa realizada pela revista Kicker, sido eleito o melhor jovem jogador da temporada.[20] , Müller terminou a temporada 2009-10 sendo um dos melhores jogadores da temporada do Bayern de Munique, Müller também ganhou muitos prêmios nessa temporada e elogios da mídia e do mundo do futebol atraindo a atenção de vários clubes grandes europeus.

Temporada 2010-11[editar | editar código-fonte]

Após disputar a Copa do Mundo da FIFA, Thomas Müller foi eleito a Revelação do Ano (World Soccer) de 2010 e foi o artilheiro da Copa do Mundo da FIFA ganhando a Chuteira de Ouro da Copa do Mundo FIFA e se tornando o destaque nesse mundial de 2010, Thomas Müller chamou a atenção de muitos clubes como o Real Madrid e Chelsea mas ele preferiu renovou seu contrato com o Bayern de Munique, firmando um novo compromisso de cinco temporadas, com duração até 2015. Müller perdeu grande parte da pré-temporada,[21] em seu primeiro torneio na temporada, ele marcou o primeiro gol da vitória por (2-0) sobre o Schalke 04, conquistando o título da Supercopa da Alemanha.[22] Duas semanas depois, ele marcou o primeiro gol do Bayern de temporada na Bundesliga na uma vitória em casa por 2-1 sobre o VfL Wolfsburg.

Müller jogou em todos os jogos da primeira metade da temporada na Bundesliga, na maior parte como um segundo atacante sendo um jogador fundamental e ajudando o Bayern de Munique á obter bons resultados, mas mesmo assim Müller não foi não correspondeu as expectativas como na temporada anterior, sendo descartado para o banco de reservas e até mesmo recebendo criticas de Louis van Gaal depois de perder uma chance fácil em uma derrota por 2-0 sobre o 1.FC Kaiserslautern, em agosto. Depois de oito jogos sem um gol, ele marcou na vitória por 4-1 sobre o Eintracht Frankfurt em 27 de Novembro mostrando o por que dele ter ganhando vários prêmios no outro jogo Müller marcou contra o VfB Stuttgart pela Copa da Alemanha ajudando o Bayern a se classificar para a próxima fase, três semanas depois esses gols vez com que ele tivesse um total de oito gols em todas as competições e incluiu um gol espetacular na Liga dos Campeões da UEFA abrindo o placar na vitória contra o A.S. Roma no dia 15 de Setembro, nessa partida com o A.S. Roma Müller mostrou uma grande exibição que foi muito elogiada. Como o Bayern de Munique estava de pausa devido ao inverno, Müller refletiu sobre "o primeiro ano brilhante quase inacreditável como um profissional". Thomas Müller começou a segunda metade da temporada em boa forma, mas se envolveu em uma briga com o companheiro de equipe Arjen Robben que ficou irritado quando Müller mostrou seu descontentamento após um chute ruim de Arjen Robben durante a vitória por 3-1 contra o Werder Bremen. Müller novamente tinha jogado em todos os jogos da temporada e marcou 19 gols, mas a temporada foi tão bem sucedido para o Bayern de Munique, que terminou em terceiro lugar na Bundesliga, e foi eliminado da Copa da Alemanha nas semi-finais pelo Schalke 04, na Liga dos Campeões da UEFA o Bayern de Munique foi eliminado pela Internazionale, na primeiro partida o Bayern perdeu por 1-0 no San Siro, no segundo jogo o de volta, Müller foi o destaque do Bayern e da partida marcando aos 31 minutos do segundo tempo para fazer 3-1 no placar agregado, mas o Inter empatou o jogo em 3-3 aos 43 minuto do segundo tempo, com isso valeu a regra do gol fora de casa que deu a classificação da Internazionale. Com as derrotas do Bayern e eliminação na Liga dos Campeões da UEFA, Louis van Gaal foi cada vez mais criticado por Müller e os jogadores do Bayern pela sua inflexibilidade na tática, transferência e política de seleção e com isso Louis van Gaal foi demitido perdendo o seu cargo de técnico sendo substituído por Jupp Heynckes.

Temporada 2011-12[editar | editar código-fonte]

Na primeira partida da Copa da Alemanha foi premiado com o homem do jogo depois de sofrer dois pênaltis que foram convertidos por Mario Gómez e Bastian Schweinsteiger, ele em seguida marco o terceiro gol da vitória por 3-0 do Bayern de Munique sobre o Eintracht Braunschweig, demorou cinco jogos para obter o seu primeiro gol na Bundesliga marcando contra o Schalke 04 na vitória do Bayern de Munique por 2-0. Em seguida marcou no jogo do Bayern na próxima partida em casa nas fases iniciais da partida, o Bayern acabou por vencer o jogo por 3-0. Em 26 de novembro de 2011, marcou abrindo o placar no primeiro tempo na goleada do Bayern por 6-0 em cima do FC Ingolstadt 04 sendo o seu primeiro gol na Copa da Alemanha, no segundo jogo de volta marcou novamente contra o FC Ingolstadt 04. Müller estava na lista do ano da FIFA para a disputa da Bola de Ouro da FIFA. Nos dias 10 e 15 de Janeiro na pré-temporada pelo Bayern de Munique marcou três gols em dois jogos tendo boas performances, ele também jogou contra a seleção de futebol da Índia marcando dois gols na vitoria por 4-0 na partida seguinte marcou dois gols em outra vitória do Bayern por 4-0 sobre o FC Rot-Weiss Erfurt, durante o jogo contribuiu dando duas assistências na vitória do Bayern sobre o VfB Stuttgart na Copa da Alemanha. No dia 11 de Fevereiro, o Bayern jogou contra o 1. Fußball-Club Kaiserslautern, durante a partida colocou fim a uma seca de gols que dura desde 24 de setembro de 2011, o seu gol foi marcado aos 30 minutos do primeiro tempo com um gol de cabeça na vitória por 2-0. Na Liga dos Campeões da UEFA marcou seu primeiro gol no dia 13 de Março contra o FC Basel na vitoria por 7-0. Em 31 de Março de 2012 jogou seu 100 jogo da Bundesliga contra 1. FC Nuremberg.

Em 28 de Abril na penúltima partida da Bundesliga jogou contra o VfB Stuttgart em Munique no estadio Allianz Arena, começou o jogo no time inicial, aos 32 minutos deu um belo passe para o primeiro gol da partida marcado por Mario Gómez, e aos 90 minutos marcou seu primeiro no jogo e o segundo da partida após receber um passe de Ivica Olić, durante o jogo teve uma boa exibição[23] . Na próxima partida em 05 de maio no ultimo jogo da Bundesliga jogou contra o FC Köln no estadio RheinEnergieStadion, Müller começou novamente a partida sendo titular, aos 34 minutos do primeiro tempo marcou o primeiro gol do jogo após receber um passe de Franck Ribéry, e aos 84 minutos marcou seu segundo gol no jogo após receber um passe de Rafinha marcando um belo gol de letra.[23]

Temporada 2012-13[editar | editar código-fonte]

Primeiro gol de Müller na Bundesliga 2012-13 foi contra o Greuther Fürth na vitória por 3-0 do Bayern em 27 de agosto de 2012.[24] Em 2 de setembro, ele marcou dois gols na goleada do Bayern sobre o Stuttgart por 6-1, no recém reformado Allianz Arena expandindo para 71.000 pessoas.[25] [26]

Seleção Alemã[editar | editar código-fonte]

Continuando seu bom desempenho na temporada 2009-10, a imprensa começou a considerar sua convocação para a Nationalelf,[27] [28] o que aconteceu em novembro do mesmo ano, para o amistoso contra a Costa do Marfim.[29] Porém, com o suicídio do goleiro Robert Enke, e o cancelamento da partida anterior, acabou perdendo a chance de estrear, continuando apenas defendendo as equipes de base. Não demorou muito, e Müller conseguiu estrear com a camisa da Alemanha, na partida contra a Argentina, em março do ano seguinte.[30] Tendo iniciado a partida como titular, acabou sendo substituído aos sessenta e seis minutos, por seu companheiro na época de Bayern Toni Kroos (que também estreava com a camisa germânica). A Alemanha perdeu por 1 a 0.[31]

Müller disputando a bola com o austríaco Christian Fuchs durante partida pelas eliminatórias da Euro 2012.

Copa do Mundo de 2010[editar | editar código-fonte]

Como uma espécie de "recompensa" por sua ótima temporada, foi anunciado primeiramente entre os vinte e sete convocados para a disputa do Mundial na África do Sul[32] e, tendo sido aprovado no período de testes, foi anunciado entre os vinte três jogadores finalistas que disputaram a Copa do Mundo de 2010 defendendo a Alemanha.[33] Foi atribuído a Müller o número treze,[34] pertencente ao capitão Michael Ballack,[34] que acabou ficando de fora do torneio por lesão, e que durante anos pertenceu ao seu tio Gerd Müller.[34]

Em sua primeira Copa do Mundo, estreou como titular na primeira partida, contra a Austrália. Com uma grande atuação durante os noventa minutos, deu o passe para o primeiro gol germânico na Copa, de seu ex-companheiro de Bayern, Lukas Podolski, aos oito minutos. Sessenta minutos após o passe, anotou seu primeiro tento na Copa, o terceiro da Alemanha na vitória por 4-0.[35] Voltou a marcar novemente apenas em sua quarta partida na Copa, quando balançou a rede da Inglaterra duas vezes, aos sessenta e sete minutos de partida e três minutos depois, na vitória por 4-1.[36] Marcou seu quarto tento logo aos três minutos na partida seguinte, na vitória sobre a Argentina, por 4 a 0.[37] Após ficar de fora da partida das semifinais contra a Espanha, retornou na disputa do terceiro lugar contra o Uruguai, marcando o primeiro tento na vitória por 3-2.[38] Curiosamente, a mesma posição que seu xará Gerd terminou em seu primeiro Mundial. Thomas também terminou como artilheiro com cinco tentos (assim como Gerd, mas com cinco a menos), juntamente com David Villa, da Espanha, Wesley Sneijder, dos Países Baixos e Diego Forlán, do Uruguai, recebendo a Chuteira de Ouro por distribuir mais assistências que os demais,[39] [40] além de terminar como líder em assistências, com três.[41] Também fora eleito nas partidas contra Inglaterra e Uruguai o melhor em campo[42] [43] e, foi considerado a revelação do torneio.[44]

Euro 2012[editar | editar código-fonte]

Müller começou todos as dez partidas pela Seleção Alemã de Futebol pelas eliminatórias para a Campeonato Europeu de Futebol de 2012, Müller foi fundamental para a classificação perfeita da Alemanha com um recorde de 100% de vitorias tendo uma das melhores campanhas dessa qualificação para o Campeonato Europeu de Futebol.[45] Müller deu sete assistências e marcou três gols, três dos quais veio em uma vitória 6-2 sobre a Áustria em setembro de 2011 que garantiu a qualificação da Alemanha para as finais com duas rodadas de antecedência.[46] Ele marcou três vezes na campanha, dois objetivos próximos de uma vitória por 4-0 sobre o Cazaquistão[47] em março de 2011 o terceiro de uma vitória por 3-1 sobre a Turquia em Outubro do mesmo ano.

Copa do Mundo de 2014[editar | editar código-fonte]

Viveu uma grande fase durante a Copa do Mundo de 2014, sendo titular absoluto e peça importante da título da Alemanha. Com o seu sucesso ficou conhecido como TM13 e foi visto por muitos especialistas como um dos grandes favoritos a ultrapassar a marca de Miroslav Klose e se tornar o maior artilheiro da história das Copas, em Copas futuras. Logo na estreia marcou um hat-trick na goleada da sobre Portugal por 4x0. Marcou o gol da vitória da Alemanha por 1x0 sobre os Estados Unidos na terceira rodada. Marcou outro gol nas semifinal numa memorável vitória alemã de 7x1 sobre o Brasil. Desse modo terminou a competição com cinco gols em sete partidas, e como Bola de Prata da Copa do Mundo. [48]

Estilo de Jogo[editar | editar código-fonte]

Thomas Müller pode ser descrito como um ataque polivalente, um jogador capaz de jogar em uma variedade de posições avançadas. Como ele veio através do sistema de juventude do Bayern de Munique, ele foi visto principalmente como um meio-campista, mas desde que começou na primeira equipe, ele tem sido utilizado em papéis mais para a ofensivos. Tanto no Bayern de Munique e na Seleção Alemã de Futebol geralmente desempenham um 4-2-3-1 , formação e Müller é o mais frequentemente parte dos três médios de ataque por trás do meio campo central de atacante. Ele pode jogar em qualquer uma das funções até mesmo Médio Ofensivo mas normalmente joga no centro para o Bayern de Munique, e à direita para a Seleção Alemã de Futebol. Ele tem sido usado como um atacante fora-e-para fora na ocasião.

Müller foi elogiado por sua maturidade, ritmo de jogo, técnica, a consciência e posicionamento. Ele foi particularmente notado por sua compostura, o técnico da Seleção Alemã de Futebol, Joachim Löw disse que é "impermeável à pressão" e o ex-técnico do Bayern, Louis van Gaal disse que ele tem a força mental enorme. Um artilheiro consistente e criador de gols, ele é descrito como um jogador que pode encontrar as lacunas na oposição de defesa, mas ele não é particularmente bom em driblar, mas ele vem melhorando durante a sua carreira nesse requisito em driblar.

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Thomas Müller nasceu em Weilheim, na Alta Baviera, mas cresceu na vizinha aldeia de Pahl, onde se tornou o centro das atenções da mídia durante suas façanhas da Copa do Mundo da FIFA de 2010. Seus pais são chamados Klaudia e Gerhard, ele tem um irmão chamado Simon, que é de dois anos e meio mais jovem do que ele. Thomas Müller se casou com a namorada Lisa, uma modelo em dezembro de 2009, após assinar um contratado por dois anos com o Bayern de Munique.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 24 de abril de 2013.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Liga Copa Competições
europeias
Outros Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Bayern München II 2007–08 3 1 3 1
2008–09 32 15 32 15
Total 35 16 35 16
Bayern München 2008/09 4 0 0 0 1 1 0 0 5 1
2009/10 34 13 6 4 12 2 0 0 52 19
2010/11 34 12 5 3 8 3 1 1 48 19
2011/12 34 7 5 2 14 2 0 0 53 11
2012/13 28 13 5 1 13 8 1 1 47 23
2013/14 4 0 1 3 0 0 1 0 6 3
Total 138 45 22 13 48 16 3 2 211 76
Total na Carreira 173 61 22 13 48 16 3 2 246 92

Gols pela Seleção Alemã[editar | editar código-fonte]

# Data Local Adversário Placar Resultado Competição
1. 13 de junho de 2010 Estádio Moses Mabhida, Durban, África do Sul Flag of Australia.svg Austrália 3–0 4–0 Copa do Mundo de 2010
2. 27 de junho de 2010 Free State Stadium, Bloemfontein, África do Sul Flag of England.svg Inglaterra 3–1 4–1 Copa do Mundo de 2010
3. 27 de junho de 2010 Free State Stadium, Bloemfontein, África do Sul Flag of England.svg Inglaterra 4–1 4–1 Copa do Mundo de 2010
4. 3 de julho de 2010 Cape Town Stadium, Cidade do Cabo, África do Sul Flag of Argentina.svg Argentina 1–0 4–0 Copa do Mundo de 2010
5. 10 de julho de 2010 Nelson Mandela Bay Stadium, Porto Elizabeth, África do Sul Flag of Uruguay.svg Uruguai 1–0 3–2 Copa do Mundo de 2010
6. 26 de março de 2011 Fritz-Walter-Stadion, Kaiserslautern, Alemanha Flag of Kazakhstan.svg Cazaquistão 2–0 4–0 Eliminatórias da Eurocopa 2012
7. 26 de março de 2011 Fritz-Walter-Stadion, Kaiserslautern, Alemanha Flag of Kazakhstan.svg Cazaquistão 3–0 4–0 Eliminatórias da Eurocopa 2012
8. 7 de outubro de 2011 Turk Telekom Arena, Istambul, Turquia Flag of Turkey.svg Turquia 2–0 1–3 Eliminatórias da Eurocopa 2012
9. 11 de novembro de 2011 Olympic Stadium, Kiev, Ucrânia Flag of Ukraine.svg Ucrânia 3–3 3–3 Amistoso
10. 15 de novembro de 2011 Volksparkstadion, Hamburgo, Alemanha Países Baixos Países Baixos 1–0 3–0 Amistoso
11. 6 de Fevereiro de 2013 Stade de France, Paris, França Bandeira da França França 1–1 2-1 Amistoso
12. 22 de março de 2013 Astana Arena, Astana, Cazaquistão Flag of Kazakhstan.svg Cazaquistão 1–0 3–0 Eliminatórias Copa do Mundo 2014
13. 22 de março de 2013 Astana Arena, Astana, Cazaquistão Flag of Kazakhstan.svg Cazaquistão 3–0 3–0 Eliminatórias Copa do Mundo 2014
14. 14 de agosto de 2013 Fritz-Walter-Stadion, Kaiserslautern, Alemanha Flag of Paraguay.svg Paraguai 2–2 3–3 Amistoso
15. 6 de setembro de 2013 Allianz Arena, Munique, Alemanha Flag of Austria.svg Áustria 3–0 3–0 Eliminatórias Copa do Mundo 2014
16. 10 de setembro de 2013 Tórsvøllur, Tórshavn, Ilhas Faroé Flag of the Faroe Islands.svg Ilhas Faroé 3–0 3–0 Eliminatórias Copa do Mundo 2014
17. 1 de junho de 2014 Borussia-Park, Mönchengladbach, Alemanha Flag of Cameroon.svg Camarões 1–1 2–2 Amistoso
18. 16 de junho de 2014 Arena Fonte Nova, Salvador, Brasil Flag of Portugal.svg Portugal 1–0 4–0 Copa do Mundo de 2014
19. 16 de junho de 2014 Arena Fonte Nova, Salvador, Brasil Flag of Portugal.svg Portugal 3–0 4–0 Copa do Mundo de 2014
20. 16 de junho de 2014 Arena Fonte Nova, Salvador, Brasil Flag of Portugal.svg Portugal 4–0 4–0 Copa do Mundo de 2014
21. 26 de junho de 2014 Arena Pernambuco, São Lourenço da Mata, Brasil Flag of the United States.svg Estados Unidos 1–0 1–0 Copa do Mundo de 2014
22. 8 de julho de 2014 Estádio Mineirão, Belo Horizonte, Brasil Brasil Brasil 1–0 7–1 Copa do Mundo de 2014
23. 7 de setembro de 2014 Signal Iduna Park, Dortmund, Alemanha Flag of Scotland.svg Escócia 1–0 2–1 Eliminatórias da Eurocopa 2016
24. 7 de setembro de 2014 Signal Iduna Park, Dortmund, Alemanha Flag of Scotland.svg Escócia 2–1 2–1 Eliminatórias da Eurocopa 2016

Títulos[editar | editar código-fonte]

Bayern de Munique

Seleção Alemã[editar | editar código-fonte]

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Thomas Müller Player Profile FC Bayern München AG Fcbayern.telekom.de. Página visitada em 16 April 2012.
  2. müller/2008_2009/ficha/138/default/54814 Perfil em ogol.com.br www.ogol.com.br. Página visitada em 15 de fevereiro de 2011.
  3. Thomas Müller. Página visitada em 30 de janeiro de 2010.
  4. Champions frustrated by Hamburg comeback. Página visitada em 30 de janeiro de 2010.
  5. Em goleada histórica, Bayern de Munique confirma favoritismo e atropela Sporting. Página visitada em 15 de março de 2009.
  6. Irresistible Bayern roar into last eight. Página visitada em 30 de janeiro de [010.
  7. "Badstuber und Müller unterschreiben". Página visitada em 17 de abril de 2010.
  8. Bayern vence Man Utd nos pênaltis e é campeão da Audi Cup. Página visitada em 30 de julho de 2009.
  9. "Clinical and classy FCB serve notice of intent". Página visitada em 17 de abril de 2010.
  10. "FCB rewarded for persistence and hard work". Página visitada em 17 de abril de 2010.
  11. "Fußballer des Monats (September 2009)". Página visitada em 17 de abril de 2010.
  12. "Muller slams Germany forwards". Página visitada em 17 de abril de 2010.
  13. "Müller to keep on dreaming". Página visitada em 3 de junho de 2010.
  14. "Die Zahlen zum Spiel gegen Bochum". Página visitada em 3 de junho de 2010.
  15. a b "Champions Munich finish with a flourish". Página visitada em 3 de junho de 2010.
  16. "Spiele von Thomas Müller in 2009/2010". Página visitada em 3 de junho de 2010.
  17. "Bayern storm to domestic double triumph". Página visitada em 3 de junho de 2010.
  18. "Torjäger des DFB-Pokals 2009/2010. Página visitada em 3 de junho de 2010.
  19. "Clinical Inter end brave Bayern's treble dream". Página visitada em 3 de junho de 2010.
  20. a b c "Müller ist 'Aufsteiger der Saison". Página visitada em 3 de junho de 2010.
  21. "Müller renova contrato com Bayern até 2015". Página visitada em 7 de agosto de 2010.
  22. "Bayern vence Schalke e conquista Supercopa Alemã". Página visitada em 7 de agosto de 2010.
  23. a b [1]
  24. BAYERN CAN 'ONLY GET BETTER'. Página visitada em 27 de Agosto de 2012.
  25. Bayern München 6 – 1 Stuttgart – Heynckes’ Team Again Dominant. Página visitada em 27 de Agosto de 2012.
  26. BAYERN HIT STUTTGART FOR SIX. Página visitada em 19 de Dezembro de 2012.
  27. Löw bleibt - wenn alle bleiben. Página visitada em 30 de janeiro de 2010.
  28. DFB-Team trifft auf Drogba & Co.. Página visitada em 30 de janeiro de 2010.
  29. Aaron Hunt wins Germany call-up after turning back on England. Página visitada em 30 de janeiro de 2010.
  30. "DFB-Team mit Müller und Kroos". Página visitada em 17 de abril de 2010.
  31. "Debut for Müller, Demichelis facing lay-off". Página visitada em 17 de abril de 2010.
  32. Eight FCB men in Löw's provisional squad. Página visitada em 11 de julho de 2010.
  33. Löw leva Alemanha com seis atacantes ao Mundial. Página visitada em 3 de junho de 2010.
  34. a b c "Müller erhält Ballack's Nummer". Página visitada em 3 de junho de 2010.
  35. No ataque, Alemanha goleia Austrália. Página visitada em 13 de junho de 2010.
  36. Alemanha dá show e manda os ingleses embora. Página visitada em 21 de junho de 2010.
  37. Alemanha goleia e despacha a Argentina. Página visitada em 3 de julho de 2010.
  38. Alemanha vence Uruguai em jogo de viradas. Página visitada em 11 de julho de 2010.
  39. a b Golden Boot. Página visitada em 11 de julho de 2010.
  40. Müller recebe a chuteira de ouro como artilheiro. Página visitada em 11 de julho de 2010.
  41. a b Players - Top attacks. Página visitada em 11 de julho de 2010.
  42. Germany-England - The matches of 2010 FIFA World Cup South Africa. Página visitada em 11 de julho de 2010.
  43. Uruguay-Germany - The matches of 2010 FIFA World Cup South Africa. Página visitada em 11 de julho de 2010.
  44. a b Thomas Müller eleito Melhor Jogador Jovem Hyundai. Página visitada em 11 de julho de 2010.
  45. Spiele von Thomas Müller in 2010/2011 (em german) fussballdaten.de. Página visitada em 12 October 2010.
  46. Deutschland - Österreich 6:2, EM-Qualification, Saison 2010/11, 9.Spieltag - Spielanalyse, Aufstellung, Torschützen und alle Infos zur Spielpaarung (em german) Kicker (2 September 2011). Página visitada em 2 September 2011.
  47. Deutschland - Kasachstan 4:0, EM-Qualifikation, Saison 2010/11, 5.Spieltag (em german) kicker. (26 March 2011). Página visitada em 26 March 2011.
  48. Gomez bringt Deutschland's Rekordjäger auf Kurs (em german) Kicker (7 October 2011). Página visitada em 8 October 2011.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Thomas Müller