Marcelo Vieira da Silva Júnior

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marcelo
Marcelo
Marcelo no treino do Real Madrid
Informações pessoais
Nome completo Marcelo Vieira da Silva Júnior
Data de nasc. 12 de Maio de 1988 (26 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro, (RJ),  Brasil
Nacionalidade  Brasil  Espanha
Altura 1,74 m[1]
Canhoto
Apelido Canhotinho, Jato, Katt Williams
Canhota Mágica
Informações profissionais
Clube atual Espanha Real Madrid
Número 12
Posição Lateral-Esquerdo
Clubes de juventude
20022005 Brasil Fluminense
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
20052006
2007
Brasil Fluminense
Espanha Real Madrid
0030 0000(6)
0198 000(15)
Seleção nacional3
2005
2007
20082012
2006
Brasil Brasil Sub-17
Brasil Brasil Sub-20
Brasil Brasil Sub-23
Brasil Brasil
0003 0000(1)
0004 0000(0)
0012 0000(1)
0037 0000(4)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 29 de maio de 2014.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 8 de julho de 2014.

Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Londres 2012 Futebol
Bronze Pequim 2008 Futebol

Marcelo Vieira da Silva Júnior, mais conhecido como Marcelo (Rio de Janeiro, 12 de maio de 1988) é um futebolista brasileiro que atua como lateral-esquerdo. Atualmente, joga pelo Real Madrid.

Chegou ao Real Madrid em 2007 por 6 milhões de euros. Com o técnico Manuel Pellegrini começou a atuar com uma maior frequência, até como meia-esquerda. Agora sob o comando de José Mourinho, tornou-se titular absoluto em sua posição original, e tem sido constantemente elogiado pelo treinador e pela torcida. Na temporada 2010-2011 foi considerado um dos principais jogadores do Real Madrid, mantendo uma regularidade incrível, com gols e assistências Marcelo se tornou ídolo da torcida. Marcelo assumiu uma lacuna deixada por Roberto Carlos, jogador que durante 11 anos assumiu a responsabilidade de comandar a lateral-esquerda dos merengues. Após saída conturbada de Roberto Carlos, Marcelo foi conquistando aos poucos sua titularidade na lateral-esquerda. Foi eleito o melhor lateral-esquerdo da Europa na última temporada e por consequência é tido pela grande maioria dos especialistas o melhor lateral-esquerdo do mundo.

Muitas vezes comparado a Roberto Carlos, Marcelo foi nomeado como herdeiro de Roberto Carlos pelo próprio jogador disse: Marcelo possui uma melhor capacidade técnica do que eu, e também Marcelo é considerado melhor do mundo em sua posição.[2]

Depois de suas boas atuações na temporada pelo Real Madrid, Marcelo foi elogiado por grandes ex-jogadores de futebol como Paolo Maldini[3] e Diego Maradona,[4] que também considerou o melhor em sua posição.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Fluminense[editar | editar código-fonte]

Antes de jogar pelo Real Madrid, atuava no Brasil pelo Fluminense, onde com apenas 18 jogos no campeonato nacional de 2006 conseguiu ser eleito melhor atleta da posição.

Real Madrid[editar | editar código-fonte]

Marcelo se juntou Real Madrid durante a janela de transferências de janeiro, em 2007. Em sua chegada, o presidente do clube Ramón Calderón disse: Ele é uma celebração importante para nós. Ele é um jovem jogador que vai injetar um pouco de frescura para o lado e é parte do nosso plano para trazer os jogadores mais jovens no plantel. Estamos muito feliz porque ele é uma pérola que metade da Europa queria.[5] Muitos espectadores saudaram como Roberto Carlos potencial sucessor 'no papel-esquerdo.

Marcelo fez sua estréia como substituto na derrota por 2 a 0 contra o Deportivo La Coruña em 7 de janeiro de 2007.[6] Em 14 de abril de 2007, em seguida, o técnico Fabio Capello colocou Marcelo para jogar no jogo contra o Racing de Santander em que o Real perdeu por 2 a 1.[7] Na temporada 2007-08, Marcelo havia começado quase todos os jogos do campeonato de Madrid sob a nova gerente de Bernd Schuster. Sua habilidade, velocidade de corrida em todo o campo, ataque e defesa lhe permitiu tornar-se um jogador muito importante para o Real Madrid.

Após uma série de péssimas atuações em 2009, Marcelo ficou grande parte da temporada na reserva com o novo técnico Juande Ramos, usando Gabriel Heinze em sua posição. Depois de algumas semanas Ramos deu uma chance a Marcelo colocando-o como ala. Ele marcou seu primeiro gol depois de receber um toque do calcanhar do atacante Gonzalo Higuaín e chutando para fazer 4 a 0 sobre o Sporting de Gijón. Após o jogo, o treinador Ramos declarou que o futuro de Marcelo seria posicionado como um ala, mas vai empurrar para trás a defesa quando necessário. Marcelo marcou seu segundo gol pelo Real Madrid em uma vitória sobre o Almería, em um chute de pé direito.

Em 18 de abril de 2009, ele marcou seu terceiro gol de sua carreira, fazendo o gol da vitória do Real Madrid sobre o Recreativo de Huelva por 1 a 0 fora de casa.[8] Ele marcou seu quarto gol contra o Sevilla no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em abril de 2009.

2009-10[editar | editar código-fonte]

De acordo com o treinador na próxima temporada Manuel Pellegrini, Marcelo consistentemente apresentado no XI de partida para a sua versatilidade e ritmo ao longo da lateral esquerda na posição ofensiva e defensiva. Ele continuou a atuar como ala sob o comando Pellegrini, e alcançou a liderança de assistências da La Liga na temporada 2009-10. Ele admitiu em conferência de imprensa, no final de 2009, que agora se sentia melhor jogando como ala.[9] Seu bem-sucedido desempenho na campanha do Real Madrid de 2008-10, valeu-lhe uma renovação de contrato em 5 de fevereiro de 2010 com o clube até junho 2015.[10] Esta temporada provou ser a melhor temporada de Marcelo no clube.

2010-11[editar | editar código-fonte]

Marcelo em ação pelo Real Madrid em 2009.

Na temporada 2010-11 sob o comando do novo treinador José Mourinho, Marcelo estava de volta na sua posição natural de lateral-esquerdo. Ele começou todos os jogos do campeonato, pagando de volta a confiança do treinador nele como lateral defensivo e atacando algumas com isso ganhou a admiração do treinador.[11] Em 25 de novembro de 2010, Marcelo foi nomeado com uma parte de 55 jogadores para o FIFA World XI. Ele marcou seu primeiro gol da nova temporada com uma vitória por 1-0 contra o RCD Espanyol em 13 de fevereiro.[12] Ele tinha um jogo fantástico contra o Olympique Lyonnais na Liga dos Campeões . Mostrando seu talento ataque e habilidades defensivas, ele abriu o placar com sua primeira vez Campeões gol e ajudou Karim Benzema objetivo 's, no final ele foi nomeado homem do jogo, do qual o Real passou a ganhar por 3-0, e avançou para as quartas-de-final pela primeira vez desde 2004.[13] Marcelo, em seguida, continuou sua temporada bem marcando na segunda etapa contra o FC Barcelona, no Camp Nou, o jogo terminou em 1 a 1. Bem-sucedida campanha de Marcelo na Liga dos Campeões já lhe rendeu um ponto de partida na FIFA XI. Marcelo foi bastante elogiado pela mídia em todo o mundo nesta temporada, e muitos o chamavam o melhor lateral esquerdo do mundo. Diego Maradona disse que ele foi o terceiro melhor jogador da La Liga, depois de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi.

2011-12[editar | editar código-fonte]

Marcelo foi expulso em 17 de agosto de 2011, na derrota do Real Madrid por 3 a 2 para o FC Barcelona. Em 3 de dezembro de 2011, Marcelo marcou o terceiro gol do Real Madrid na vitória por 3 a 0 sobre o Sporting de Gijón, partida válida pela La Liga.

Paolo Maldini elogiou Marcelo chamando-o de o verdadeiro lateral, e que era uma lateral que sabia atacar e defender em ambos lados.

Roberto Carlos chamou Marcelo como o melhor dos mundos deixados para trás, dizendo. Ele tinha mais habilidade do que eu com a bola e ele junta-se melhor, e ainda o chamou de seu herdeiro. Marcelo tinha mostrado grandes atuações como lateral-esquerdo, como na Liga dos Campeões quartas de final contra o clube cipriota APOEL, ao entrar como substituto aos 30 minutos do segundo tempo para Fábio Coentrão.

2012-13[editar | editar código-fonte]

Em 18 de Setembro de 2012, Fez um golaço empatando o jogo para o Real Madrid contra o Manchester City, em 1 a 1 valendo á 1º Rodada da Liga dos Campeões da UEFA, o jogo terminou 3 a 2 para o Real.[14] Em fevereiro de 2013, Marcelo voltou de lesão e capitão do seu time do Real Madrid em 23 de fevereiro no Estádio Riazor em Corunha, Espanha.

2013-14[editar | editar código-fonte]

Na final da Liga dos Campeões, Marcelo foi fundamental para a virada por 4 a 1 contra o Atlético de Madrid onde deixou seu gol para deixar o placar em 3 a 1, e assim conquistando pela décima vez a Liga dos Campeões.[15]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Marcelo atuando na Copa do Mundo de 2014.

Pela Seleção Brasileira, jogou as Olimpíadas de 2008, e marcou um gol no torneio, o segundo da partida contra Camarões, que garantiu a classificação do Brasil para as semi-finais. No entanto, os brasileiros acabaram derrotados pela grande rival Argentina na semifinal.

Pela seleção principal, tinha esperanças de ir à Copa do Mundo de 2010, mas acabou não sendo convocado por Dunga. Com Mano Menezes, que assumiu a seleção após o Mundial, tem tido mais chances. Em 26 de julho de 2010, foi convocado para o amistoso contra o Estados Unidos. Porém, durante uma entrevista em junho de 2011, após ter cortado Marcelo da Copa América, o treinador questionou o comprometimento deste para com a Seleção Brasileira, uma vez que vem se ausentando de uma série convocações, alegando estar lesionado. Tal entrevista teve grande repercussão, inclusive na imprensa da Europa, chegando ao ponto do seu clube, o Real Madrid, intervir na questão defendendo o lateral-esquerdo.[16] .Em agosto de 2011 voltou a ser convocado pelo técnico Mano Menezes.

Uma grande curiosidade entre Marcelo, seleção brasileira e Mano Menezes aconteceu no dia 11 de outubro de 2011. Após sair atrás do placar em um jogo contra o México, Marcelo foi o principal nome do jogo ao marcar o gol que definiu a vitória do Brasil. Após o gol, um abraço com o treinador, mostrando que não há mais polêmicas. Em fevereiro de 2012, marcou um gol na vitória da seleção canarinha sobre a Bosnia e Herzegovina. E fez o 3° gol contra os Estados Unidos onde, o Brasil goleou por 4 a 1. No inicio de julho teve a sua presença garantida nas Olimpíadas de Londres 2012 ao ser convocado por Mano Menezes para integrar a delegação que participará dos jogos.[17]

Em 14 de maio de 2013, foi convocado para a Copa das Confederações no Brasil.[18] [19] Marcelo foi convocado para a Copa do Mundo de 2014 realizada no Brasil.[20] Na partida de abertura da Copa do Mundo contra a Croácia na Arena Corinthians, Marcelo acabou marcando um gol contra que abriu o placar para os croatas, mas o Brasil conseguiu vencer de virada por 3 a 1.[21]

Em 8 de julho de 2014, foi um dos partícipes do maior vexame do futebol brasileiro na goleada de 7 a 1 da Alemanha sobre o Brasil.[22]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 2008, Marcelo se casou com Clarisse Alves em 24 de setembro de 2009, eles tiveram seu primeiro filho, um filho chamado Enzo Gattuso Alves Vieira.[23]

Marcelo compartilha uma boa amizade com os companheiros de clube Cristiano Ronaldo, Pepe e Fábio Coentrão e é comumente envolvidos em suas comemorações depois de marcar um gol. Ele tem uma série de tatuagens, incluindo o seu número de camisa e dia de nascimento (12) tatuado em seu braço esquerdo.[24]

Seu avô Pedro também está tatuado em seu braço. San Pedro é seu avô, que pagou o dinheiro para que ele pudesse continuar jogando futebol de volta ao Brasil. Ele dedica cada gol para ele e sua esposa. Ele disse para o Real Madrid TV que se não fosse Pedro que ele nunca teria jogado futebol pelo Fluminense.

Em 26 de julho de 2011, Marcelo atingido nacionalidade espanhola , o que lhe permite ser registado normalmente ao invés de como um jogador de fora da UE, de que há uma quota estrita permitido.

Patrocínio[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2013, Marcelo foi apresentado como um dos novos ícones da Adidas para a marca alemã durante um evento promocional na loja Bernabéu apresentando o F50 adiZero no elegante colourway Cool Blue e ele se junta a uma série de companheiros de equipe de Madrid, que também usa a marca adidas, incluindo Kaká, Iker Casillas, Xabi Alonso, Ángel di María e Karim Benzema.[25] No evento, Marcelo disse: Ao longo da minha carreira, tenho conseguido conquistar alguns dos meus sonhos, e este é um também. Estar ao lado dessas estrelas (seus companheiros de equipe) é fantástico. Eles me parabenizaram, é uma grande marca e estou feliz.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Até 19 de agosto de 2014.

Clube Temporada Liga Copas
nacionais
Competições
europeias
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Fluminense 2005 12 2 0 0 0 0 0 0 0 12 2 0
2006 18 4 0 0 0 0 0 0 0 18 4 0
Total 30 6 0 0 0 0 0 0 0 30 6 0
Real Madrid 2006–07 6 0 0 0 0 0 0 0 0 6 0 0
2007–08 24 0 2 2 0 0 6 0 1 32 0 3
2008–09 27 4 3 2 0 0 5 0 0 34 4 3
2009–10 35 4 9 2 0 0 6 0 0 43 4 9
2010–11 32 3 4 6 0 1 12 2 2 50 5 7
2011–12 32 3 5 5 0 0 7 0 3 44 3 8
2012–13 14 0 0 3 0 0 2 1 1 19 1 1
2013–14 28 1 5 4 0 0 7 1 1 39 2 6
2014–15 0 0 0 1 0 0 1 0 0 2 0 0
Total 198 15 28 25 0 1 46 4 8 269 19 37
Total 228 21 28 25 0 1 46 4 8 299 25 37

Gols pela seleção[editar | editar código-fonte]

Gols Data Local Adversário Placar Resultado Competição
1. 5 de setembro de 2006 Londres, Inglaterra Flag of Wales 2.svg País de Gales 2–0 2–0 Amistoso
2. 11 de outubro de 2011 Torreón, México Flag of Mexico.svg México 1–2 1–2 Amistoso
3. 28 de fevereiro de 2012 São Galo, Suíça Flag of Bosnia and Herzegovina.svg Bósnia e Herzegovina 1–0 2–1 Amistoso
4. 30 de maio de 2012 Washington, Estados Unidos Flag of the United States.svg Estados Unidos 1–3 1–4 Amistoso

Títulos[editar | editar código-fonte]

Fluminense
Real Madrid
Seleção Brasileira

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Perfil de Marcelo Vieira da Silva Júnior. Página visitada em 3 de Junho de 2013.
  2. La Liga Headlines: Roberto Carlos: Marcelo best in world. Página visitada em 29 de Março de 2012.
  3. Paolo Maldini: Tottenham's Gareth Bale only knows how to attack. Página visitada em 16 de Dezembro de 2011.
  4. Diego Maradona tips Tottenham target Sergio Aguero to join Real Madrid one day. Página visitada em 24 de Fevereiro de 2011.
  5. CF/12069.html brasileiro Marcelo de para o Real Madrid. Página visitada em 27 de Outubro de 2007.
  6. Sky Sports - Futebol - Jogo fatos - Deportivo v Real Madrid. Página visitada em 7 de Janeiro de 2007.
  7. Racing put the brakes on nine-man Madrid´s title bid. Página visitada em 14 de Abril de 2007.
  8. Offensive onslaught. Página visitada em 15 de Fevereiro de 2009.
  9. "Me encuentro mejor ahora que juego de extremo". Página visitada em 28 de Dezembro de 2009.
  10. Marcelo Signs Real Madrid Contract Extension. Página visitada em 5 de Janeiro de 2010.
  11. Marcelo - PLAYER PROFILE. Página visitada em 21 de Junho de 2012.
  12. FIFA Announces 55-Man Shortlist For 2010 World XI. Página visitada em 25 de Novembro de 2010.
  13. Marcelo calms Real nerves as Mourinho ends seven-year wait. Página visitada em 17 de Março de 2011.
  14. Real Madrid vira sobre Manchester City em jogo emocionante no Santiago Bernabéu. Página visitada em 18 de Setembro de 2012.
  15. La Décima": de virada, Real goleia Atlético na prorrogação e leva taçao (em português). GloboEsporte.com (24 de maio de 2014). Página visitada em 24 de maio de 2014.
  16. Real explica em nota oficial ausência de Marcelo de amistoso da Seleção (em português). GloboEsporte.com (14 de junho de 2011).
  17. Marcelo Presented as adidas Icon. Página visitada em 16 de Maio de 2011.
  18. Confira a lista de convocados por Felipão para a Copa das Confederações. Página visitada em 14 de Maio de 2013.
  19. Sem Kaká e Ronaldinho, Felipão convoca seleção para Copa das Confederações. Página visitada em 15 de Maio de 2013.
  20. Felipão anuncia convocados da Seleção para a Copa do Mundo (em português). GloboEsporte.com (7 de maio de 2014). Página visitada em 7 de maio de 2014.
  21. Tá escrito: Neymar decide com erro de árbitro e Brasil vira sobre a Croácia (em português). GloboEsporte.com (12 de junho de 2014). Página visitada em 12 de junho de 2014.
  22. http://pt.wikipedia.org/wiki/Alemanha-Brasil_em_futebol
  23. Marcelo, do Real, vibra com nascimento do filho: ‘É o gol mais bonito que marquei’. Página visitada em 23 de Outubro de 2009.
  24. 2011 jogador do Real Madrid com Marcelo Tatuagens Desenhos fotos. Página visitada em 27 de Outubro de 2009.
  25. Friends - Real Madrid. Página visitada em 20 de Outubro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Marcelo Vieira da Silva Júnior
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.