Landon Donovan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Landon Donovan
WikiLando.jpg
Informações pessoais
Nome completo Landon Timothy Donovan
Data de nasc. 4 de março de 1982 (32 anos)
Local de nasc. Ontario,  Estados Unidos
Altura 1,73 m
Informações profissionais
Clube atual Los Angeles Galaxy
Número 10
Posição Meia
Clubes de juventude
1998–1999
1999–2001
Estados Unidos IMG Soccer Academy
Alemanha Bayer Leverkusen
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1999–2001
2001-2005
2001–2004
2005–
2009
2010–2012
Alemanha Bayer Leverkusen II
Alemanha Bayer 04 Leverkusen
Estados Unidos San José Earthquakes (emp.)
Estados Unidos Los Angeles Galaxy
Alemanha Bayern Munique (emp.)
Inglaterra Everton (emp.)
0028 0000(9)
0007 0000(0)
0087 000(32)
0266 000(122)
00012 0000(4)
0017 0000(2)
Seleção nacional3
19981999
2000
2000
20002014
Flag of the United States.svg Estados Unidos Sub-17
Flag of the United States.svg Estados Unidos Sub-20
Flag of the United States.svg Estados Unidos Sub-23
Flag of the United States.svg Estados Unidos
00041 00(35)
00004 000(0)
00015 000(9)
00154 00(57)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 7 de Agosto de 2014.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 20 de outubro de 2013.

Landon Timothy Donovan (Ontario, CA, 4 de março de 1982) é um futebolista estadunidense que atua como meia.

Revelado para o futebol pelo treinador Frank Yallop, Donovan é considerado um dos principais atletas da história do futebol estadunidense, sendo atualmente o maior recordista em número de assistências na Seleção Norte-americana de Futebol, além de também ser o maior artilheiro, tendo ultrapassado o recordista anterior, Eric Wynalda, numa partida disputada em 18 de janeiro de 2008, contra a Suécia (2 a 0). Também foi eleito o melhor atleta dos Estados Unidos em três oportunidades,[1] e em outras seis, o melhor jogador de futebol.[2] Surpreendentemente, foi excluído pelo técnico Jürgen Klinsmann do grupo de 23 jogadores dos Estados Unidos que disputarão a Copa do Mundo 2014, perdendo a oportunidade de participar de sua quarta Copa.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Donovan demonstrou sua paixão ao futebol com apenas seis anos, quando participou de um campeonato regional, tendo marcado sete vezes em sua primeira partida.[4] Quando tinha dezessete anos, acabou sendo aceite no IMG Soccer Academy, programa de desenvolvimento da federação estadunidense.[5]

Bayer Leverkusen/San Jose Earthquakes[editar | editar código-fonte]

Mais tarde, em 1999, recebeu uma oportunidade para treinar no futebol alemão, defendendo o Bayer Leverkusen. Insatisfeito com a sua situação na Alemanha,[6] acabou retornando ao futebol estadunidense, emprestado ao San José Earthquakes durante uma temporada. Seu sucesso na equipe foi imediata, conquistando o campeonato nacional logo de início e, duas temporadas depois também, se tornando um dos principais nomes do futebol nacional.[7] Durante seus quatro anos, ele marcou trinta e duas vezes, distribuindo vinte e nove assistências, e mais dez gols e seis assistências nos playoffs. Donovan também foi nomeado atleta estadunidense do ano em 2003.[8]

Em 2004, Donovan se tornou o primeiro a ser nomeado atleta estadunidense do ano em dois anos seguidos,[8] antes de retornar ao Bayer Leverkusen no ano seguinte. Depois de apenas sete partidas, sendo duas como titular, Donovan declarou sua intenção de retornar à MLS. Apesar de uma proposta do Portsmouth, os dirigentes aceitaram a vontade de Donovan. Porém, acabou não conseguindo retornar ao Earthquakes, mas conseguiu se transferir para o Los Angeles Galaxy, de sua cidade natal, um semana antes do início da temporada local.[9]

Los Angeles Galaxy[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira temporada com o Galaxy, Donovan marcou doze vezes e distribuiu dez assistências e, mais quatro gols e uma assitências nos playoffs, ganhando sua terceira MLS Cup, primeira com sua nova equipe. Após o término da temporada, foi eleito para a seleção.[10] Em sua segunda temporada, Donovan marcou doze gols e distriubuiu mais oito assistências. Donovan também marcou mais três tentos US Open Cup. Apesar disso, Donovan e o Galaxy não conseguiram chegar aos playoffs e perderam a Open Cup para o Chicago Fire. Seus gols nos playoffs o transformaram no segundo maior artilheiro do Galaxy no campeonato, atrás apenas de Carlos Ruiz.[11]

Donovan atuando contra o Arsenal.

Já em sua terceira temporada no clube, com a contratação do astro David Beckham, Donovan acabou perdendo a braçadeira de capitão e sua importância dentro do futebol nacional para o inglês. Ainda assim, continuou sendo importante, sendo artilheiro da SuperLiga com quatro tentos, tendo marcado em todas as partidas com exceção da final, onde acabou sendo derrotado. Nesse ponto de sua carreira, Donovan tinha oitenta e quatro gols, sendo o sétimo maior artilheiro nacional na classificação geral. Embora a temporada de 2008 tenha sido um decepção para o Galaxy, Donovan marcou vinte gols - sendo o artilheiro do campeonato - e distribuindo nove assistências em vinte e cinco partidas, formando um forte dupla ofensiva com Beckahm e Edson Buddle.[11]

Nos clássicos de Los Angeles contra o Chivas USA, equipe associada aos imigrantes mexicanos, é conhecido por usar sua fluência em espanhol para provocar os adversários.[12]

Em 2010, conquistou a MLS Supporters' Shield[13] e também terminou como o maior número de assistências na temporada regular, com 16.

Empréstimos[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2008, Donovan foi treinar com o elenco do Bayern Munique,[14] antes de ser contratado por empréstimo até o início da temporada na MLS, em meados de março.[15] Durante sua estadia no Bayern, Donovan participou de cinco amistosos, tendo marcado quatro vezes, mais seis participações no campeonato e uma na Copa da Alemanha.[16] No término do empréstimo, o Bayern não quis estender seu empréstimo e Donovan acabou retornando ao Galaxy.[17]

Em 18 de dezembro, foi confirmado seu empréstimo ao Everton, até março de 2010.[18] Em sua passagem no Everton, Donovan atuou em treze partidas em todas as competições, marcou dois gols, e foi nomeado jogador do mês por suas performances em janeiro.[19] Por conta de suas importantes participações, tendo a diretoria do clube tentado prorrogar o empréstimo até o término da temporada europeia, mas recusado pela equipe estadunidense [20] e Donovan retornou para o início da temporada. Por conta de seu desempenho no empréstimo ao Everton, Donovan foi considerado um dos onze melhores jogadores estadunidenses na Europa.[21] . Ao término da Temporada 2011 da MLS, Donovan foi novamente emprestado ao Everton, por 2 meses.[22]

Donovan (esquerda) disputando a bola contra o jamaicano Fabian Dawkins em 2006.

Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Em 7 de Agosto de 2014, anunciou que deixaria o clube no fim da temporada, abandonando a modalidade com 32 anos.

Títulos[editar | editar código-fonte]

San José Earthquakes
Los Angeles Galaxy
Seleção Norte-Americana

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Seleção Norte-Americana

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Bayer Leverkusen II
  • Atleta Jovem Norte-Americano Ano: 2000
San José Earthquakes
  • Atleta Norte-Americano do Ano: 2003
  • Prêmio Honda Melhor Jogador da MLS: 2002, 2003, 2004.
Los Angeles Galaxy
  • Atleta Norte-Americano do Ano: 2004, 2009, 2010
  • MLS Seleção de todos os Tempos: 2005 (Meia)
  • Prêmio Honda Melhor Jogador da MLS: 2007, 2008, 2009, 2010
Everton Football Club
  • Melhor Jogador do Clube no Mês: Janeiro/2010.
Seleção Norte-Americana

Referências

  1. "Landon Donovan".
  2. "Donovan wins sixth Honda Award".
  3. Estados Unidos anunciam lista para Copa do Mundo sem Donovan, Terra
  4. "JockBio: Landon Donovan Biography". Visitado em 19 de junho de 2010.
  5. "Residency Program". Visitado em 19 de junho de 2010.
  6. "Landon's Story". Visitado em 19 de junho de 2010.
  7. "Los Angeles Galaxy mini bios". Visitado em 19 de junho de 2010.
  8. a b "U.S. Soccer Athlete of the Year". Visitado em 19 de junho de 2010.
  9. "Galaxy trade Ruiz to Dallas, Donovan returning to L.A.?". Visitado em 19 de junho de 2010.
  10. "MLS All-Time Best XI team unveiled". Visitado em 19 de junho de 2010.
  11. a b "Landon Donovan". Visitado em 19 de junho de 2010.
  12. "Blood Magik Soccer Sugar", Ubiratan Leal, Trivela número 41, julho de 2009, Trivela Comunicações, págs. 54-57
  13. "Galaxy rally back, beat FCD to clinch Supporters' Shield".
  14. "Donovan zum FC Bayern?". Visitado em 19 de junho de 2010.
  15. "Bayern borrow Landon Donovan from Galaxy". Visitado em 19 de junho de 2010.
  16. "Donovan will return to LA Galaxy". Visitado em 19 de junho de 2010.
  17. "Donovan unlikely to extend with Bayern". Visitado em 19 de junho de 2010.
  18. Everton confirma empréstimo de Donovan. Visitado em 18 de dezembro de 2009.
  19. "Donovan Returns to LA". Visitado em 19 de junho de 2010.
  20. Everton confirma fim do empréstimo de Donovan. Visitado em 2 de maio de 2010.
  21. "Howie’s 2009-10 All-Over There team SoccerOverThere.com". Visitado em 2 de maio de 2010.
  22. "Landon Donovan to join Everton FC on two-month loan". Visitado em 15 de dezembro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]