Edivaldo Martins da Fonseca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Edivaldo Martins da Fonseca (Ipatinga, 13 de abril de 1962Boituva, 14 de janeiro de 1993) foi um jogador de futebol brasileiro. Faleceu em desastre de automóvel na rodovia Castelo Branco, em São Paulo.

Iniciou sua trajetoria futebolística na Usipa em Ipatinga, Minas Gerais. Nos anos 1980, foi ponta-esquerda do Taquaritinga (SP), Atlético Mineiro e São Paulo, sendo levado por Telê Santana para compor a equipe que disputou a Copa do Mundo de 1986, no México. Jogou também no Puebla, do México, Sport Recife e no Palmeiras.

Chamado de "Papagaio" e de "Pepe Legal", era um ótimo finalizador, principalmente em chutes de fora da área, e conquistou os títulos mineiros de 1985 e 1986 e os paulistas de 1987 e 1989.

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.