Ernesto I de Saxe-Coburgo-Gota

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ernesto I
Duque de Saxe-Coburgo-Gota
Cônjuge Luísa de Saxe-Gota-Altemburgo
Descendência
Ernesto II de Saxe-Coburgo-Gota
Alberto de Saxe-Coburgo-Gota
Nome completo
Ernesto Antônio Carlos Luís
Casa Saxe-Coburgo-Saalfeld
Saxe-Coburgo-Gota
Pai Francisco de Saxe-Coburgo-Saalfeld
Mãe Augusta Reuss-Ebersdorf
Nascimento 2 de Janeiro de 1784
Morte 29 de Janeiro de 1844 (60 anos)

Ernesto Antônio Carlos Luís (Coburgo, 2 de janeiro de 1784Gota, 29 de janeiro de 1844), feito duque de Saxe-Coburgo-Saalfeld e posteriormente nomeado Ernesto I, duque de Saxe-Coburgo-Gota, foi o filho mais velho de Francisco de Saxe-Coburgo-Saalfeld e de sua esposa, a condessa Augusta Reuss de Ebersdorf e Lobestein.

Juventude[editar | editar código-fonte]

Em 10 de maio de 1803, Ernesto foi nomeado precipitadamente adulto, porque seu pai estava gravemente doente na primavera daquele ano, e foi convocado para governar o ducado. Quando seu pai morreu em 1806, ele sucedeu ao ducado de Saxe-Coburgo-Saalfeld como Ernesto III, mas não pôde governá-las porque estavam ocupadas por tropas napoleônicas e sob administração francesa. Somente depois da Paz de Tilsit, em 1807, o ducado de Saxe-Coburgo-Saalfeld foi reunificado (tinha sido dissolvido) e retornou a Ernesto. Isso ocorreu através de pressão russa, uma vez que sua irmã Juliana era casada com o irmão do Czar.

Ernesto era um general prussiano e participou de batalhas contra Napoleão. Ele lutou nas batalhas de Jena (1806), de Lützen e de Leipzig (1813). Em 1814, ele avançou até a fortaleza francesa de Mainz.

Após a derrota de Napoleão na Batalha de Waterloo, o Congresso de Viena, a 9 de junho de 1815, concedeu-lhe uma área de 8,25 milhas quadradas, com 25 mil habitantes, perto da capital de Sankt Wendel. Em 1819, esse território recebeu o nome de principado de Lichtenberg, sendo vendido à Prússia em 1834.

Casamentos e filhos[editar | editar código-fonte]

Em 3 de julho de 1817, em Gota, Ernesto desposou Luísa de Saxe-Gota-Altemburgo. Eles tiveram dois filhos:

Ernesto não foi um marido fiel, e o casal separou-se em 1824 e divorciou-se oficialmente em 31 de março de 1826. A 23 de dezembro de 1832, em Coburgo, Ernesto desposou sua sobrinha, Maria de Württemberg (1799-1860), filha de sua irmã Antonieta. Eles não tiveram filhos.

Com Sophie Fermepin de Marteaux, Ernesto teve uma filha: Berta Ernestine von Schauenstein (1817-1896). Com Margaretha Braun, ele teve dois filhos: Ernst Albert Bruno von Bruneck (m. 1838) e Robert Ferdinand von Bruneck (m. 1856), depois Freiherr von Bruneck.

Ernesto I de Saxe-Coburgo-Gota[editar | editar código-fonte]

Em 1825, com a morte do último duque de Saxe-Gota-Altemburgo (tio de Luísa), houve uma reorganização dos ducados ernestinos. À época, Ernesto estava no processo de divórcio, e, por causa disso, não quiseram lhe entregar Gota. Em ´12 de novembro de 1826, entretanto, eles chegaram a um acordo: Ernesto receberia Gota se cedesse, em troca, Saalfeld a Saxe-Meiningen. Ele subseqüentemente se tornou Ernesto I, Duque de Saxe-Coburgo-Gota.