Fernando de Saxe-Coburgo-Gota

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fernando de Saxe-Coburgo-Gota

Fernando Jorge Augusto de Saxe-Coburgo-Gota (Coburgo, 28 de março de 1785Viena, 27 de agosto de 1851) foi um príncipe da Casa de Saxe-Coburgo-Gota e um príncipe de Csabrag e Szitnya (ambos na Eslováquia, na atualidade). Foi também general de cavalaria do exército do Império Austro-Húngaro, durante as Guerras Napoleônicas.

Família[editar | editar código-fonte]

Nasceu como príncipe Fernando de Saxe-Coburgo-Saalfeld; era o segundo filho do duque Francisco de Saxe-Coburgo-Saalfeld e de sua esposa, Augusta Reuss-Ebersdorf; e depois se tornou um príncipe de Saxe-Coburgo-Gota, após uma troca territorial feita por seu irmão no Castelo de Ehrenburg, na cidade bávara de Coburgo.

Fernando estava relacionado com muitos monarcas europeus; entre seus sobrinhos e sobrinhas, estavam a rainha Vitória do Reino Unido; o seu marido desta, o príncipe Alberto de Saxe-Coburgo-Gota; o rei Leopoldo I da Bélgica e a filha deste, a imperatriz Carlota do México.

Casamento e filhos[editar | editar código-fonte]

No dia 30 de novembro de 1815, em Viena, Fernando desposou Maria Antônia de Koháry de Csabrag e Szitnya, uma nobre húngara católica e a herdeira mais rica da época. Tiveram quatro filhos:

Saxe-Coburgo-Koháry[editar | editar código-fonte]

Em 1826, o príncipe José Frederico de Koháry de Csabrag e Szitnya (sogro de Fernando) morreu, e ele assumiu a chefia da Casa de Koháry, em direito de sua esposa. Dessa data em diante, sua linhagem passou a ser chamada de Saxe-Coburgo-Koháry. Esse ramo da anteriormente família Coburgo protestante tornou-se católico, passando a ser importante para famílias reais católicas.

Morte[editar | editar código-fonte]

Fernando morreu em Viena. Seu corpo está enterrado no cemitério de Glockenberg, em Coburgo.