Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde setembro de 2011).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Ordem t e esp.jpg

Ordens honoríficas
de Portugal

Ordens militares:

Ordens nacionais:

Ordens de mérito civil:

A Ordem Militar da Torre e Espada, oficialmente designada por Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, de seu nome completo Antiga e Muito Nobre Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito,[1] é uma das ordens honoríficas portuguesas que apenas pode ser conferida em três casos:

  • Por méritos excepcionalmente relevantes demonstrados no exercício de funções dos cargos supremos que exprimem a actividade dos órgãos de soberania ou no comando de tropas em campanha;
  • Por feitos de heroísmo militar e cívico;
  • Por actos excepcionais de abnegação e sacrifício pela Pátria e pela Humanidade.

Tem a sua origem histórica na Ordem da Torre e Espada, fundada por D. Afonso V de Portugal em 1459 e extinta em 1834.

É composta por seis graus:

  • Grande-Colar (GColTE)
  • Grã-Cruz (GCTE)
  • Grande-Oficial (GOTE)
  • Comendador (ComTE)
  • Oficial (OTE)
  • Cavaleiro (CvTE) / Dama (DmTE)

Inclui também os graus de:

  • Oficial com Palma (O/PTE)
  • Cavaleiro com Palma (Cv/PTE) / Dama com Palma (Dm/PTE)
  • 1.ª Classe (1ªClTE)
  • 2.ª Classe (2ªClTE)
  • 3.ª Classe (3ªClTE)

Tal como outras Ordens portuguesas, o título de Membro-Honorário (MHTE) pode ser atribuído a instituições e localidades.[2]

Lista dos agraciados portugueses desde 1974 (III República)[editar | editar código-fonte]

  • Grã-Cruz
    • Doutor José de Azeredo Perdigão, 1º Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian (11 de Março de 1985)
    • Dr. Francisco Manuel Lumbrales de Sá Carneiro, Primeiro-Ministro de Portugal (17 de Março de 1986) - a título póstumo
    • Marechal António Sebastião Ribeiro de Spínola, Presidente da República Portuguesa (13 de Fevereiro de 1987)
    • General José Lemos Ferreira (29 de Maio de 1989)
    • General Mário Firmino Miguel (10 de Junho de 1991) - a título póstumo
    • General António da Silva Osório Soares Carneiro (1 de Julho de 1994)
    • General Gabriel Augusto do Espírito Santo (3 de Agosto de 2000)
  • Comendador
    • Tenente-Coronel José Fernando de Almeida Brito (23 de Dezembro de 1988) - a título póstumo
  • Oficial
    • Brigadeiro Heitor Hamilton Almendra (15 de Março de 1985)
    • Comandante Hélder Costa Almeida (6 de Julho de 1998)
  • Cavaleiro
    • Não existem agraciados com este grau.
  • Membro-Honorário

Lista dos agraciados estrangeiros desde 1974 (III República)[editar | editar código-fonte]

  • Grande Oficial
    • D. Felipe VI da Espanha, Príncipe das Astúrias (23 de Agosto de 1996)
  • Comendador
    • Não existem agraciados com este grau.
  • Oficial
    • Não existem agraciados com este grau.
  • Cavaleiro
    • Não existem agraciados com este grau.
  • Membro Honorário
    • Não existem agraciados com este grau.

Lista de alguns dos agraciados com a Ordem honorífica[editar | editar código-fonte]

Grande-Colar[editar | editar código-fonte]

Grã-Cruz[editar | editar código-fonte]

Grande-Oficial[editar | editar código-fonte]

Comendador[editar | editar código-fonte]

Oficial[editar | editar código-fonte]

  • O TE
    • LOUSADA, José Manuel Garcia Ramos (Capitão Paraquedista) 06.07.1969
    • LOPES, Joaquim (Patrão) 25.2.1862
    • ABREU CARDOSO, Jaime Rodolfo de (Capitão de Infantaria CMD) 06.06.1969
    • ALMENDRA, Heitor Hamilton (Brigadeiro) 15.03.1985
    • ALMEIDA, Hélder Costa (Comandante) 22.07.1998
    • ALVES CARDOSO, Álvaro Manuel (Capitão Miliciano CMD) 24.05.1972
    • BACAR JALÓ, João (Capitão Graduado CMD) 03.06.1970
    • BRUNO, João de Almeida (Major de Cavalaria CMD) 31.05.1973
    • Henrique Mitchell de Paiva Couceiro (Capitão) 29.05.1891
    • LOBATO DE FARIA, Fernando Gil Almeida (Capitão de Infantaria CMD) 31.05.1973
    • RIBEIRO DA FONSECA, António Joaquim Alves (Capitão Miliciano CMD) 31.05.1973
    • SARAIVA, Maurício Leonel de Sousa (Capitão de Infantaria CMD) 03.06.1970
    • VALENTE, Horácio Francisco Martins (Capitão Miliciano CMD) 6.6.1969
    • Henrique Mitchell de Paiva Couceiro (Capitão) 29.5.1891

Cavaleiro[editar | editar código-fonte]

Membro Honorário[editar | editar código-fonte]

  • MH TE
    • ESCOLA PRÁTICA DE INFANTARIA 02.09.1980
    • CORPO DE FUZILEIROS 15.03.1985
    • CORPO DE TROPAS PÁRA-QUEDISTAS 15.03.1985
    • ESCOLA PRÁTICA DE CAVALARIA 15.03.1985
    • REGIMENTO DE COMANDOS 26.04.1985
    • GUARDA FISCAL 18.10.1985
    • LEAL SENADO DE MACAU 21.04.1999
    • CENTRO DE INSTRUÇÃO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS 19.04.2000

Lista de cidades agraciadas com a Ordem da Torre e Espada[editar | editar código-fonte]

As seguintes cidades foram agraciadas com a Ordem da Torre e Espada, reflectindo quase todas (excepto a das Caldas da Rainha) a homenagem no seu brasão municipal:

Brasão Cidade Grau Data Concessor
ACB1.png
Alcobaça
Cavaleiro
1919/04/26
João do Canto e Castro
AMT1.png
Amarante
Cavaleiro
1925/11/25
Manuel Teixeira Gomes
Angra do Heroísmo, Azores, Portugal (brasões).png
Angra do Heroísmo
Grã-Cruz
1837/01/12
D. Maria II
AVR.png
Aveiro
Oficial
1919/03/29
João do Canto e Castro
BGC.png
Bragança
Oficial
1919/04/26
João do Canto e Castro
CLD.png
Caldas da Rainha
Dama
1919/04/26
João do Canto e Castro
CHV.png
Chaves
Oficial
1919/03/24
João do Canto e Castro
CBR.png
Coimbra
Oficial
1919/04/26
João do Canto e Castro
CVL.png
Covilhã
Dama
1930/10/05
Óscar Carmona
ELV.png
Elvas
Oficial
1930/02/03
Óscar Carmona
EVR.png
Évora
Oficial
1919/04/26
João do Canto e Castro
LSB.png
Lisboa
Grã-Cruz
1920/06/03
António José de Almeida
MDL1.png
Mirandela
Oficial
1919/03/29
João do Canto e Castro
OVR.png
Ovar
Cavaleiro
1919/06/28
João do Canto e Castro
PRT.png
Porto
Oficial
1919/04/26
João do Canto e Castro
STR.png
Santarém
Oficial
1919/04/26
João do Canto e Castro

Referências

  1. "Mercês Honoríficas do Século XX (1900-1910)", Jorge Eduardo de Abreu Pamplona Forjaz, Guarda-Mor, 1.ª Edição, Lisboa, 2012, p. 96
  2. Membros Honorários. Visitado em 13 de Agosto de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Portugal é um esboço relacionado ao Projeto Portugal. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.