Francisco León de la Barra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Francisco León de la Barra

Francisco León de la Barra y Quijano (Querétaro, 16 de Junho de 1863 - Biarritz, França, 23 de Setembro de 1939) foi um político e diplomata mexicano. Ocupou interinamente o cargo de presidente do México entre 25 de Maio e 6 de Novembro de 1911.

Licenciado em direito pela Universidad Nacional, é eleito deputado federal em 1891. Entra para o corpo diplomático em 1896 servindo como embaixador em vários países da América do Sul, Bélgica, Países Baixos e Estados Unidos. Durante este tempo ganha reputação como autoridade em direito internacional e é nomeado ministro de relações exteriores em 1911. Assume interinamente a presidência após a renúncia de Porfírio Díaz e terminado o seu mandato, após a eleição de Francisco Madero, viaja para a Itália. Volta a ser nomeado ministro de relações exteriores em 1913 e em 1914 é eleito governador do Estado do México, cargo de que se demite pouco depois para seguir a sua carreira em direito internacional na Europa. Foi presidente do Tribunal Permanente de Arbitragem sediado em Haia e participou em várias comissões internacionais após a Primeira Guerra Mundial.

Precedido por
Porfírio Díaz
Presidente do México (interino)
25 de Maio a 6 de Novembro de 1911
Sucedido por
Francisco Madero