Furacão Isabel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Furacão Isabel
Categoria 5  (EFSS)
Hurricane Isabel 18 sept 2003 1555Z.jpg
Furacão Isabel aproximando-se de Outer Banks, Carolina do Norte
Formação: 6 de Setembro de 2003
Dissipação: 20 de Setembro de 2003
Vento mais forte (1 min): 195 nós (361 km/h, 224 mph)
Pressão mais baixa: 998 hPa (mbar) ou 749 mmHg
Danos: $3,6 bilhões de dólares 2003
Fatalidades: 16 mortes diretas, 35 indiretas
Áreas afetadas: Grandes Antilhas, Bahamas, bastante da Costa Leste dos Estados Unidos (principalmente Carolina do Norte e Virgínia), Ontário
Parte da
Temporada de furacões no Atlântico de 2003

O furacão Isabel foi o furacão que mais causou prejuízos e mortes na temporada de furacões no Atlântico de 2003. Sendo a nona tempestade tropical, o quinto furacão e segundo maior furacão da temporada, Isabel formou-se de uma onda tropical em 6 de Setembro, na região tropical do Oceano Atlântico. Rumou em sentido norte, e dentro de um ambiente de tesouras de ventos rápidos e águas quentes, cresceu progressivamente até atingir picos de 265 km/h em 11 de Setembro. Após a flutuação de intensidade, que durou quatro dias, o furacão Isabel tornou-se um ciclone extratropical no dia seguinte, sobre o oeste da Pensilvânia.

Na Carolina do Norte, a maré de tempestade do Isabel lavou uma porção das ilhas Hatteras, formando o que ficou vulgarmente conhecido como a baía Isabel. Maiores danos ocorreram ao longo de Outer Banks, onde milhares de casas ficaram danificadas ou destruídas. O pior dos efeitos do Isabel ocorreu em Virgínia, em que se relatou a maioria das mortes e estragos do furacão. Cerca de 64% dos danos e 68% das mortes ocorreram isoladamente nesses dois estados.

Danos moderados a graves estenderam-se por toda a costa do Atlântico, bem como no interior da Virgínia Ocidental. Cerca de 6 milhões ficaram sem energia elétrica no leste dos Estados Unidos por causa dos fortes ventos do furacão Isabel. Chuvas torrenciais da tempestade estenderam-se da Carolina do Sul até Maine, e em direção oeste até Michigan. Ao longe de todo o percurso do Isabel, os danos totalizaram cerca de 3,6 bilhões de dólares em 2003 (US$ 3,95 bilhões em 2006). 16 mortes em sete estados estavam diretamente relacionadas ao furacão, com 35 mortes em seis estados e uma província relacionada indiretamente ao furacão.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre ciclones tropicais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.