Gata Negra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Gata Negra
160px

Black Cat cosplay,
Comic Con 2008
Dados da publicação
Publicado por Marvel Comics
Primeira aparição Amazing Spider-Man #194
(Julho de 1979)
Criado por Marv Wolfman
Keith Pollard
Características do personagem
Alter ego Felicia Hardy
Espécie Humana
Terra natal Queens, Nova York, E.U.A.
Afiliações Heróis de Aluguel
Base de operações Nova York, E.U.A.
Codinomes conhecidos arccos{}
Habilidades Manipulação das probabilidades (a "maldição do azar")
Força e Agilidade Super-Humanas
Visão Noturna
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Gata Negra (Black Cat no original inglês) é o alter-ego da personagem de HQ Felícia Hardy, do universo do super-herói Homem-Aranha. Na primeira aventura publicada no Brasil, seu nome foi Mulher-Gata. Depois foi trocado para evitar confusão com a vilã de Batman. Seu uniforme é todo preto, realmente baseado em uma "Gata Negra", tem cabelos brancos e compridos, e é uma bela jovem. Sua temática no nome e aparência refere-se ao fato de ser "gatuna", ou seja, ladra, notadamente de jóias. Namorou o protagonista Homem-Aranha por algum tempo.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Sua primeira aparição foi em Amazing Spider-Man (Vol.01), número 194, em 1979. Criada por Marv Wolfman e Keith Pollard. Após a morte de Gwen Stacy, das novas personagens femininas surgidas na série, foi a primeira candidata a namorada do Homem-Aranha a fazer relativo sucesso. O romance acabou sendo prejudicado quando ficou claro para os leitores que ela era atraída pelo super-herói e não pela sua identidade civil, do comum Peter Parker.

Felicia Hardy cresceu como uma patricinha mimada, seguindo os passos de seu amado pai Walter em todos os sentidos. Quando ele desapareceu, a mãe de Felicia disse a ela que seu pai havia morrido em um acidente de avião. Posteriormente Felicia acabou descobrindo a verdade: Walter Hardy era um dos ladrões de jóias mais procurados do mundo, mas acabou sendo capturado. Ele ainda estava vivo, mas cumprindo pena na prisão.

Determinada a continuar seguindo os passos do pai, Felicia iniciou um rigoroso esquema de treinamento físico que aumentou sua força, resistência e agilidade. Ela também aprendeu técnicas para arrombar fechaduras e cofres, e se tornou mestra em artes marciais.

Isto levou anos, mas Felicia demonstrou grande talento e superou seu pai em cada movimento, aprendendo todos os seus truques. Quando soube que seu pai encontrava-se muito doente, ela criou um visual próprio se vestindo com um uniforme de couro negro. Acreditando que ele deveria morrer em seu próprio leito, ela invadiu a prisão e o resgatou, levando-o de volta para casa, despistando o Homem-Aranha no processo.

Após enfrentar o Homem-Aranha várias vezes, acabou por ter uma relação de parceria com ele. Mas, após ter lutado contra o Doutor Octopus, e quase morrido, o Homem-Aranha resolveu se afastar dela pelo fato de ela não ter poderes. Ela resolve pedir ajuda para consegui-los, mas é enganada pelo Rei do Crime, que lhe dá o poder de causar azar em quem ela toca e com quem ela convive.

Beneficiada pela “maldição do azar”, ou forçada a contar apenas com seus dotes atléticos, esta talentosa ladra é problema na certa.

Abandonando sua carreira criminosa, a perigosa felina Felicia Hardy se apaixonou profundamente pelo Homem-Aranha e passou a acompanha-lo em sua cruzada heróica — embalando o Cabeça-de-Teia em sua doce patinha.

Mas quando seu relacionamento termina, ela volta a sofrer a sua maldição.

Ela se junta novamente ao Homem-Aranha, porém seus poderes eram um problema. Para conseguir se livrar desta maldição, recebeu ajuda do Doutor Estranho. Depois disso, ela desapareceu. Na serie The Spectacular Spider-Man, a dublagem brasileira a traduziu erroneamente como "Mulher-Gata ", embora no original seja chamada de "Black Cat"(mas na segunda temporada isso foi corrigido para não haver problemas com a vilã de Batman) Depois de derrotar os doze vilões ao lado do Homem-Aranha, Gata Negra segue o herói em suas aventuras.

Se envolveu com Matt Murdock, o Demolidor, após o Homem-Aranha pedir o Demolidor para ajudar-lo a resolver um caso de roubo no qual Felícia estava sendo acusada, o Aracnídeo sabendo que Felícia é inocente a procura pra tentar solucionar o caso. O final da história acaba com a gata e Demolidor se beijando, o aranha vê a cena e acaba se sentindo nada confortável. Mas a verdade é que Felícia estava a mando do Espectro Negro, uma organização que queria roubar de Matt o Omegadrive, um dispositivo que de vários terabytes de informações sobre as maiores organizações criminais. Felícia acaba desistindo do roubo pelo momento que passou com Matt, deixa-lhe um recado e sai de cena por alguns meses para que não corra perigo de morte.

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) personagem de Banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.