The Amazing Spider-Man (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Amazing Spider-Man
O Fantástico Homem-Aranha (PT)
O Espetacular Homem-Aranha (BR)
Pôster original do filme.
 Estados Unidos
2012 •  cor •  136 min 
Direção Marc Webb
Produção Laura Ziskin
Avi Arad
Matt Tolmach
Produção executiva Stan Lee
Kevin Feige
Michael Grillo
Roteiro James Vanderbilt
Alvin Sargent
Steve Kloves
História James Vanderbilt
Baseado em The Amazing Spider-Man de Stan Lee
Steve Ditko
Elenco Andrew Garfield
Emma Stone
Rhys Ifans
Denis Leary
Campbell Scott
Irrfan Khan
Martin Sheen
Sally Field
Gênero Ação
Aventura
Ficção científica
Música James Horner
Direção de arte J. Michael Riva
Direção de fotografia John Schwartzman
Figurino Kym Barrett
Edição Alan Edward Bell
Michael McCusker
Pietro Scalia
Companhia(s) produtora(s) Sony Pictures Entertainment
Marvel Entertainment
Laura Ziskin Productions
Arad Productions, Inc.
Matt Tolmach Productions
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 3 de julho de 2012
Portugal 5 de julho de 2012
Brasil 6 de julho de 2012
Idioma Inglês
Orçamento US$ 230 milhões[1]
Receita US$ 757 930 663[1]
Cronologia
Último
Último
O Espetacular Homem-Aranha 2
(2014)
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

The Amazing Spider-Man (no Brasil, O Espetacular Homem-Aranha) é um filme americano de 2012, o quarto filme da Columbia Pictures baseado no Homem-Aranha, personagem da Marvel Comics. O filme é um reboot iniciando uma série cinematográfica completamente independente da trilogia anterior.

Foi lançado em 3 de julho de 2012 nos Estados Unidos. Marc Webb dirige o filme, cujo roteiro é assinado por James Vanderbilt, com revisões posteriores de Alvin Sargent e Steve Kloves. O elenco inclui Andrew Garfield como Peter Parker, Emma Stone como Gwen Stacy e Rhys Ifans como o antagonista, o Lagarto. O filme segue Peter Parker enquanto ele desenvolve seus poderes na escola e tenta desvendar a verdade sobre seus pais.

Temas e análise[editar | editar código-fonte]

The Amazing Spider-Man (filme) Eu tentei conceber como o Peter lida com a sensação de ser um excluído, com a confusão e com a insegurança. Isso, eu espero, trouxe uma certa empatia e sensibilidade para o personagem, que explica como isso o ajudou a se tornar o herói que ele eventualmente acaba sendo. The Amazing Spider-Man (filme)

 — Andrew Garfield[2]

O diretor Marc Webb descreveu o filme como "a história de um garoto que cresce buscando pelo pai e descobre a si mesmo".[3] Tanto Andrew Garfield quanto Marc Webb descreveram Peter Parker como um solitário por escolha, alguém difícil de se aproximar por ter sido abandonado: "É isso que ele tem para se proteger. Ele foi abandonado uma vez, não quer que aconteça novamente. É difícil se aproximar dele".[3] [4] Em comparação ao que o personagem era no início dos quadrinhos, ele descreveu: "Peter é um prodígio científico. Se você olhar para trás, para os quadrinhos antigos de Stan Lee e Steve Ditko, ele era um nerd com óculos enormes". Ele explica que "a ideia sobre o que é um nerd mudou nesses 40 ou 50 anos. Nerds estão administrando o mundo. Andrew Garfield esteve em um filme [A Rede Social] sobre isso". Webb explicou. "O que havia de mais importante nos quadrinhos antigos era a noção de que Peter Parker era um excluído, como definimos isso num contexto contemporâneo".[5] Numa entrevista para a SFX, Garfield comparou o humor de seu Homem-Aranha como uma metáfora para os trolls da internet: "Você sente o poder disso, de não ser visto, o poder da máscara. Peter se torna debochado quando tem essa camada protetora. É como se ele estivesse num fórum da internet. Ele tem a anonimidade da internet dentro daquele uniforme, e pode dizer qualquer coisa que quiser, e se safar de qualquer coisa."[6] Garfield também tentou explorar Peter Parker como um órfão, que ele vê como "os seres humanos mais fortes do planeta".[2] Garfield descreveu o herói que representa como "um herói humano que passa por todas as dificuldades que nós já passamos, especialmente os mais fracos, que queriam ter mais poder do que sentem que têm". Ele acredita que representa "um personagem muito inspirador e aspiracional que simboliza o bem — e o quanto é difícil ser bom — mas também o quanto vale a pena".[7]

Stone descreveu sua personagem como "uma garotinha do papai", que é muito responsável e muito protetora de sua família, assim como uma amante da ciência.[8] [9] Emma Stone diz que sua personagem "oferece ao Parker um mundo de estabilidade, de uma unidade familiar que não é marcada pela perda dos pais e, além de uma atração física, os dois também formam uma ligação intelectual por conta de seu amor mútuo pela ciência."[8] Ela explica que sua personagem "está presa entre [seu pai] o Capitão e Peter Parker e o Homem-Aranha, que têm diferentes visões sobre encontrar justiça em suas vidas", o que ela achou um elemento interessante de explorar.[10]

Webb explica por que o Lagarto era a melhor escolha para o vilão do filme: "Ele é a personificação do tema do filme, que é que todos nós temos alguma coisa faltando. Ele não tem um braço. Peter não tem pais, e preenche esse vazio com o Homem-Aranha".[11] O produtor Avi Arad tem a mesma visão, explicando que "Peter não tem os pais, Connors não tem o braço. Por um lado, emocionalmente, é um problema bastante semelhante. É um conto de advertência. E eles têm sempre os melhores vilões.[12] O ator Rhys Ifans descreveu o personagem que represente não como um vilão essencialmente maligno, mas como um personagem falho, similar a Dr. Jekyll e Mr. Hyde.[13] "Curt Connors não é de forma alguma um vilão malévolo", afirmou Ifans. "Ele não é como os vilões do Batman, como o Coringa, que são a personificação do mal. Curtis Connors é um grande homem que faz uma decisão ruim. Essa é a mágica do Homem-Aranha. Essas pessoas são a personificação dos nossos defeitos e dos nossos desejos que levam à tragédia".[14] Ifans descreveu Curt como uma boa pessoa durante toda a vida: "Ele é um geneticista que quer ajudar pessoas, como ele, sem membros. Em sua avidez para desenvolver essa ciência, ele comete um erro e isso é uma coisa que vemos acontecer o tempo todo, algumas vezes para o nosso bem, às vezes para o mal. Ele é um homem quebrado que quer se consertar".[15]

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Avi Arad explicou numa entrevista que Sam Raimi percebeu que ninguém se sentia bem sobre a história de Homem-Aranha 4, e que eles não acreditavam ter nenhuma boa razão para fazer outra continuação. A trilogia já havia completado a história de origem do Homem-Aranha, o que fez com que os produtores pensassem fortemente num novo filme que começasse do zero.[12] Enquanto ainda trabalhando na sequência cancelada, eles começaram a pensar em uma história diferente: "Nós sabíamos que algo de diferente estava vindo, tínhamos algo novo para uma história muito única", afirmou Arad.[12] Matt Tolmach explicou que eles tentaram criar uma história diferente, mas com as mesmas pessoas, explicando que eles queriam contar a história de Peter Parker como um garoto que se torna um homem.[12] Trabalhar com as mesmas pessoas não funcionou; Sam Raimi e o elenco original se retiraram porque Raimi achou que "não poderia cumprir o prazo de lançamento sem comprometer a integridade criativa do filme". Simultaneamente ao cancelamento de Homem-Aranha 4, a Sony anunciou que a franquia seria reiniciada com novo diretor e elenco, focando na descoberta dos poderes por Peter.[16] [17] Avi Arad, Laura Ziskin e Matt Tolmach, que estiveram envolvidos com a franquia desde o início, continuaram como produtores do filme.[16] A Sony confirmou que o roteirista de Zodíaco, James Vanderbilt, seria o responsável pelo roteiro do novo filme. O roteiro de Vanderbilt foi chamado de "forte, contemporâneo" pela Entertainment Weekly, que referenciou o Batman Begins de Christopher Nolan no sentido de que este também reinventou o tom de sua série cinematográfica.[18] Alvin Sargent foi contratado para retocar o script.[19] Ainda na pré-produção, Steve Kloves, roteirista conhecido por seu trabalho na adaptação de Harry Potter para o cinema, e que tinha originalmente recusado a oportunidade de escrever o reboot, decidiu aceitar participar da revisão do script. Kloves se concentrou em caracterização e diálogo, com foco em Gwen Stacy e, em menor escala, em Peter Parker.[20]

The Amazing Spider-Man (filme) Quando você sair do cinema, eu quero que o mundo que você vê lembre o que você viu na tela. Parte da graça do cinema é que você faz o impossível parecer real. Eu queria que o filme fosse mais calcado na realidade e que isso afetasse a emoção das cenas, a ação física e as roupas. É menos baseado no mundo de Steve Ditko e provavelmente mais próximo visualmente e mais influenciado pelo universo Ultimate, mas também é bastante um mundo de nossa própria criação. The Amazing Spider-Man (filme)

 — Marc Webb numa entrevista para o Los Angeles Times[5]

Webb, cujo filme anterior (500) Days of Summer foi seu primeiro como diretor, foi confirmado como diretor do reboot.[21] Amy Pascal e Matt Tolmach acharam que a chave para sua busca de um novo diretor foi identificar cineastas que pudessem dar um foco afiado à vida de Peter Parker e eles decidiram que Webb era o diretor perfeito para tal.[21] Webb comentou que estava a princípio hesitante em dirigir o filme, mas então pensou "Como eu posso fugir disso? Que grande oportunidade! Que personagem cinematográfico seria melhor do que o Aranha?"[22] Ele afirmou que era algo que ele achava "muito atraente" e que "não poderia perder a oportunidade".[23] Webb comentou sobre comparações entre seu trabalho e o de Sam Raimi como diretor de um filme do Homem-Aranha: "A versão virtuosa de Sam Raimi é um precedente intimidador para dar sequência e seguir em frente. Os três primeiros filmes são amados por um bom motivo. Mas eu acho que a mitologia do Homem-Aranha transcende não só gerações, mas diretores também. Eu não estou entrando para "ocupar o lugar" de Sam. Isso seria impossível. Para não dizer arrogante. Estou aqui porque há uma oportunidade para ideias e histórias que vão adicionar uma nova dimensão, profundidade e voz criativa para o Homem-Aranha".[21] Ele adicionou que tem um "profundo respeto por Sam e Tobey e todos os filmes que eles fizeram", mas que está "tentando alcançar algo diferente". Webb comenta que é diferente de Harry Potter, que tem um número restrito de livros como todo o cânone, e mais parecido com James Bond, porque "tem tanto material em Homem-Aranha que tem histórias demais para contar, personagens demais".[23] Ele descreveu que o filme "não é um remake", explicando que "não estamos fazendo o filme de Sam novamente. É um universo diferente e uma história diferente com personagens diferentes".[24]

Foi noticiado em abril de 2012 que, no Festival de Filme de Tribeca, Paul Feig, diretor do filme Bridesmaids e criador da série de televisão Freaks and Geeks, comentou que estava envolvido com uma das roteirizações das cenas de escola do filme.[25]

Escolha do elenco[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2010, o The Hollywood Reporter disse que os atores que se encontraram com o diretor Marc Webb e estavam sendo considerados para o papel principal incluíam Alden Ehrenreich, Andrew Garfield, Frank Dillane, Jamie Bell e Josh Hutcherson,[26] e, em junho de 2010, o Los Angeles Time noticiou que a lista incluía Aaron Jonhson e Anton Yelchin.[27] Pelo menos Bell, Ehrenreich, Garfield, Yelchin, Logan Lerman e Michael Angarano fizeram testes para o personagem.[28] Em 1º de julho de 2010, foi confirmado que o papel seria de Garfield.[29]

Andrew Garfield.

A Sony então fez testes para o papel do jovem Peter Parker, buscando alguém que lembrasse Garfield fisicamente.[30] Webb disse: "Eu penso que nós já vimos a origem do Homem-Aranha antes, mas não a origem de Peter Parker". Webb acha que quando se tenta construir o filme, é preciso construir o protagonista também. É por isso que ele quer apresentar Peter Parker como uma criança.[3]

Foi noticiado originalmente que o filme apresentaria tanto Mary Jane Watson quanto Gwen Stacy como interesses românticos,[31] mas o site The Wrap anunciou mais tarde que apenas Gwen estaria no filme.[32] Em agosto de 2010, a lista de atrizes cotadas para representar o par romântico incluía Imogen Poots, Ophelia Lovibond e Lily Collins, com Teresa Palmer, Mary Elizabeth Winstead e Emma Roberts citadas pelo The Hollywood Reporter como "potencialmente na mistura".[33] Em setembro de 2010, a Variety noticiou que a lista incluía Emma Stone e Mia Wasikowska.[34] Também foi noticiado que Dianna Agron, Georgina Haig e Dominique McElligott estavam entre as atrizes cogitadas.[35] Em 5 de outubro de 2010, foi confirmado que o papel de Gwen Stacy seria de Emma Stone.[36] Webb comentou que a química entre Emma e Garfield foi o que a fez a escolha natural para o papel.[36]

Em 11 de outubro de 2010, Rhys Ifans foi confirmado como o vilão não identificado do filme, e, em 13 de outubro, foi noticiado que o personagem de Ifans seria o Dr. Curt Connors, o Lagarto.[37] [38] O produtor Avi Arad admitiu para a Empire que o Lagarto é seu vilão favorito do Homem-Aranha, que sempre quis que o Lagarto fosse o antagonista de um filme e que foi como um sonho realizado quando ele foi o vilão escolhido.[39] Muito antes do vilão ser adicionado ao roteiro, Arad já tinha desenhos conceituais preparados para o caso de o Lagarto ser selecionado.[39]

Em novembro de 2011, foi dito que Martin Sheen viveria o tio Ben, enquanto Sally Field estava em negociações para representar a tia May.[40] [41] Também em novembro, foi noticiado que o ator Denis Leary de Rescue Me se juntava ao elenco como o Capitão George Stacy.[42] Em dezembro de 2011, foi noticiado que Campbell Scott e Julianne Nicholson representariam os pais de Peter, enquanto Irrfan Khan faria o vilão dos quadrinhos chamado Van Adder — entretanto, o nome de seu personagem foi revelado mais tarde ser Dr. Ratha.[43] Embeth Davidtz mais tarde substituiria Julianne Nicholson no papel da mãe de Peter.[44]

Efeito[editar | editar código-fonte]

A empresa 3ality Technica com sede em Burbank, Califórnia, disponiblizou os equipamentos.[45] [46] O filme foi relatado para ser o primeiro a adotar o equipamento TS-5 uma câmera portátil que filma em 3D e é sem fios. 3ality Technica ajudou a tornar possível para evitar a conversão de 2D para 3D.[47] O diretor Marc Webb disse que "Queria uma nova experiencia para esse novo filme dele, pois estamos filmando já em 3D sem conversão de 2D para 3D, pois queremos algo fascinante --- de modo em que você possa sentir como Peter Parker se sente, quando ele está vestido de Homem Aranha e está pulando sobre edifícios e ruas.[48] Este foi o primeiro filme com a técnica da empresa 3ality e Marc Webb não queria filmar em 2D para depois converter, Webb disse: "Fica muito desajeitado como tinha visto em outros filmes que foram apenas convertidos".

Uma equipe inteira foi dedicada a fazer o Lagarto mais realista. Eles começaram a pensar sobre a biologia do lagarto e como seus músculos iriam funcionar.[49] Um grande homem conhecido como "Big John" (Tradução: Grande João) ficou como o personagem durante as filmagens, realizando uma grande parte das interações entre os personagens do longa. Um lagarto gerado no computador substituiu "Big John" na pós-produção.[50]

Música[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora foi produzida por Sony Classical, composta por James Horner. O filme também apresenta músicas de Coldplay.[51] Em maio de 2012, a Sony Classical revelou detalhes sobre a trilha sonora[52] mais foi lançada em 3 de julho de 2012.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

O filme obteve uma média de 74% de aprovação no Rotten Tomatoes, que se baseou em 241 resenhas recolhidas, das quais 178 foram consideradas positivas e 63, negativas. Segundo o agregador, o consenso é que "um elenco bem escolhido e uma direção com boa mão permitem que The Amazing Spider-Man impressione, apesar de revisitar os mesmos pontos de enredo do filme Homem-Aranha de 2002".[53] Por comparação, o Metacritic calculou uma média de 66% de aprovação, baseado em 42 resenhas.[54]

Jordan Mintzer do The Hollywood Reporter sentiu que o filme trouxe um resultado satisfatório como reboot de uma das franquias mais bem-sucedidas da Marvel, explicando que Marc Webb dirigiu como um toque emocional e vários pontos de comédia, além de providenciar uma representação mais sombria do super-herói e um romance mais forte do que na série de filmes original.[55] Boyd Van Hoeija, da Variety, descreveu o filme como "na sua maioria suave, interessante e com uma emocional recombinação de elementos novos e conhecidos". Ele disse que Andrew interpreta um herói que atrai atenção porque "seus problemas envolvem pessoas reais - vidas reais".[56] No Associated Press, Christy Lemire afirmou que Garfield interpreta um excluído arrogante e incompreendido que age como um rebelde antes de sua transformação, o que dá ao filme "agitação, energia ousada e uma bem-vinda sensação de perigo". Ela concluiu que Marc Webb é um tipo de diretor diferente de Sam Raimi, dizendo que, enquanto falta ao conjunto de Marc a imaginação do diretor original, ele transmite "verdade emocional" e um "penetrante senso de humanidade".[57]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

The Amazing Spider-Man arrecadou 260 005 361 dólares nos Estados Unidos e Canadá e 475 300 000 dólares nos demais países até 2 de setembro de 2012, um total de 734 875 000 dólares.[1]

Na América do Norte, o filme arrecadou um valor estimado em 7,5 milhões de dólares em sessões à meia-noite de 3 150 locais, incluindo 1,2 milhão de dólares de 300 IMAX.[58] No seu primeiro dia, uma terça-feira que antecedeu um feriado, ele ultrapassou a bilheteria de terça-feira do filme Transformers (27,9 milhões de dólares) com 35 milhões de dólares e obteve o record de melhor arrecadação nesse dia da semana.[59] No dia seguinte, a arrecadação caiu em 33,4% para 23,3 milhões de dólares - a segunda maior bilheteria que não era de estreia em uma quarta-feira.[60] Durante os três dias do final de semana, o reboot ganhou 62 milhões de dólares, levando a receita de seis dias do filme para 137 milhões de dólares. Comparado com outros lançamentos próximos a 4 de julho, essa bilheteria ficou atrás de Transformers e Homem-Aranha 2, com 155,4 e 180,1 milhões de dólares, respectivamente.[61]

Nos outros países, o filme angariou 51,1 milhões de dólares em seus primeiros cinco dias em treze mercados, com aberturas fortes em países da Ásia. Na Índia, obteve 6 milhões de dólares, a maior abertura para um filme de Hollywood.[62] Ele estreou na primeira colocação em mais de 30 países.[63]

Sequências[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c The Amazing Spider-Man (2012) - Box Office Mojo (em inglês) Box Office Mojo. Visitado em 18 de agosto de 2012.
  2. a b Sethi, Atul (29 de janeiro de 2012). Being Spiderman is a terrifying thing (em inglês) The Times of India Articles.timesofindia.indiatimes.com. Visitado em 29 de março de 2012.
  3. a b c An Exclusive Interview w/ The Amazing Spider-Man's Marc Webb (em inglês) G4 (27 de abril de 2012). Visitado em 30 de abril de 2012.
  4. Andrew Garfield talks The Amazing Spider-Man’s Peter Parker (em inglês) Total Film Totalfilm.com (12 de abril de 2012). Visitado em 24 de abril de 2012. Cópia arquivada em 8 de maio de 2012.
  5. a b 'Spider-Man' director Marc Webb feels a 'responsibility to reinvent' the hero (em inglês) Los Angeles Times Herocomplex.latimes.com. Visitado em 26 de novembro de 2011.
  6. The Amazing Spider-Man: The Look Of The Lizard (em inglês) SFX magazine (2 de abril de 2012). Visitado em 24 de abril de 2012. Cópia arquivada em 8 de maio de 2012.
  7. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas NPR
  8. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas other_woman
  9. Wigler, Josh (14 de dezembro de 2011). 'Spider-Man' Star Emma Stone Was 'Floored' By 'Amazing' Story (em inglês) MTV MTV.com. Visitado em 16 de dezembro de 2011. Cópia arquivada em 10 de maio de 2012.
  10. Scott Huver (2 de abril de 2012). "Spider-Man" Director and Star Talk Up "Amazing" New Film (em inglês) NBC Chicago Nbcchicago.com. Visitado em 24 de abril de 2012. Cópia arquivada em 10 de maio de 2012.
  11. Webb explains why his Spider-Man isn't a remake Moviehole.com (17 de dezembro de 2011). Visitado em 19 de dezembro de 2011.
  12. a b c d O Espetacular Homem-Aranha KingCon Rio - parte 1 Universo Online (29 de maio de 2012). Visitado em 31 de maio de 2012.
  13. SDCC: Exclusive interview with the new LIZARD, RHYS IFANS! (em inglês) SuperheroHype.com (CraveOnline). Visitado em 30 de novembro de 2011.
  14. ‘Spider-Man’ star: ‘We're reclaiming the poetry of the hero’ (em inglês) Los Angeles Times Herocomplex.latimes.com (12 de agosto de 2011). Visitado em 22 de novembro de 2011.
  15. Rhys Ifans on Playing a Sympathetic Villain in The Amazing Spider-Man (em inglês) Reelz.com (21 de fevereiro de 2012). Visitado em 30 de março de 2012.
  16. a b Finke,Nikki; Fleming,Mike (11 de janeiro de 2010). EXCLUSIVE: 'Spider-Man 4' Scrapped; Sam Rami & Tobey Maguire & Cast Out; Franchise Reboot for 2012 (em inglês) Deadline.com (PMC). Visitado em 11 de janeiro de 2010.
  17. Spider-Man Swings Into Theaters in 3D (em inglês) ComingSoon.net (CraveOnline) (10 de fevereiro de 2010). Visitado em 4 de fevereiro de 2011.
  18. Sperling, Nicole (11 de janeiro de 2010). Next 'Spider-Man' film will be a gritty, contemporary reboot of the franchise (em inglês) Entertainment Weekly Insidemovies.ew.com. Visitado em 17 de maio de 2010.
  19. Alvin Sargent spit-shining 'Spider-Man' reboot The Hollywood Reporter Nielsen Company (14 de maio de 2010). Visitado em 15 de maio de 2010. Cópia arquivada em 18 de maio de 2010.
  20. 8 Things We Learned About 'The Amazing Spider-Man' from Our Exclusive Interview with Screenwriter Steve Kloves (em inglês) Collider Collider.com. Visitado em 28 de novembro de 2011.
  21. a b c Sciretta, Peter (19 de janeiro de 2010). Marc Webb To Direct New Spider-Man Trilogy!? (em inglês) /Film.com. Visitado em 20 de janeiro de 2010.
  22. Director Marc Webb talks 'The Amazing Spider-Man (em inglês) Total Film Totalfilm.com. Visitado em 25 de novembro de 2011.
  23. a b Wigler, Josh (17 de abril de 2012). 'Spider-Man' Director Marc Webb Plays With 'Amazing' Canon (em inglês) MTV MTV.com. Visitado em 24 de abril de 2012.
  24. Alex Billington (19 de dezembro de 2011). Marc Webb Talks New Story & Universe in 'The Amazing Spider-Man' FirstShowing.net. Visitado em 24 de abril de 2012.
  25. Vineyard, Jeniffer (23 de abril de 2012). Bridesmaids Director Paul Feig Wrote Some of The Amazing Spider-Man (em inglês) Vulture.com Vulture.com. Visitado em 27 de abril de 2012.
  26. Kit, Borys (17 de maio de 2010). Meet the Men Who Could Play Spider-Man (em inglês) Reuters The Hollywood Reporter via Reuters. Visitado em 16 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 16 de janeiro de 2012.
  27. Zeitchik, Steven (junho de 2010). 'Kick-Ass' star Aaron Johnson on the shortlist for Spider-Man reboot (em inglês) Los Angeles Times Latimesblogs.latimes.com. Visitado em 12 de junho de 2010.
  28. Fleming, Mike (26 de junho de 2010). Sony Views Screen Tests of 'Spider-Man' Finalists; Decision Expected Shortly (em inglês) Deadline.com. Visitado em 27 de junho de 2010.
  29. It's Official! Andrew Garfield to Play Spider-Man! (em inglês) ComingSoon.net (CraveOnline) (1 de julho de 2010). Visitado em 1 de julho de 2010. Cópia arquivada em 8 de maio de 2012.
  30. Sony Casting Young Actors for Spider-Man? SuperheroHype.com (CraveOnline) (15 de outubro de 2010). Visitado em 15 de outubro de 2010.
  31. Sperling, Nicole (23 de setembro de 2010). 'Spider-Man' female leads: they're getting closer (em inglês) Entertainment Weekly Insidemovies.ew.com. Visitado em 23 de setembro de 2010.
  32. Sneider, Jeff (4 de novembro de 2010). Martin Sheen & Sally Field in Talks to Raise 'Spider-Man' TheWrap.com. Visitado em 6 de novembro de 2010.
  33. Rome, Emily (19 de agosto de 2010). Will one of these women be Spider-Man's love interest? (exclusive) (em inglês) The Hollywood Reporter Nielsen Company. Visitado em 19 de agosto de 2010. Cópia arquivada em 21 de novembro de 2010.
  34. Stewart, Andrew (23 de setembro de 2010). Emma Stone tangled in Sony's web (em inglês) Variety Reed Business Information. Visitado em 23 de setembro de 2010.
  35. Fleming, Mike (1 de outubro de 2010). 'Glee's Dianna Agron, Georgina Haig Tangled In Spidey Love Interest Web (em inglês) Deadline.com. Visitado em 1 de outubro de 2010.
  36. a b Confirmed! Emma Stone to Play Gwen Stacy in Spider-Man! SuperheroHype.com (CraveOnline) (5 de outubro de 2010). Visitado em 5 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 10 de maio de 2012.
  37. Rhys Ifans to Play the Spider-Man Villain! (em inglês) SuperheroHype.com (CraveOnline) (11 de outubro de 2010). Visitado em 11 de outubro de 2010.
  38. Sneider, Jeff (13 de outubro de 2010). Exclusive: Sony's New 'Spider-Man' Villain Is … The Lizard! (em inglês) TheWrap.com. Visitado em 14 de outubro de 2010.
  39. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Empire
  40. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas conf4
  41. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Sally_Field
  42. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Leary
  43. 'Amazing Spider-Man' Website Is Crawling With Plot Details (em inglês) TheWrap.com (25 de dezembro de 2011). Visitado em 19 de dezembro de 2011.
  44. The Amazing Spider-Man Richard and Mary Parker Photo (em inglês) Movieweb.com (4 de fevereiro de 2012). Visitado em 25 de abril de 2012.
  45. Jenio Nazareth (20 de junho de 2012). O Espetacular Homem Aranha ReporterHollywood. Visitado em 15 de outubro de 2012.
  46. CraveOnline.. How 3ality Made Amazing Spider-Man's 3D Not Suck (em inglês) Craveonline.com. Visitado em 15 de outubro de 2012.
  47. TheHollywoodReporter. [http://www.hollywoodreporter.com/news/amazing-spider-man-use-pioneering-166174 EXCLUSIVE: 'The Amazing Spider-Man' to Use Pioneering 3D Technology (em inglês) Hollywoodreporter.com. Visitado em 15 de outubro de 2012.
  48. Ben Kendrick. Marc Webb on ‘The Amazing Spider-Man’ 3D & First Person Shots (em inglês) Screenrant.com. Visitado em 15 de outubro de 2012.
  49. LATEST NEWS. Marc Webb Briefly Chats 'Amazing Spider-Man' Trailer & The Lizard (em inglês) Firstshowing.net. Visitado em 15 de outubro de 2012.
  50. Christina Radish. Marc Webb fala sobre o trailer de New Amazing Spider-Man, correndo o tempo, o 3D, o Lagarto, e Mais (em inglês) Collider.com. Visitado em 15 de outubro de 2012.
  51. Duh: Andrew Garfield Wants To Return For 'The Amazing Spider-Man' Sequel Plus Even More Pics & Clips (em inglês) Blogs.indiewire.com. Visitado em 15 de outubro de 2012.
  52. FilmMusicReporter.. The Amazing Spider-Man 'Detalhes Soundtrack Filmmusicreporter.com. Visitado em 15 de outubro de 2012.
  53. The Amazing Spider-Man (2012) (em inglês) Rotten Tomatoes. Visitado em 10 de julho de 2012.
  54. The Amazing Spider-Man (em inglês) Metacritic. Visitado em 10 de julho de 2012.
  55. Mintzer, Jordan (21 de junho de 2012). The Amazing Spider-Man: Film Review (em inglês) The Hollywood Reporter Hollywoodreporter.com. Cópia arquivada em 21 de junho de 2012.
  56. Van Hoeija, Boyd (21 de junho de 2012). The Amazing Spider-Man: Film Reviews (em inglês) Variety Variety.com. Cópia arquivada em 21 de junho de 2012.
  57. Lemire, Christy (27 de junho de 2012). Review: Garfield a restless, reckless 'Spider-Man' Associated Press via The Boston Globe. Visitado em 27 de junho de 2012.3 de 4 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svg
  58. McClintock, Pamela. . "Box Office Report: 'Amazing Spider-Man' Earns $7.5 Million in Monday Midnight Runs" (em inglês). Hollywood Reporter. Visitado em 3 de julho de 2012. Cópia arquivada em 3 de julho de 2012.
  59. Finke, Nikki (4 de julho de 2012). ‘Amazing Spider-Man’ Shatters Tuesday Opening Box Office Record With $35M (em inglês) Deadline.com. Visitado em 4 de julho de 2012.
  60. Suber, Ray. (5 de julho de 2012). "Forecast: 'Amazing Spider-Man' on Track for $140 Million Six–Day Start" (em inglês). Box Office Mojo. Visitado em 6 de julho de 2012.
  61. Garris, Daniel. (9 de julho de 2012). "Six-Day Start of $137.0 Million for ‘The Amazing Spider-Man’" (em inglês). Box Office Magazine. Visitado em 10 de julho de 2012.
  62. 'The Amazing Spider-Man' Tallies $50.2 Million Internationally, Sets New Record In India (em inglês) Boxoffice Boxoffice.com (1 de julho de 2012). Visitado em 1 de julho de 2012.
  63. Foreign Box Office: 'Spider-Man' Third Best Launch of 2012; 'Ice Age 4' Melts to No. 2 (em inglês) Hollywood Reporter Hollywoodreporter.com (8 de julho de 2012). Visitado em 10 de julho de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]