Ghost Rider (Marvel Comics)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ghost Rider
(Motoqueiro Fantasma)
Motoqueiro Fantasma por Mark Texeira.jpg

Arte por Mark Texeira.
Dados da publicação
Publicado por Marvel Comics
Primeira aparição Marvel Spotlight #5 (Agosto de 1972)
Criado por Roy Thomas
Gary Friedrich
Mike Ploog
Características do personagem
Alter ego Johnny Blaze
Danny Ketch
Robbie Reyes
Espécie Humano sobrenatural
Terra natal Chicago, Illinois, Los Angeles
Afiliações Os Campeões
Filhos da Meia-noite
Novo Quarteto Fantástico
Ocupação Motociclista, Estudante, Mecânico
Parentesco Johnny Blaze: Roxxane Simpson (esposa e irmã adotiva), "Crash" Simpson (pai adotivo)
Danny Ketch:Danny Ketch e Barbara Ketch (irmãos)
Robbie Reyes: Gabe Reyes (irmão)
Inimigos
Situação presente Ativo
Codinomes conhecidos O Espírito da Vingança
Habilidades O Olhar da Penitência, Fogo Infernal, Força; velocidade; agilidade sobre-humana, Resistência Mental e Regeneração.
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Ghost Rider (no Brasil Motoqueiro Fantasma, e ainda Motoqueira Fantasma) é o nome de diversos anti-heroís sobrenaturais das HQs da Marvel Comics. A editora já havia usado esse nome para um personagem do faroeste, que mais tarde recebeu a alcunha de Cavaleiro Fantasma.

O primeiro Motoqueriro Fantasma foi Johnny Blaze, criado pelo desenhista Mike Ploog e os escritores Roy Thomas e Gary Friedrich, e apareceu pela primeira vez em Marvel Spotlight #05 (agosto de 1972). Blaze, para salvar a vida de seu pai, fez um pacto com "Satã" (que mais tarde foi revelado como sendo o demônio Mephisto) em troca de sua alma. À noite, perto de maldades sendo cometidas, ou sobre extrema pressão, Blaze vê sua própria carne ser consumida em fogo infernal, deixando-o com a aparência de um esqueleto em chamas - eventualmente Blaze descobre que ele foi ligado ao demônio Zarathos. Ele dirige uma motocicleta igualmente em chamas. Blaze estrelou a revista Ghost Rider de 1972 à 1983. Nota-se, porém, que Blaze ainda é o personagem mais conhecido ao usar o nome de Motoqueiro Fantasma, título e cargo que utiliza até hoje.

Já em 1990, o terceiro volume da revista apresentou Danny Ketch, criado por Howard Mackie e Javier Saltares, como o novo Motoqueiro Fantasma. Após ele e sua irmã serem perseguidos por uma gangue de ninjas, Ketch acaba encostando em uma motocicleta que foi de alguma forma encantada e que contém a essência de um Espírito da Vingança. Blaze também apareceu nesse volume da revista, porém como personagem coadjuvante. Após o término do volume, que perdurou até 1998, Blaze retornou ao "cargo" de Motoqueiro Fantasma.

Durante o crossover A Essência do Medo[1] , em 2011, a nicaraguense Alejandra assumiu o posto de Motoqueira Fantasma após um ritual feito por um homem chamado Adam[2] . Essa versão, que demonstrou diversos poderes diferentes da outras versões do anti-herói, durou apenas algumas edições - e ao final do crossover, Johnny Blaze retomou seus poderes e o título de Motoqueiro Fantasma.

Em março de 2014, como parte da iniciativa Marvel NOW! (Nova Marvel, no Brasil), a revista All-New Ghost Rider #1 apresenta o adolescente Robbie Reyes como o novo personagem a usar o título, após ser brutalmente assassinado e queimado vivo. Reyes volta da morte graças ao carro que dirigia, um Dodge Charger que era assombrado pelo fantasma de Eli Morrow. Entre as mudanças, destaca-se que dessa versão do anti-herói dirige um carro ao invés de uma motocicleta.

Nicolas Cage interpretrou o personagem em Motoqueiro Fantasma, em 2007, e na sequência, Espírito da Vingança, em 2012.

Johnny Blaze[editar | editar código-fonte]

Johnny Blaze era um artista de manobras em motocicletas que aceitou hospedar a alma de Zarathos, em troca da salvação de Barton Blaze, pai genético de Blaze e dono do local de exibições das motos. Esse Motoqueiro Fantasma fez parte, nos anos 70, do supergrupo conhecido como Campeões, juntamente com Anjo, Homem de Gelo, Viúva Negra, Hércules e Estrela Negra[3] .

Roxanne Simpson, filha natural de "Crash" Simpson, foi a primeira pessoa a descobrir que o Motoqueiro Fantasma e Johnny Blaze eram a mesma pessoa. Por muito tempo, a força do amor de Roxanne era a única coisa que mantinha Satã longe do Motoqueiro Fantasma. Satã, porém, conseguiu enganá-la usando imagens falsas de seu falecido pai. Assim que Roxanne retirou a proteção, Satã tomou os poderes do Motoqueiro. Porém, Blaze conseguiu se safar com a intervenção de Daimon Hellstrom, o filho de Satã, que havia virado exorcista na Terra.

Algum tempo depois, Blaze conseguiu encarcerar Zarathos numa joia chamada Cristal Espiritual. Livre do demônio, Johnny ainda tinha os poderes porém depois de algum tempo Zarathos voltou então Johnny fugiu para o outro lado do mundo.

Danny Ketch[editar | editar código-fonte]

O novo Motoqueiro Fantasma surgiu no ano de 1990. Em suas primeiras histórias, Dan e Barbara Ketch são perseguidos em um ferro velho. Em determinado momento, Dan acha uma moto abandonada, e, ao tocar involuntariamente na tampa do tanque da referida moto, acaba se transformando no novo Motoqueiro Fantasma, que leva Barbara até um hospital. Posteriormente, seria descoberto que se tratava do espírito de Noble Kale, um ancestral comum de Johnny Blaze e Danny Ketch,mas o Motoqueiro Fantasma continua sendo Johnny Blaze

Antes de descobrirem que eram irmãos, Blaze e Ketch brigaram algumas vezes, já que o primeiro achava que Zarathos estava à solta. Seu primeiro encontro foi no primeiro caso do Motoqueiro, quando este enfrentou e venceu por duas vezes um maníaco de dentes mecânicos conhecido como Blecaute. Na primeira, Blecaute teve a infeliz ideia de cravar os dentes no casaco do Motoqueiro, o que lhe causou queimaduras na face. Na segunda, o Motoqueiro enfrentava Blecaute para tentar salvar a vida de uma criança. Durante a luta, Blaze percebeu que não era o mesmo espírito que comandava o novo Motoqueiro, e o ajudou, atingindo Blecaute com um disparo de sua arma que, inexplicavelmente, passou a despejar o fogo infernal.

No Brasil, esse Motoqueiro Fantasma foi publicado pela Editora Abril, no título Super Aventuras Marvel (as primeiras aventuras, somente), em Hulk, e em Marvel 97 e 98. Ele chegou a fazer parte de uma formação alternativa do Quarteto Fantástico, juntamente com Wolverine, Hulk e Homem-Aranha.

Robbie Reyes[editar | editar código-fonte]

Em março de 2014 a Marvel Comics estreou uma nova revista do Motoqueiro Fantasma (intitulada All-New Ghost Rider no original) como parte da sua iniciativa conhecida como Marvel NOW! (Nova Marvel no Brasil), criada pelo escritor Felipe Reyes e pelo desenhista Tradd Moore. Nela, o protagonista é Robbie Reyes, um jovem latino que vive na zona leste de Los Angeles - e que ao invés de uma motocicleta, dirige um muscle car preto, uma das grandes (e controversa, na opiniões de alguns) mudanças do título[4] .

Robbie, cujo visual teve inspiração em Zayn Malik, da banda One Direction segunda a editora chefe da nova revista[5] , é um estudante que trabalha numa oficina mecânica e que mora com seu irmão menor Gabe, que tem debilidade de desenvolvimento. Robbie, buscando uma vida melhor para ele e seu irmão, longe de sua vizinhança cheia de problemas de gangues, drogas, assaltos, e bullying, acaba se envolvendo em um corrida de rua. Para ganhar a corrida, ele usa um muscle car que estava na oficina que trabalha, sem saber que pertencia a um chefão do tráfico, e que a mala do carro está cheia de pílulas contendo a Fórmula Hyde de Calvin Zabo. Durante a corrida, Robbie é perseguido por mercenários de Zabo que buscam recuperar a droga, e quando eles o encurralam, Robbie é massacrado e consumido em chamas pelo fogo que os mercenários atearam no carro após recuperar as drogas.

Entretanto, Robbie é logo revivido como um ser demoníaco com uma cabeça flamejante, um misto de capacete e caveira. Ele entra no carro, agora tão flamejante quanto ele, e dirige, perseguindo seus execultores, e, após matar alguns deles, aparentemente desaparece em uma explosão[6] . No dia seguinte, Robbie acorda com memórias confusas sobre a noite anterior, e percebe que um de seus olhos se tornou laranja. Mais tarde, após se transformar no Espírito da Vingança novamente para combater alguns capangas que vieram buscar o carro, a entidade que amaldiçoava o carro aparece para Robbie, Introduzindo a si mesmo como o espírito de Eli Morrow, um homem que foi assassinado por membros de gangues a tempos atrás. Eli oferece à Robbie ajudar para proteger o irmão dele e limpar sua vizinhança dos perigos que a cercam[7] . Robbie, então, aceita[8] .

Séries recentes do Motoqueiro Fantasma[editar | editar código-fonte]

Também em 2005 foi publicada uma mini-série do selo Marvel Knights do Motoqueiro Fantasma, escrita pelo prestigiado roteirista Garth Ennis e desenhada por Clayton Crain. Por conta do sucesso da mini-série, o Espírito da Vingança ganhou um título mensal nos Estados Unidos, dessa vez com roteiros de Daniel Way e os desenhos realistas de Mark Texeira, que mostrará mais detalhes sobre os Espíritos da Vingança anteriores a Blaze.

Anteriormente a essa fase, tem-se a aparição do personagem no extinto Universo Marvel 2099 (estreando na revista X-Men 2099). Zero Cochrane, um hacker fugitivo, é salvo da morte por membros de um misterioso conselho que vive num lugar chamado Oficina Fantasma, que fica escondida no Ciberespaço. A ele é dada uma opção: voltar ao mundo real como arauto dos membros do conselho e, de quebra, vingar-se dos que tentaram matá-lo.

Em verdade não se tratava de uma figura espiritual, como sua versão no presente, mas sim, de um robô de combate de alta tecnologia. Dentre suas características de combate estão a capacidade de ocultamento, camuflagem (podendo assumir a forma da qualquer pessoa), olhos lançadores de raios laser de alta potência, uma garra na mão direita composta por uma liga de metal super resistente e de uma motosserra energizada na mão esquerda (sua marca registrada).

Ao contrário da sua versão presente, o Motoqueiro Fantasma não tem objetivos altruístas, apenas é movido pela raiva causada pelas grandes corporações que causam injustiças e sofrimento para as pessoas que ele conhece.

Por várias vezes ao invés de enfrentar vilões com super poderes travou grandes batalhas com a polícia e outras forças de segurança pública.

Poderes e habilidades[editar | editar código-fonte]

O Motoqueiro Fantasma poderia ser considerado um Mutante nível ômega, porém tem poderes de natureza sobrenatural como:

  • Força, velocidade e resistência de natureza mágica, sendo assim, de níveis incalculavelmente altos;
  • Projeção de fogo normal e infernal;
  • Regeneração espontânea;
  • Invulnerabilidade ao fogo e ao calor;
  • Com a moto, ele é capaz de caminhar e correr sobre superfícies líquidas, verticais e concede a capacidade de viajar por entre as dimensões;
  • Nas versões que possuem corrente, ela é Infinita e cada elo pode ser arremessado;
  • Sua moto, quando misturada ao "Fogo Infernal" é quase indestrutível, e mesmo quando é destruida, ela se reconstrói;
  • E o mais poderoso golpe, o "Olhar de Penitência", queima a alma da vítima.

E de acordo com o Doutor Estranho, o Motoqueiro Fantasma tem poder místico o suficiente para enfrentar o Hulk. Na saga Hulk Contra o Mundo o Motoqueiro Fantasma lutou contra o Gigante Esmeralda, porém apesar do fogo incessante que foi lançado contra Hulk ele não caiu, a luta não foi terminada, mas o poder de ambos os lados estava igualado, no entanto, o Motoqueiro Fantasma não usou de suas armas mais poderosas contra o gigante, sua corrente que queima a vida de seus inimigos, e seu Olhar da Penitência (seu golpe mais poderoso capaz de causar morte instantânea).

Vilões[editar | editar código-fonte]

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Adaptação para os cinemas[editar | editar código-fonte]

Moto do filme Ghost Rider

Em 2005, o diretor Mark Steven Johnson (que dirigiu a adaptação de Demolidor para os cinemas) iniciou as gravações do filme do Motoqueiro Fantasma, que é estrelado por Nicolas Cage, que é um fã do personagem, Raquel Alessi, Angry Anderson, Arthur Angel, Wes Bentley, Peter Callan, Sam Elliott, Peter Fonda, Donal Logue e Eva Mendes e distribuido pela Columbia Pictures. O filme estreou em 16 de fevereiro de 2007 nos cinemas mundiais e foi lançado 2 de Março nos cinemas brasileiros. É interessante também saber que o visual da moto do Motoqueiro se baseia nos moldes de uma moto "chopper". As chopper são motos que derivam das custom, com a diferença na posição do tanque que é alto na frente e baixo atrás formando uma linha com o eixo da roda traseira, o garfo da frente tem um ângulo em relação ao motor maior que nas custom e seu comprimento também é maior deixando a distância entre eixos bem grande. Este estilo de moto tem a filosofia de retirar tudo o que não é necessário em uma moto, dai vem seu nome que em inglês significa cortar, geralmente não possuem banco de passageiro, alforges, para-lamas dianteiros, porém seu visual é bastante despojado e agressivo. Daí é só conferir o "basic agt" do herói e se divertir.

Mudanças[editar | editar código-fonte]

O vilão Blackheart é originalmente, inimigo de Danny Ketch, e nos quadrinhos tinha a aparência de um demônio mesmo e no filme ele aparece com uma forma mais humana. Existe uma referência do filme à HQ, após Blackheart obter o Contrato de San Venganza, ele se torna o "Legião" e fala: "Meu nome é Legião, pois somos muitos", na HQ de número 17 da primeira saga de Johnny Blaze, Katy Milner (Uma ilusão criada em torno de Roxanne Simpson) é possuida por essa entidade Legião que possui a mesma fala.

Videogames[editar | editar código-fonte]

  • O Motoqueiro Fantasma é estrela do seu próprio jogo, baseado no filme do cinema, o jogo conta com variados níveis onde o jogador deve destruir grupo de demónios com suas correntes e sua caçadeira, há fases também sobre a moto, onde o principal objectivo é chegar vivo ao final da pista repleta de obstáculos e inimigos.
  • Em Marvel Ultimate Alliance, o Motoqueiro Fantasma é jogável em todas as plataformas, sendo que seu ataque extremo é o Vengeance e suas roupas são: Classic, Original, Vengeance e Western.

Referências

  1. Bernardo Santana (3 de janeiro de 2011). Marvel revela seu grande evento em 2011 Wizmania. Página visitada em 01 de setembro de 2014.
  2. Williams, Clark, Rob, Matthew. Ghost Rider #1. Volume 7 ed. [S.l.]: Marvel Comics, 2011.
  3. Cláudio Roberto Basílio (23/02/2007). Motoqueiro Fantasma Parte 1 HQManiacs.
  4. Paul Montgomery (13 de outubro de 2013). NYCC 2013: All-New Ghost Rider (em inglês) Marvel.com. Página visitada em 30 de outubro de 2014.
  5. Hugh Armitage (15 de março de 2014). Zayn Malik, do One Direction, inspirou o design do novo Motoqueiro Fantasma (em inglês) Digital Spy. Página visitada em 30 de agosto de 2014.
  6. Smith, Moore, Felipe, Tradd. All-New Ghost Rider #1. 1 ed. [S.l.]: Marvel Comics, 2014.
  7. Smith, Moore, Felipe, Tradd. All-New Ghost Rider #3. 1 ed. [S.l.]: Marvel Comics, 2014.
  8. Smith, Moore, Felipe, Tradd. All-New Ghost Rider #5. 1 ed. [S.l.]: Marvel Comics, 2014.