Geografia da Eritreia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Geografia física da Eritreia

Mapa da Eritreia

Continente África
Região África Oriental
Coordenadas geográficas 15° N 39° E
Área  
 - Ranking 98º maior
 - Total 121.320 1
 - Terra 121.320
 - Água 0
Fronteiras  
 - Total {{{fronteiras_total}}}
 - Países vizinhos {{{fronteiras_países}}}
Linha costeira 2.234
Reivindicações marítimas  
 - Mar territorial {{{mar_territorial}}} nm
 - Zona contígua {{{zona_contígua}}} nm
 - Zona econômica exclusiva {{{zona_econômica_exclusiva}}} nm
 - Plataforma continental {{{plataforma_continental}}} nm
Extremos de elevação  
 - Ponto mais alto monte Soira, com 3.018m
 - Ponto mais baixo Próximo a Kulul dentro da da depressão de Danakil, com -75m
Relevo dominado pelo trecho norte do maciço da Etiópia, descendendo do leste até um deserto costeiro, do noroeste até o terreno montanhoso e do sudoeste a planaltos de superície plana.
Clima quente, faixa desértica e seca ao longo do litoral do Mar Vermelho; frio e chuvoso no maciço da Etiópia; (acima de 61 cm de chuvas anuais, fortes de junho a setembro); semi-árido nas colinas ocidentais e planícies.
Recursos naturais ouro, potássio, zinco, cobre, sal, possivelmente petróleo e gás natural, peixe.
Uso da terra  
 - Terra arável {{{terra_arável}}}
 - Cultivos permanentes {{{cultivos_permanentes}}}
 - Outros {{{outros_cultivos}}}
Terra irrigada {{{terra_irrigada}}}
Perigos naturais secas freqüentes; enxames de gafanhoto.
Problemas ecológicos desmatamento; desertificação; erosão; degradação dos terrenos em consequência do sobrepastoreio; perda de infra-estrutura de guerra civil.
1 Inclui a região de Badme.

A Geografia da Eritreia é um domínio de estudos e conhecimentos sobre as características geográficas do território eritreu.

A Eritreia situa-se no Corno de África, e tem litoral a nordeste e leste no mar Vermelho. O país é virtualmente dividido em duas partes por uma das cordilheiras mais longas do mundo, o Grande Vale do Rift, com terras férteis a oeste e a parte baixa e desértica no leste. Ao largo da linha costeira arenosa e árida situam-se as ilhas Dahlak, um arquipélago dotado de zonas pesqueiras. A terra para sul, nas terras altas, é um pouco menos seca e mais fresca. A Eritreia ao extremo sul do Mar Vermelho é o berço da confluência do Rift.

O Triângulo de Afar ou Depressão de Danakil é provável posição de uma ligação tripla onde três placas tectônicas estão separando uma de outra: a Placa Arábica, e as duas partes da Placa Africana (a Núbia e a Somali) partindo ao longo da Zona do Rift do Leste Africano (USGS). O ponto mais elevado do país, o monte Soira, situa-se no centro da Eritreia e atinge 3.018 m acima do nível do mar. Em 2006, a Eritreia anunciou que ele se tornaria o primeiro país no mundo a transformar seu litoral inteiro em uma zona ambientalmente protegida. A linha costeira de 1.347 km, junto com outros 1.946 km de litoral ao redor das suas mais de 350 ilhas, estarão sob proteção governamental.

A Eritreia tem quatro principais regiões fisiográficas: a planície costeira do mar Vermelho; o planalto centro-sul, que forma o núcleo do país; as colinas das áreas norte e centro-oeste; e os amplos planaltos ocidentais.

As cidades principais são a capital, Asmara, a cidade portuária de Assab a sueste e as cidades de Maçuá e Keren.

Relevo e clima[editar | editar código-fonte]

O território da Eritreia é constituído de um trecho setentrional do maciço da Etiópia, ladeado por baixadas a leste e a oeste. A planície oriental, de 16 a 80 km de largura, abrange a depressão de Danakil e é marcadamente delimitada por uma escarpa do maciço. No lado oeste, cortado por gargantas formadas pelos rios que correm ao direção ao Sudão, a altitude diminui gradualmente a partir do maciço.

As condições climáticas variam bastante até mesmo entre regiões próximas. Mitsiwa, acima do nível do mar, tem temperatura média anual de 30°C e precipitação pluviométrica anual de 200mm, enquanto Asmara, situada a apenas 65 km de distância, mas a uma altitude de 2.325m, registra 17°C e 533mm.

Regiões naturais[editar | editar código-fonte]

A Eritreia tem quatro principais regiões fisiográficas: a planície costeira do mar Vermelho; o planalto centro-sul, que forma o núcleo do país; as colinas das áreas norte e centro-oeste; e os amplos planaltos ocidentais.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Os principais rios da Eritreia são o Anseba e Barka que correm em direção ao norte; os rios Gash e Tekezé na fronteira com a Etiópia correm em direção a oeste dentro do Sudão. O curso superior do rio Gash é conhecido como o rio Mereb. Estes rios são temporários e não permanentes. Eles não correm em uma base regular, mas alimentado por chuvas estacionais chamadas azmera y kremti.

Flora e fauna[editar | editar código-fonte]

O território eritreu é revestido por três tipos de formações vegetais:

Embora a girafa e o mandril sejam extintos na Eritreia, há populações de leão, leopardo, zebra, as espécies de macaco, gazela, antílope e elefante. As áreas litorâneas abrigam muitas espécies de tartaruga, lagosta e camarão. A vida vegetal inclui acácia, cacto, aloe vera, opuntia e oliveiras.

O animal-símbolo da Eritreia é o camelo, presente no brasão de armas, adotado em 1993, data do reconhecimento da independência do país pela ONU.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • BASTOS, Jésus de Alvarenga. Nova Enciclopédia Barsa: Macropédia. São Paulo: Encyclopaedia Britannica do Brasil Publicações, 1998. 449 pp. 18 vol. vol. 5. ISBN 35-7026-440-2

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Flag-map of Eritrea.svg Eritreia
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens