Grande tribulação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Escatologia cristã
Diferenças escatológicas
Apocalypse vasnetsov.jpg
Portal do cristianismo

A expressão Grande Tribulação (do grego θλιψις μεγαλη) é um termo bíblico que descreve o período aflitivo que antecederia a volta de Jesus Cristo e por consequência julgamento final de Deus.

Narrativa bíblica[editar | editar código-fonte]

A sua primeira ocorrência deriva-se da resposta de Jesus aos seus discípulos quanto ao "sinal de sua presença e terminação do sistema de coisas", descrevendo um período de grande tribulação (ou aflição) "tal como nunca ocorreu desde o princípio do mundo até agora, não, nem tampouco ocorrerá de novo" (Mateus 24:3-21 - Tradução do Novo Mundo).

Há essencialmente três pontos de vistas principais baseados no conceito da Grande Tribulação:

Principais textos[editar | editar código-fonte]

  • "… pois então haverá grande tribulação, tal como nunca ocorreu desde o princípio do mundo até agora, não, nem tão pouco ocorrerá de novo." (Mateus 24:21)
  • "… pois estes dias serão dias de tribulação tal como nunca ocorreu desde o princípio da criação, que Deus criou, até esse tempo, nem ocorrerá de novo." (Marcos 13:19)
  • "De fato, se não se abreviassem aqueles dias, nenhuma carne seria salva; mas, por causa dos escolhidos, aqueles dias serão abreviados." (Mateus 24:22)
  • "Mas, quem tiver perseverado até o fim é o que será salvo." (Mateus 24:13)
  • "Ele me disse: 'Estes são os que saem da grande tribulação, e lavaram as suas vestes compridas e as embranqueceram no sangue do Cordeiro'." (Apocalipse 7:14)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]