Jorge Larrionda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Jorge Luis Larrionda Pietrafesa (Montevidéu, 9 de março de 1968) é um árbitro de futebol uruguaio,

Escriturário de profissão,[1] estreou na primeira divisão uruguaia em 1993 e da FIFA desde 1998.

Arbitrou finais da Copa Libertadores da América de 2003, 2005, 2006, 2007 e 2009; Copa Sul-Americana e Recopa Sul-Americana, ambas de 2005.

Copa do Mundo[editar | editar código-fonte]

Participou da Copa do Mundo FIFA 2006 arbitrando quatro partidas: Portugal 1x0 Angola - 1ª. fase, Itália 1x1 Estados Unidos, 1ª. fase, França 2x0 Togo - 1ª. fase e França 1x0 Portugal - semifinal.

Selecionado para participar da Copa do Mundo FIFA 2010, juntamente com os assistentes e compatriotas Pablo Fandiño e Mauricio Espinosa.[2]

Pela Copa do Mundo FIFA 2010, esteve envolvido num lance de muita polêmica. Na partida 51, entre Alemanha e Inglaterra, válido pela fase final da competição, o meio-campista Frank Lampard, da seleção inglesa, marcou um gol por cobertura, com a bola batendo no travessão e quicando dentro do gol. O árbitro e seus assistentes não validaram o lance, e a seleção inglesa acabou derrotada e eliminada.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um árbitro de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.