Língua tagalo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tagalog, pilipino ou filipino
 (Tagalog ou filipino)
Falado em: Filipinas
Região: Sul e centro de Luzon
Total de falantes: 22 milhões como idioma primário; secundário: 50 milhões
Posição: 58
Família: Austronésia
 Malaio-polinésia
  Ocidental
   Filipina central
    Tagalog, pilipino ou filipino
Códigos de língua
ISO 639-1: tl
ISO 639-2: tgl
ISO 639-3: tgl

O tagalog, tagalo ou pilipino (Tagalog ou Pilipino), também conhecido como filipino, é um dos principais idiomas falados na República das Filipinas.

Fazendo parte das línguas austronésias, é semelhante ao indonésio, malaio, fijiano, maori, havaiano, malgaxe, samoano, taitiano, chamorro, tetum e as línguas austronésias de Taiwan.

História[editar | editar código-fonte]

Por não haver registros escritos sobre o tagalo anteriores à chegada dos Espanhóis no século XVI, muito pouco se sabe sobre a história da língua. Contudo, os linguistas admitem, embora especulativamente, que os antepassados dos tagalos tèm a mesma origem que os "primos" filipinos centrais, do nordeste de Mindanao ou leste de Visayas.

O primeiro livro conhecido escrito em tagalo é o Doctrina Cristiana (Doutrina Cristã) de 1593. Foi escrito em espanhol e duas versões de tagalo: uma em Baybayin (um alfabeto da região) e outra no alfabeto latino.

Durante os 300 anos da ocupação espanhola, houve gramáticas e dicionários escritos por religiososs espanhóis, tais como o Vocabulario de la lengua tagala (1835) e a Arte de la lengua tagala y manual tagalog para la administración de los Santos Sacramentos (1850).

O poeta Francisco "Balagtas" Baltazar (1788-1862) é frequentemente considerado como o Shakespeare do tagalo. Seu mais famoso trabalho é Florant at Laura, do século XIX.

Classificação[editar | editar código-fonte]

O tagalo é uma língua filipina central da família austronésia.

Está intimamente ligada às línguas faladas nas regiões de Bicol e Visayas, como o bikol, hiligaynon, waray-waray e cebuano.

As línguas que contribuíram significativamente para tagalo são: espanhol, chinês (hokkien), inglês, malaio, sânscrito (via malaio), árabe (via malaio/espanhol), e as línguas do nordeste das Filipinas, como o kapampangan falado na ilha de Luzon.

Distribuição geográfica[editar | editar código-fonte]

A área de uso do tagalo (Katagalugan) se estende mais pelas partes central e meridional da ilha de Luzon, particularmente em Aurora, bataan, Bulacan, Cavite, Laguna, Grande Manila, Nueva Ecija, Quezon e Rizal. O tagalo também é falado nativamente pelos habitantes das ilhas de Lubang, Marinduque e na parte norte e leste de Mindoro. De acordo com o censo filipino de 2000, 21.485.927 dos 76.332.470 filipinos adotam o tagalo como primeira língua. Estima-se que 50 milhões de filipinos o falam com variados graus de proficiência.

Falantes de tagalo são encontrados em outras regiões das Filipinas, assim como ao redor do mundo. É a sexta língua mais falado nos Estados Unidos.

Idioma Oficial[editar | editar código-fonte]

Após semanas de estudo e discussão, o tagalo foi escolhido idioma oficial pelo Instituto Nacional da Língua, um comitê composto por sete membros que representam várias regiões das Filipinas. O presidente Manuel Quezon então oficializou o tagalo a língua nacional, ou wikang pambansâ, das Filipinas em 31 de dezembro de 1937. Tornou-se oficial com a restauração da independência filipina dos Estados Unidos em 4 de julho de 1946.

De 1961 a 1987, o tagalo foi também conhecido como Pilipino. Em 1987, o nome mudou de facto para Filipino.

Desde 1940, o tagalo, como filipino, é ensinado nas escolas filipinas. É o único dos 160 idiomas filipinos que é oficialmente ensinado nas escolas.

Dialetos[editar | editar código-fonte]

O Ethnologue lista Lubang, Manila, Marinduque, Bataan, Batangas, Bulacan, Tanay-Paete, e Tayabas como dialetos do tagalo. Contudo, quatro dialetos principais são considerados distintos: Setentrional, Central (inclisive Manila), Meridional e Marinduque.

Ainda que os dialetos tenham suas próprias peculiaridades, eles são geralmente mutuamente inteligíveis. O dialeto do tagalo mais divergente é o de Marinduque; ele tem características encontradas nas línguas de Visayas como diferentes afixos verbais.

Zonas rurais em áreas falantes de tagalo tendem a usar o tagalo conservado, evitando palavras do Inglês e do Espanhol em favor de correspondentes nativas em tagalo. Por exemplo, um falante de tagalog rural possivelmente diria: maaari mong ipaunawa sa akin? (poderias explicar-mo?), que soa muito dramático aos moradores urbanos, que provavelmente expressariam a mesma frase como pwede mong i-explain sa akin?

Línguas derivadas[editar | editar código-fonte]

O contato frequente entre falantes do Taglalo e do Espanhol tem se dado via Criolo espanhol filipino ou Chabacano. Há três variedades de Chabacano que tem o tagalo como base: Caviteño, Ternateño, e Ermitaño. O Ermitaño é dito extinto, entretanto 210.000 falam Caviteño e/ou Ternateño, de acordo com o censo de 2000.

Binaliktad[editar | editar código-fonte]

Em áreas urbanas, o fenômeno de binaliktad (reversão) também é comum. Equivalentes em outros idiomas são o vesre e o verlan. Abaixo temos alguns exemplos:

  • Erpat, de Pater (pai)
  • Ermat, de Mater (mãe)
  • Sampits, de Pinsan (primo)
  • Yosi, de sigarilYo (cigarro)
  • Todits, de dito (aqui)
  • Wetpu, de puwet (burro)
  • Dehins, de hinde (não)

Sons[editar | editar código-fonte]

O tagalo tem 21 fonemas; 16 consoantes e 5 vogais. A estrutura silábica é relativamente simples. Cada sílaba contém ao menos uma consoante e uma vogal.

Observação: os símbolos entre barras // e colchetes [] estão em X-SAMPA.

Vogais[editar | editar código-fonte]

Antes do início da influência do Espanhol, o tagalo tinha três fonemas vocálicos: /a/, /i/, /u/. Este foi expandido para 5 vogais com a introdução de palavras espanholas.

São elas:

Consoantes[editar | editar código-fonte]

Abaixo está uma tabela das consoantes do tagalo. Nenhuma oclusiva é aspirada. A nasal velar ocorre em todas as posições inclusive no começo da palavra.

Bilabial Dental /
Alveolar
Palatoalveolar Palatal Velar Glotal
Oclusivas Surda p t k ʔ
Sonora b d g
Africadas Surda ts
Sonora
Fricativas s ɕ (coarticulação alvéolo-palatal) h
Nasais m n ɲ ŋ
Laterais l
Vibrantes r
Semivogais w (coarticulação labiovelar) j

Acento tônico[editar | editar código-fonte]

A tonicidade é fonêmica no tagalo. O acento tônico principal ocorre na última ou penúltima sílaba da palavra. A elongação da vogal acompanha o acento tônico principal ou secundário, exceto quando a tonicidade ocorre no fim da palavra.

Fonologia[editar | editar código-fonte]

  • /a/ é ligeiramente elevado em posições átonas.
  • /i/ átono às vezes é pronunciado [I] similar ao inglês "bit".
  • No fim da palavra, o /i/ pode ser pronunciado como [I] ou [E]
  • /e/ e /o/ podem às vezes serem pronunciados respectivamente [i ~ I] e [u ~ U].
  • /u/ átono é às vezes pronunciado [U] como no inglês "book".
  • O ditongo /aI/ pode também ser pronunciado [e ~ E ~ eI].
  • O ditongo /aU/ também pode ser pronunciado [o ~ O]
  • /k/ tem a tendência de se tornar [x] entre vogais como no português do Brasil "barra"
  • /r/ e /d/ são às vezes intercambiáveis.
  • A parada glotal que ocorre no final de uma palavra é frequentemente omitida quando estiver no meio de uma sentença.

Mudanças sonoras históricas[editar | editar código-fonte]

O tagalo difere de suas contrapartes filipinas centrais no tratamento da chuá protofilipina *e. No bikol e visayano, este som se uniu ao /u/ e [o]. No tagalo, este se uniu ao /i/. Por exemplo, o protofilipino *delem é dilím em tagalo e dulom no visayano e bikol.

Os protofilipinos *r, *j e *z se uniram ao /d/ ou /l/ entre vogais. O protofilipino *ngajan (nome) e *hajek (beijo) se tornaram ngalan e halík no tagalo.

O protofilipino *R se uniu ao /g/. *tubiR (água) e *zuRuq (sangue) se tornaram tubig e dugô no tagalo.

Gramática[editar | editar código-fonte]

Artigo principal: Gramática do tagalo

Sistema de escrita[editar | editar código-fonte]

Baybayin[editar | editar código-fonte]

Artigo principal: Escrita baybayin

O tagalo era escrito com um alfabeto silábico chamado Baybayin antes da chegada dos espanhóis no século XVI. Este sistema de escrita próprio era composto de símbolos representando 3 vogais e 14 consoantes. Originário da família brâmica de escritas, possui semelhanças com o Kavi antigo de Java e acredita-se ser descendente da escrita usada pelos bugis de Sulawesi.

Embora apreciasse de um nível de literatura relativamente alto, a escrita gradualmente caiu em desuso em favor do alfabeto latino durante a colonização espanhola.

Alfabeto latino[editar | editar código-fonte]

Até a primeira metade do século XX, o tagalo foi escrito de várias maneiras baseadas na ortografia do espanhol. Quando o tagalo se tornou a língua nacional, o gramático Lope K. Santos introduziu um novo alfabeto composto por 20 letras chamado abakada (os livros escolares chamaram balarilà):

A B K D E G H I L M N NG O P R S T U W Y

O alfabeto foi expandido em 1976 para incluir as letras C, CH, F, J, Q, RR, V, X, e Z em ordem para acomodar palavras de origem espanhola ou inglesa.

A mais recente reforma do alfabeto ocorreu em 1987. O número de letras reduziu de 33 para 28:

A B C D E F G H I J K L M N Ñ Ng O P Q R S T U V W X Y Z

Diacríticos[editar | editar código-fonte]

Os diacríticos normalmente não são escritos na prática. Contudo, eles são costumeiramente usados em dicionários ou livros-texto destinados ao aprendizado do idioma.

Acento agudo ou pailís[editar | editar código-fonte]

Usado para indicar acento primário ou secundário em uma determinada sílaba. São frequentemente omitidos em palavras tônicas na penúltima sílaba. Exemplo: Talagá.

Acento grave ou paiwà[editar | editar código-fonte]

Colocado somente na última sílaba. Indica que há uma parada glotal e que a penúltima sílaba é tônica. Exemplo: Mabutì.

Acento circunflexo ou pakupyâ[editar | editar código-fonte]

Colocado somente na última sílaba. Indica que a última sílaba é tônica e é seguida por uma parada glotal. Exemplo: Sanpû.

Ng e Mga[editar | editar código-fonte]

O marcador genitivo ng e o marcador plural mga são abreviaturas pronunciadas respectivamente nang /naN/ e mangá /maNa/

Vocabulário[editar | editar código-fonte]

O vocabulário do tagalo é composto em sua maioria de palavras de origem austronésia com empréstimos do espanhol, hokkien, inglês, malaio, sânscrito, árabe, tamil, persa, kampampangan, idiomas falados em Luzon e outros, em esecial outras línguas austronésias.

Empréstimos do tagalo[editar | editar código-fonte]

Para as palavras originada do hokkien, os parênteses indicam o equivalente em chinês padrão.

Tagalog significado idioma de origem escrita original
dasál rezar espanhol rezar
kabayo cavalo espanhol caballo
silya cadeira espanhol silla
kotse carro espanhol coche
sabón sabão espanhol jabón
relós relógio espanhol reloj
tsismis fofoca espanhol chismes
gyera, gera guerra espanhol guerra
tsinelas chinelos espanhol chinelas
sapatos sapatos espanhol zapatos
harina farinha espanhol harina
sugál gambling espanhol jugar
baryo bairro, vila espanhol barrio
Senyor Senhor espanhol Señor
Senyora Senhora espanhol Señora
swerte sorte espanhol suerte
nars enfermeira inglês nurse
bolpen esferográfica inglês ballpoint pen
drayber motorista inglês driver
traysikel triciclo inglês tricycle
lumpia spring roll hokkien 潤餅 (春捲)
syopaw steamed buns hokkien 燒包 (肉包)
pansít noodles hokkien 便食 (麵)
susì chave hokkien 鎖匙
kuya irmão mais velho hokkien 哥亜 (哥仔)
ate irmã mais velha hokkien 亜姐 (阿姐)
bwisit irritação hokkien 無衣食
bakyâ sapatos de madeira hokkien 木履
hikaw brincos hokkien 耳鈎 (耳環)
kanan direito malaio kanan
tulong ajuda malaio tolong
tanghali tarde malaio tengah hari
dalamhatì pesar malaio dalam + hati
luwalhatì glória malaio luwar + hati
duryán durian malaio durian
rambutan rambutan malaio rambutan
batik spot malaio batik
saráp delicioso malaio sedap
asa esperança sânscrito आशा
salitâ falar sânscrito चरितँ
balità notícia sânscrito वार्ता
karma carma sânscrito  
alak liquor farsi الكل
mangga manga tamil mankay
bagay coisa tamil /vakai/
hukom julgar árabe حكم
salamat obrigado árabe سلامة
bakit por que kapampangan obakit
akyát subir kapampangan akyát
at e Kapampangan at
bundók montanha kapampangan bunduk
huwag não pangasinan ag
aso cão línguas de Luzon aso
tayo nós línguas de Luzon  

Quadro comparativo com as línguas austronésias[editar | editar código-fonte]

Segue-se um quadro do tagalo e outras doze línguas austronésias comparando vinte palavras. As onze primeiras línguas são faladas nas Filipinas e as outras duas na Indonésia e no Havaí.

  um dois três quadro pessoa casa cão coco dia novo nós que
Tagalo isa dalawa tatlo apat tao bahay aso niyog araw bago tayo ano
Bikol saro duwa tulo apat tawo harong ayam niyog aldaw ba-go kita ano
Cebuano usa duha tulo upat tawo balay iro lubi adlaw bag-o kita unsa
Tausug hambuuk duwa tu upat tau bay iru' niyug adlaw ba-gu kitaniyu unu
Kinaray-a sara darwa tatlo apat taho balay ayam niyog adlaw bag-o kita, taten ano
Kapampangan metung adwa atlu apat tau bale asu ngungut aldo bayu ikatamu nanu
Pangasinan sakey duara talora apatira too abong aso niyog agew balo sikatayo anto
Ilocano maysa dua tallo uppat tao balay aso niog aldaw baro datayo ania
Ivatan asa dadowa tatdo apat tao vahay chito niyoy araw va-yo yaten ango
Gaddang antet addwa tallo appat tolay balay atu ayog aw bawu ikkanetem sanenay
Tboli sotu lewu tlu fat tau gunu ohu lefo kdaw lomi tekuy tedu
Indonésio satu dua tiga empat orang rumah anjing kelapa hari baru kita apa
Havaiano 'ekahi 'elua 'ekolu 'ehā kanaka hale 'īlio niu ao hou kākou aha

Contribuições para outros idiomas[editar | editar código-fonte]

O próprio tagalo tem contribuído com palavras em alguns idiomas, como o inglês. A palavra boondocks, que significa "zona rural", "sertão", foi trazida pelos soldados estadunidenses deslocados para as Filipinas através do tagalo bundok, que significa "montanha". Outra palavra é cogon, um tipo de vidro. Esta palavra veio do tagalgo kugon. Há também ylang-ylang, que é uma flor conhecida pela sua fragrância.

O tagalo contribuiu com o espanhol como em balangay, significando bairro.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]