R

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
R
Alfabeto latino básico
  Aa Bb Cc Dd  
Ee Ff Gg Hh Ii Jj
Kk Ll Mm Nn Oo Pp
Qq Rr Ss Tt Uu Vv
  Ww Xx Yy Zz  

A letra R (érre) é a décima oitava letra do alfabeto latino.

História[editar | editar código-fonte]

Durante um longo período de tempo o "R" foi escrito "P" como no alfabeto cirílico.

O seu nome no alfabeto fenício era "rech". Seu significado era o de uma cabeça, representada pela adaptação do hieróglifo egípcio de uma cabeça. Transformou-se no "rô" dos gregos. Os romanos modificaram o acrescentando um pequeno traço para diferenciá-lo do no nosso P.

Tipografia[editar | editar código-fonte]

Fonética e códigos[editar | editar código-fonte]

Representações alternativas de R
Alfabeto radiotelefónico Código Morse
Romeo ·–·
ICS Romeo.svg Semaphore Romeo.svg R
Código internacional de sinais Telégrafo óptico Braille

O R (érre) é uma letra que pode representar diversos fonemas semelhantes usados em diferentes línguas. Em português possui de dois a três fonemas de acordo com o dialeto, sendo eles o R brando, representando o ɾ, que é o R intervocálico e em dígrafos, como em marítimo e prato; o R forte, podendo representar de acordo com o sotaque o ʁ, χ, x e r, que é o R inicial não precedido por vogal, como em rato, carro e honra; e também tem o R em finais silábicos, que no dialeto caipira e em alguns sotaques do dialeto paulistano pode representar um ɹ, no dialeto paulistano e gaúcho, assim como também no português europeu e em outros países, o R em finais silábicos é o mesmo que o do R brando, enquanto no maior parte do português brasileiro, com exceção dos dialetos citados anteriormente, o R em finais silábicos é o mesmo que o do R forte, exceto quando precedendo uma vogal, como em por acaso.

Significados de R[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikcionário Definições no Wikcionário
Commons Imagens e media no Commons