Mandacaru (telenovela)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mandacaru
Informação geral
Formato Telenovela
Criador(es) Dias Gomes
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Walter Avancini
Produtor(es) Bloch Som e Imagem
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil Rede Manchete
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 12 de março de 1997 - 8 de agosto de 1997
N.º de episódios 259
Cronologia
Último
Último
Xica da Silva
Brida
Próximo
Próximo

Mandacaru foi uma telenovela brasileira exibida pela extinta Rede Manchete de 12 de março de 1997 a 8 de agosto de 1997, no horário das 21:30 horas. Sua criação foi inspirada no romance "Dente de Ouro" de Menotti Del Picchia, sendo inicialmente escrita por Carlos Alberto Ratton, substituído posteriormente pela equipe liderada por Calixto de Inhamuns e Douglas Salgado, e com as colaborações de Gregório Bacic, Clóvis Levy, Zeno Wilde, Tairone Feitosa e Yoya Wursch.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Mandacaru, planta que nasce no sertão, dá o nome a essa história que tem o cangaço como tema, retratando seus costumes e discutindo a questão da terra.

Ambientada em Jatobá, sertão da Bahia, a trama inicia-se após a morte de Lampião e Maria Bonita. O novo chefe do bando de cangaceiros é Tirana, quem como vingança aos coronéis da região, rouba Juliana, filha de um poderoso latifundiário. O sequestro acontece quando a moça estava no altar, pronta para se casar com o Dr. Edgar, médico da cidade, mesmo sendo apaixonada pelo Tenente Aquiles. Tirana leva a moça a cavalo para a sua aldeia e, inesperadamente, os dois se apaixonam. Juliana entra então na luta pela causa de seus sequestradores.

Enquanto isto, Zebedeu, chefe de outro bando, ambicioso em tomar o poder, ataca Jatobá. O vilão assume o poder na cidade e, acreditando ser um enviado de Dom Sebastião, graça concedida por uma beata, instaura um poder monárquico se intitulando imperador de Jatobá.

No meio da história surge Salustiano e Isadora, um casal falido vindo da capital. Eles são vítimas de Zebedeu e, como todos os demais moradores, ficam presos na cidade. Mas Zebedeu apaixona-se por Isadora e deseja casar-se com ela a todo custo, embora acabe sempre sendo enrolado pela mesma. No meio de vinganças, jogos políticos e mulheres que desejam o amor verdadeiro e a felicidade de poder ser mães, a vida de cangaceiros e coronéis do sertão é apresentada.

Exibições[editar | editar código-fonte]

Originalmente exibida pela Rede Manchete sendo produzida pela Bloch Som e Imagem como forma de proteção para uma talvez venda da emissora. Em 2006 a Rede Bandeirantes comprou os direitos e a reapresentou entre 9 de janeiro e 10 de novembro de 2006, reduzindo a telenovela de 259 para 217 capítulos.

Elenco[editar | editar código-fonte]

em ordem da abertura
Ator Personagem
Victor Wagner Tirana
Carla Regina Juliana Guedes
Murilo Rosa Aquiles
Bemvindo Sequeira Zebedeu
Jandir Ferrari Edgar
Jayme Periard Zagaia
Guilherme Piva Frei Dodô (Domingos)
Miriam Pires Vó Zabé (Isabel)
Teresa Sequerra Dinda
José Dumont Terto
Sandra Pêra Baiana
Andréa Richa Serena
Matheus Petinatti Fala Baixo
Amazyles de Almeida Sucena
Nina de Pádua Maria Batalhão
Andréa Avancini Zuzu
Alexandra Marzo Madalena
Nani Venâncio Bem-Me-Quer
Antônio Grassi Glauco Corrêa
Valter Santos Avelós
Carlos Thiré Soldado André
Ivan Setta Maritaca
Marcelia Cartaxo Amália
Tião D'Ávila Lustosa
Henri Pagnoncelli Baraúna
André Mattos Hosana
Joana Limaverde Neném
Eliana Guttman Nevinha
Cassiano Carneiro Lustosinha
Déo Garcez Godê
Roney Villela Baioneta
Carlos Machado Capitão Luís Cavalcante
Alexia Dechamps Arlete
Rogerio Abreu Soldado Tonhão
Anselmo Vasconcelos Fenelon
Alby Ramos Agenor
Paulo Hesse Ferreirinha
Tânia Boscoli Manoela
Carla Martins Venância
Atores convidados
Ator Personagem
Carlos Alberto Padre Waldeck
Altair Lima Desidério
Jonas Mello Honorato Guedes
Atrizes convidadas
Ator Personagem
Tânia Alves Severina Dantas
Ângela Leal Olívia
Participações Especiais
Ator Personagem
Daniela Mercury Maria Bonita
Alceu Valença Lampião (Virgulino Ferreira)
Oswaldo Loureiro como Maldonado
Marília Pêra como Isadora

Elenco de Apoio[editar | editar código-fonte]