Mielina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A mielina é uma substância lipídica, de cor verde reluzente e de caráter birrefringente, proveniente de algumas células do hipotálamo. A mielina está presente na chamada bainha de mielina (formada pelos oligodendrócitos no SNC e pelas células de Schwann no SNP), que rodeia algumas fibras nervosas, fazendo com que tenham uma condução de impulsos nervosos mais rápida (condução saltatória). As fibras envoltas por mielina são chamadas precisamente mielínicas. As fibras que não possuem um revestimento de mielina chamam-se fibras amielínicas e possuem uma condução de impulso mais lenta.

Patologia[editar | editar código-fonte]

Tratamento[editar | editar código-fonte]

Há diversos estudos acerca da cura da degeneração da mielina. Os estudos foram iniciados com Augusto Odone e sua mulher, pais de Lorenzo Odone que tinha Adrenoleucodistrofia (ALD). Os testes são feitos em cachorros filhotes que tem a mielina desgastada, entretanto os estudos jamais foram concluídos, e hoje estão parados.