Parque Ecológico Monsenhor Emílio José Salim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Parque Ecológico Monsenhor José Salim.
Pavões no Parque Ecológico.

O Parque Ecológico Monsenhor Emílio José Salim (mais conhecido como Parque Ecológico de Campinas) é um parque localizado na Região Leste da cidade de Campinas. Possui uma variada infraestrutura numa área de 110ha e um projeto paisagístico de Burle Marx,[1] com um complexo de construções tombadas do século XIX, dentre elas uma casa grande; sete quadras poliesportivas, campos de futebol society, quadras de bocha e malha, playground, dois estacionamentos (capacidade para 1000 automóveis) e áreas para piquenique, além do Museu Histórico Ambiental, que desenvolve programas de educação ambiental.

História[editar | editar código-fonte]

O Parque Ecológico foi construído onde foi fundada, em 1806, a Sesmaria e Engenho Fazenda Mato Dentro[2] , pelo Sesmeiro Joaquim Aranha Barreto de Camargo, que foi passada, em 1820, à propriedade de sua filha, Maria Luzia de Sousa Aranha[3] , a Viscondessa de Campinas, e a seu genro e sobrinho, Francisco Egydio de Sousa Aranha, tendo o engenho, à época da fundação, 1515 alqueires de terras.[4] Incorporado em 1937 pela Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo, como estação experimental do Instituto Biológico. Em 1987 foi transformado em Parque Ecológico pelo governo estadual.

Endereço[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Parque Ecológico Emílio José Salim Prefeitura Municipal de Campinas, acesso em 8 de julho de 2009.
  2. Pró Memória de Campinas – SP, em 16 de março de 2010; matéria publicada em 1989, pelo Correio Popular.
  3. Pró-Memória Campinas-SP, em 25 de março de 2007
  4. Parque Ecológico Monsenhor José Salim Prefeitura Municipal de Campinas