Colégio Técnico de Campinas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Colégio Técnico de Campinas (também COTUCA ou Cotuca) é um colégio técnico estadual subordinado à Unicamp localizado na rua Jorge Figueiredo de Correa, no bairro do Taquaral, Próximo ao Parque Portugal também conhecido como Lagoa do Taquaral Campinas, São Paulo, Brasil.

Era inicialmente chamado de COTUCA devido a abreviação de Colégio Técnico da Universidade de Campinas (ou "Colégio Técnico da Unicamp"), mas depois o nome oficial se tornou simplesmente "Colégio Técnico de Campinas".

Além dos cursos técnicos semestrais, o colégio também oferece o Ensino Médio comum e cursos de extensão. Ele é nacionalmente conhecido por sua qualidade e por possuir um vestibular (popularmente chamado de vestibulinho) com grande concorrência, superando a relação candidato/vaga de muitos cursos do ensino superior da rede pública. É considerado pelo mercado de trabalho e pelo meio acadêmico como um dos melhores colégios técnicos do Brasil.

Localização[editar | editar código-fonte]

O prédio do COTUCA é um patrimônio histórico da cidade de Campinas, e foi construído em 1918, por Bento Quirino, num projeto do arquiteto Ramos de Azevedo. A Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP - começou seu funcionamento nesse prédio, em 1967, com os cursos de Química, Engenharia de Alimentos e Medicina. No mesmo ano o COTUCA começou a funcionar, com os cursos de Eletrotécnica, Mecânica e Alimentos. As instalações possuem 6500 metros quadrados e, por ser um patrimônio histórico, são mantidas e conservadas de acordo com suas características originais.

Transferência para o campus em Barão Geraldo[editar | editar código-fonte]

Em consequência da longa estiagem no início de 2014, que agravou o estado do prédio, no dia 12 de fevereiro as aulas foram suspensas e no dia 13 foi anunciado que as aulas seriam provisoriamente transferidas para os prédios do Ciclo Básico I e II, no campus da Unicamp em Barão Geraldo, até que a reitoria conseguisse providenciar a locação de um novo prédio para o colégio[1] [2] . As obras de restauração histórica e estrutural no prédio antigo tinham inicialmente a duração prevista de, no mínimo, 2 anos, e devem começar em meados de 2014[3] , entretanto, meses após a transferência provisória para o Campus foi realizada nova vistoria, da qual se apurou que o restauro histórico ao qual o prédio deveria ser submetido poderia levar de 8 a 12 anos para ser concluído. A reitoria providenciou a locação do prédio do antigo Anglo Campinas, Unidade Taquaral, por um período de 2 a 3 anos para dar sequência às atividades do colégio. Durante este período será providenciada a construção de um novo prédio para comportar o colégio, dentro do Campus, nas proximidades do Hospital de Clínicas.

Objetivos[editar | editar código-fonte]

O objetivo do Colégio Técnico de Campinas é proporcionar ao aluno uma formação profissional de alto nível com sólida base de educação geral. Seu corpo docente e funcional empenha-se para que o aluno desenvolva a sua consciência crítica, um crescente espírito de equipe social e profissional, buscando a formação plena como pessoa socialmente atuante e bem sucedida na profissão.

Consciente de sua responsabilidade enquanto escola pública e gratuita, o COTUCA tem como premissa buscar a excelência do ensino, por meio de metodologias de ensino, projetos e capacitação de seu corpo docente e funcional para melhor atender as demandas da sociedade.

Cursos Oferecidos[editar | editar código-fonte]

Modalidade: A - Concomitância Interna - Curso Técnico e Ensino Médio, ambos no COTUCA[editar | editar código-fonte]

Modalidade: B - Concomitância Externa - curso técnico no COTUCA, Ensino Médio em outra escola ou já concluido[editar | editar código-fonte]

  • Informática para Internet
  • Plásticos
  • Segurança do Trabalho
  • Meio Ambiente
  • Eletroeletrônica
  • Enfermagem
  • Mecatrônica
  • Telecomunicações

Modalidade: C - Subsequente ao Ensino Médio[editar | editar código-fonte]

  • Equipamentos Biomédicos

Modalidade: D - Especialização Técnica[editar | editar código-fonte]

  • Gestão pela Qualidade e Produtividade
  • Projetos Mecânicos Assistidos por Computador
  • Materiais Metálicos

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2014/02/colegio-tecnico-de-campinas-cotuca-e-interditado-por-problemas-no-telhado-e-aulas-sao-transferidas-para-campus-da-unicamp-em-barao-geraldo.html
  2. http://correio.rac.com.br/_conteudo/2014/02/capa/campinas_e_rmc/153482-cotuca-e-interditado-devido-a-problemas-estruturais.html
  3. http://www.unicamp.br/unicamp/noticias/2014/02/13/cotuca-transfere-aulas-para-unicamp

Ligações externas[editar | editar código-fonte]