Picanha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde setembro de 2011). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Picanha
Rump cover.jpg
Localização: Coxão duro / Traseiro
Em Inglês: Rump cap / Top sirloin cap
Cód. HAM: 2090
Rendimento: 1,500 %
Peso médio:
Animal (kg) Arroba (@) Média (kg)
160 10 1,02
190 12 1,21
220 14 1,40
250 16 1,59

A Picanha é um tipo de corte de carne bovina tipicamente brasileira. A origem do nome Picanha advém do tratamento talhante Italiano, nomeadamente do corte Picatta . Esta vara, chamada picana (em espanhol), possuía um ferrão na ponta e servia para picar o gado na parte posterior da sua região lombar. Com o passar do tempo esta região do animal passou a ser chamada picana e posteriormente picanha [1] [2] . Recentemente, o aumento da variedade de cortes de carnes suínas originado de ações promovidas pelos suinucultores, fez surgir um novo corte para os admiradores deste tipo de carne, que recebeu o nome de picanha suína.

Modos de preparo[editar | editar código-fonte]

No espeto[editar | editar código-fonte]

Quando assada no espeto, é servida em bifes cortados de forma a "descascar" a peça ainda no espeto, e em seguida retorna ao braseiro para chegar ao ponto de novamente ser cortada e servida. Porém, algumas pessoas acreditam que a peça não deve ser perfurada, pois o suco da carne tende a escapar pelo furo feito pelo espeto.

Na grelha ou assada[editar | editar código-fonte]

crocante doura-se seus lados por não mais que 5 ou 10 minutos. Em seguida, faz-se novos cortes em cada posta, desta vez na transversal. Novamente doura-se as laterais e salga-se a gosto.

A assim conhecida no jargão por picanha "dois tombos" é também preparada na grelha. Basta tirar bifes da peça e deitá-los na grelha sem nenhum tempero. Assim que se nota que está vertendo um "suor" na parte de cima, tempera-se exclusivamente com sal grosso e vira-se.

Outro modo de preparo é em bifes de aproximadamente 2 cm. Coloca-se sal grosso 10 minutos antes de ir a grelha. Tira-se o excesso de sal e doura-se dos dois lados até o ponto desejado.

Informação nutricional[editar | editar código-fonte]

Picanha mal passada.
Valor calórico 323 kcal 13%
Carboidratos 1,92 g 1%
Proteínas 18,99 g 38%
Gorduras totais 26,59 g 0%
Gorduras saturadas 8,67 g 35%
Colesterol 51,03 mg 17%
Fibras 0 g 0%
Cálcio 9,21 mg 1%
Ferro 2,34 mg 17%
Sódio 58,61 mg 2%

Obs.: Valores diários em referência com base em uma dieta de 2.500 calorias por porção de 100g com referência para animais do Brasil.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. STUDART, G. (2006). Rio Botequim - os melhores petiscos e comidas de bar. Rio de Janeiro, BR: Casa da Palavra.
  2. Priberam. (2012). Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Retrieved May 23, 2012, from http://www.priberam.pt/DLPO/default.aspx

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

¹[1]