Religião no Chile

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Religião no Chile é uma parte importante da sociedade e tem sido de grande importância em toda a história do país.

Segundo o último censo de 2002, 7.853.428 dos chilenos se autodeclararam católicos, o equivalente a 69,96% da população total do país, representando uma queda no número de seus adeptos, em comparação com o censo de 1992 em que 76,4% da população de 14 anos ou mais são declarados católicos. Em contrapartida, 15,14% dos chilenos declararam-se evangélicos; 1,06% declararam ser testemunhas de Jeová; 0,92% autodeclararam-se mórmons; e 0,13%, como judeus. 8,3% da população do país declarou-se como ateu ou agnóstico, enquanto 4,39% afirmaram seguir outra religião.

A Igreja Católica Romana é separada do Estado desde 1925, quando o presidente Arturo Alessandri e o arcebispo Crescente Errazuriz, chegaram a um acordo para dividir a Igreja do Estado chileno na Constituição. Assim terminou com o reconhecimento como religião oficial do Estado, dando-lhe o direito de patrocínio que foi herdado da Independência, sem concordar com a Santa Sé, e a consagração de uma considerável liberdade de culto.

Apesar da relevância do catolicismo ter diminuído nos últimos anos, ainda é a religião dominante e ainda goza de alguma influência sobre a sociedade.

O ecumenismo no Chile é de longa data. Já em 1970, a pedido do governo e com o apoio do Cardeal Silva Henriquez, modificações foram feitas no tradicional Te Deum, a fim de transformá-lo em uma cerimônia para todas as igrejas cristãs, além da participação de representantes judeus, muçulmanos e os maçons. Durante os primeiros anos do regime de Augusto Pinochet, as várias igrejas cristãs criaram a Comissão para a Paz, que se tornou o Vicariato da Solidariedade, em 1975 (sob a asa da Igreja Católica), ganhando o respeito dos seus direitos humanos.

Religião Adeptos  %[1]
Católicos 7.853.428 69,95%
Protestantes 1.699.725 15,14%
Testemunhas de Jeová 119.455 1,06%
Mórmons 103.735 0,92%
Judeus 14.976 0,13%
Cristãos ortodoxos 6.959 0,06%
Muçulmanos 2.894 0,03%
Outra religião 493.147 4,39%
Nenhuma (Ateus e Agnósticos) 931.990 8,30%


Referências

  1. Oficialmente a porcentagem se calcula em função da população maior de 15 anos, os menores desta idade não são considerados.