Rogério Dutra da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tenista Rogério Dutra da Silva
Rogério Dutra Silva1.jpg
Rogério Dutra da Silva, no Aberto de São Paulo de Tênis de 2009
País  Brasil
Residência São Paulo, Brasil
Data de nasc. 3 de Fevereiro de 1984 (30 anos)
Local de nasc. São Paulo, Brasil
Altura 1,78m
Peso 73kg
Treinado por Marcos Daniel
Profissionalização 2010
Mão Direita
Prize money US$ 615,794 Fonte
Simples
Vitórias-Derrotas 11-18
Títulos 0
Melhor ranking Nº 84 (06 de Maio de 2013)
Resultados de Grand Slam
Open da Austrália nunca participou
Open da França 1ª rodada (2012, 2013)
Wimbledon nunca participou
U.S. Open 2ª rodada (2011, 2012, 2013)
Duplas
Vitórias-Derrotas 4-6
Títulos 0
Melhor ranking Nº 137 (15 de Abril de 2013)
Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Prata Guadalajara 2011 Simples
Bronze Guadalajara 2011 Duplas mistas
Última atualização em: 07 de Abril de 2014.

Rogério Dutra da Silva (São Paulo, 3 de fevereiro de 1984) é um tenista profissional brasileiro destro, morador de São Paulo e irmão do também tenista Daniel Silva.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Rogério começou a jogar tênis por causa do pai, Eulício Teodózio da Silva, ex-profissional. O primeiro contato do tenista com a raquete veio aos sete anos. Dois anos mais tarde vieram os primeiros torneios em São Paulo.

Somente aos 16, Rogerinho como é conhecido, começou a realmente ser treinado para se tornar um profissional. Hoje, o esforçado tenista ainda carece um pouco de físico, mas compensa com muita raça e determinação em quadra.

Deu um grande salto no ranking em 2006 quando passou a treinar em um centro específico de tênis na capital paulista. Alcançou um lugar entre os 200 melhores nesta temporada e foi destaque no Aberto de São Paulo onde perdeu na semifinal para o argentino Guillermo Cañas.

Em 2008, chegou na semifinal do Challenger de Almaty, Casaquistão. Nas duplas, venceu o Challenger de Florianópolis.

Em 2009, chegou à final do Challenger de Blumenau. Nas duplas, chegou à final de 4 Challengers.

Em 2010, conseguiu passar pelo qualifying do ATP 250 do Brasil, sendo derrotado na 1ª rodada por Nicolas Massu por 2 sets a 1. Em setembro, ganhou seu primeiro Challenger em Belo Horizonte, derrotando na final do torneio o argentino Facundo Arguello por 2 sets a 0. Em outubro, chegou à semifinal do Challenger de Quito.

Em 2011 furou o qualifying do ATP 250 do Brasil, e na primeira rodada fez partida duríssima contra Juan Ignacio Chela, nº 39 do mundo, perdendo por 2 sets a 1. Em abril, chegou à final do Challenger de Pereira, Colômbia. Em agosto, conquista o Challenger de Campos do Jordão sobre o sul-africano Izak Van der Merwe, e depois consegue participar pela primeira vez de um Grand Slam, ao furar o qualificatório do U.S.Open, chegando à segunda rodada do torneio.

Nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011, Rogério obteve a medalha de prata em simples.[1] Também conquistou o bronze nas duplas mistas, junto com Ana Clara Duarte.[2]

Encerrou o ano de 2011 como o número 124 do mundo.[1]

Em 2012 furou o qualifying do torneio de Roland Garros e foi eliminado na primeira rodada por John Isner. Depois, venceu o Challenger da Cidade do Panamá, e com isso entrou pela primeira vez no top100 mundial. Em julho, foi vice-campeão do ATP 500 de Hamburgo em duplas, junto com Daniel Muñoz de la Nava; na semana seguinte, foi às quartas-de-final do ATP 250 de Kitzbuhel. Em agosto, participando do US Open, venceu a primeira rodada, e na segunda, enfrentou o nº 2 do mundo, Novak Djokovic, perdendo por 3 sets a 0. Jogou ainda pela Copa Davis, contra a Rússia.

Em 2013, chegou na final dos Challengers de São Paulo e de Santos, e ganhou o Challenger de Itajaí. Perdeu na 1a rodada de Roland Garros para o top 40 Ernests Gulbis. No US Open, jogou contra Vasek Pospisil, número 40 do mundo que chegou na semifinal do Masters 1000 do Canadá do mesmo, ano, e obteve uma grande virada após estar perdendo por 2 sets a 0. Com isso, irá enfrentar Rafael Nadal na segunda rodada. [3]

Atualmente, ele reside em Balneário Camboriú, no estado de Santa Catarina, e é treinado por Larri Passos e Marcos Barbo.

Ranking[editar | editar código-fonte]

Evolução do ranking de simples[editar | editar código-fonte]

Posição na última semana de cada ano[6] :

  • 2002: nº 1345 do mundo
  • 2003: nº 908 do mundo
  • 2004: nº 794 do mundo
  • 2005: nº 595 do mundo
  • 2006: nº 261 do mundo
  • 2007: nº 295 do mundo
  • 2008: nº 251 do mundo
  • 2009: nº 321 do mundo
  • 2010: nº 158 do mundo
  • 2011: nº 124 do mundo
  • 2012: nº 128 do mundo
  • 2013: nº 132 do mundo

Circuito Profissional ATP World Tour - Finais[editar | editar código-fonte]

Olympic pictogram Tennis.pngOlympic pictogram Tennis.pngDuplas: 1 (0-1)[editar | editar código-fonte]

Legenda
Grand Slam (0–0)
ATP World Tour Finals (0–0)
ATP World Tour Masters 1000 (0–0)
ATP World Tour 500 (0–1)
ATP World Tour 250 (0–0)
Titulos por Piso
Duro (0–0)
Saibro (0–1)
Grama (0–0)
Carpete (0–0)
Resultado No. Data Torneio Piso Parceiro Adversários da Final Placar
Finalista 1. 22 de Julho de 2012 AlemanhaATP 500 de Hamburgo, Alemanha Saibro Espanha Daniel Muñoz de la Nava Espanha David Marrero
Espanha Fernando Verdasco
4–6, 3–6

Circuito Profissional ITF Futures e ATP Challengers - Finais[editar | editar código-fonte]

Olympic pictogram Tennis.pngSimples: 21 (13-8)[editar | editar código-fonte]

Legenda
ATP Challengers (4-5)
ITF Futures (9-3)
Titulos por Piso
Duro (2-2)
Saibro (11-6)
Grama (0–0)
Carpete (0–0)
Resultado No. Data Torneio Piso Oponente Placar
Finalista 1. 12 de Setembro de 2005 Brasil Brasil F10, Brasil Saibro Brasil Bruno Rosa 6–2, 3–6, 1–6
Finalista 2. 10 de Abril de 2006 Itália Itália F9, Itália Saibro Argentina Antonio Pastorino 7–5, 5–7, 2–6
Campeão 3. 04 de Junho de 2006 Brasil Brasil F3 - Chapecó, Brasil Saibro Uruguai Martin Vilarrubi 6-2, 6-4,
Campeão 4. 11 de Junho de 2006 Brasil Brasil F4 - Piracicaba, Brasil Saibro Equador Giovanni Lapentti 6-0, 2-6, 7-6(2)
Campeão 5. 18 de Junho de 2006 Brasil Brasil F5 - Sorocaba, Brasil Saibro Colômbia Santiago Giraldo 6-4, 6-1
Campeão 6. 04 de Maio de 2008 Brasil Brasil F2 - Itu,Brasil Saibro Brasil André Ghem 7-6(4), 4-6, 6-4
Campeão 7. 11 de Maio de 2008 Brasil Brasil F3 - São Roque, Brasil Saibro Brasil André Miele 5-7, 6-2, 6-4
Campeão 8. 08 de Junho de 2008 Brasil Brasil F7 - Guarulhos, Brasil Saibro Brasil Daniel Dutra da Silva 6-0, 6-1
Campeão 9. 15 de Junho de 2008 Brasil Brasil F8 - Cuiabá, Brasil Saibro Brasil Daniel Dutra da Silva 6-1, 6-7(2), 6-0
Finalista 10. 03 de Novembro de 2008 Brasil Brasil F27, Brasil Saibro Brasil Júlio Silva 6–7(5–7), 1–6
Finalista 11. 05 de Outubro de 2009 Brasil Blumenau, Brasil Saibro Brasil Marcelo Demoliner 1–6, 0–6
Campeão 12. 25 de Julho de 2010 Brasil Brasil F16 - Jundiaí, Brasil Saibro Brasil Fernando Romboli 6-3, 7-5
Campeão 13. 29 de Agosto de 2010 Brasil Brasil F21 - Campo Grande, Brasil Saibro Brasil Eládio Ribeiro Neto 6-7(9), 7-5, 4-0 Ret.
Campeão 14. 18 de Setembro de 2010 Brasil Belo Horizonte, Brasil Duro Argentina Facundo Arguello 6-4, 6-2
Finalista 15. 10 de Abril de 2011 Colômbia Pereira, Colômbia Saibro Itália Paolo Lorenzi 5–7, 2–6
Campeão 16. 06 de Agosto de 2011 Brasil Campos do Jordão, Brasil Duro África do Sul Izak Van Der Merwe 6-4, 6-7(5), 6-3
Finalista 17. 02 de Outubro de 2011 Brasil Recife, Brasil Duro Brasil Ricardo Mello 6–7(5–7), 3–6
Campeão 18. 06 de Julho de 2012 Panamá Panama City, Panamá Saibro Canadá Peter Polansky 6-3, 6-0
Finalista 19. 06 de Janeiro de 2013 Brasil São Paulo, Brasil Duro Argentina Horacio Zeballos 6–7(5–7), 2–6
Campeão 20. 21 de Abril de 2013 Brasil Itajaí, Brasil Saibro Eslováquia Jozef Kovalik 4-6, 6-3, 6-1
Finalista 8. 21 de Abril de 2013 Brasil Santos, Brasil Saibro Portugal Gastão Elias 6–4, 2–6, 0–6


Jogos Pan-Americanos - Participações[editar | editar código-fonte]

México Jogos Pan-Americanos de 2011 - Guadalajara, México[editar | editar código-fonte]

Tênis

Atleta Evento 1ª fase 2ª fase Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final Pos.
Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado Adversário e resultado
BrasilBRA Rogério Dutra da Silva Simples Bye Porto RicoPUR A. Llompart
V 6-1, 6-2
Estados UnidosUSA G. Ouelette
V 6-4, 7-5
ColômbiaCOL J.S. Cabal
V 7-6 (13-11), 6-3
EquadorECU J. C. Campozano
V 6-4, 6-7 (5-7), 7-5
Disputa do Ouro:
ColômbiaCOL R. Farah
D 4-6, 3-6
Silver medal america.svg

Prata

BrasilBRA Ana Clara Duarte
 BrasilBRA Rogério Dutra da Silva
Duplas Mistas Bye PeruPER B Botto
 PeruPER D Beretta

V 6-3, 6-4
MéxicoMEX AP de la Peña
 MéxicoMEX S González

D 5-7, 3-6
Disputa do Bronze:
VenezuelaVEN Adriana Pérez
 VenezuelaVEN Román Recarte

V 7-6(7-4), 5-7, [11-9]
Bronze medal america.svg

Bronze

Títulos mais importantes[editar | editar código-fonte]

Simples[editar | editar código-fonte]

Duplas[editar | editar código-fonte]

Referências