Itajaí

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Itajaí
Vista parcial de Itajaí

Vista parcial de Itajaí
Bandeira de Itajaí
Brasão de Itajaí
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 15 de junho de 1860 (154 anos)
Gentílico itajaiense
Lema Qualidade de vida
Prefeito(a) Jandir Bellini (Partido Progressista)
(2013–2016)
Localização
Localização de Itajaí
Localização de Itajaí em Santa Catarina
Itajaí está localizado em: Brasil
Itajaí
Localização de Itajaí no Brasil
26° 54' 28" S 48° 39' 43" O26° 54' 28" S 48° 39' 43" O
Unidade federativa  Santa Catarina
Mesorregião Vale do Itajaí IBGE/2008[1]
Microrregião Itajaí IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Balneário Camboriú (S), Camboriú (S), Brusque (SO), Gaspar (O), Ilhota (NO) e Navegantes (N)
Distância até a capital 94 km
Características geográficas
Área 289,255 km² (BR: 3502º)[2]
População 198 650 hab. Est. Populacional - IBGE/2013[3]
Densidade 686,76 hab./km²
Clima subtropical úmido Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,795 alto PNUD/2010[4]
PIB R$ 19 754 199 mil IBGE/2012[5]
PIB per capita R$ 104 635 28 mil IBGE/2012[5]
Página oficial
Igreja Matriz do Santíssimo Sacramento
Vista aérea da foz do rio Itajaí
Portal do píer turístico de Itajaí

Itajaí é um município do estado de Santa Catarina, no Brasil. Localiza-se no litoral centro norte catarinense e faz parte da Mesorregião do Vale do Itajaí, na foz do Rio Itajaí-açu. Segundo o censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, sua população em 2010 era de 183 388 habitantes. Possui o segundo maior produto interno bruto do estado e a maior renda per capita do estado.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

"Itajaí" é um nome tupi oriundo da palavra Tajahy, que significa "Rio dos Taiás", uma planta comestível da família das aráceas.

Outra tese é a de que Tajá é uma alusão ao nome Taió, pois existem documentos referindo-se ao Morro do Taió na época da corrida bandeirante pelo ouro.

Alternativamente, o nome "Itajaí" pode significar "água do senhor da pedra", através da junção dos termos itá ("pedra"), îara ("senhor")[6] e 'y ("água")[7] .

A preocupação com a explicação mais acertada do significado do nome da cidade já atravessa cem anos, envolvendo estudiosos brasileiros e estrangeiros.

História[editar | editar código-fonte]

Todo o atual litoral do estado de Santa Catarina foi habitado, até o século XVI, pelos índios carijós. A partir desse século, com a chegada de navegadores espanhóis e portugueses, os índios locais foram escravizados para servir de mão de obra nas plantações de cana-de-açúcar, localizadas principalmente na cidade de São Vicente.

Em 1750, colonos portugueses vindos da Ilha da Madeira e dos Açores instalaram-se na região. Tornou-se um povoado em 1823 e distrito em 31 de março de 1833 e, no final do século XIX, recebeu um grande número de imigrantes alemães e imigrantes italianos.

Embora só tenha sido fundada em 15 de junho de 1860, a colonização de origem europeia de Itajaí começou em 1658. O primeiro sesmeiro da região foi João Dias Arzão, que, em 1658, recebeu uma sesmaria em frente ao Rio Itajaí-Mirim.

Em 1880 e 1911, aconteceram os piores cataclismos registrados em Itajaí, porém a mais conhecida enchente deu-se nos anos de 1983 e 1984. No dia 22 de novembro de 2008 houve outra enchente, a mais catastrófica até então (atingiu mais de noventa por cento do território do município[8] ). Em 9 de Setembro de 2011, novamente as águas do Rio Itajaí-Açu e Rio Itajaí-Mirim voltaram a inundar a cidade, atingindo setenta por cento do seu território.

Em 4 de fevereiro de 1880, registrou-se a emancipação política-administrativa de Blumenau, até então pertencente a Itajaí. Após ocorreram outros desmembramentos pela emancipação de Brusque em 23 de março de 1881, Camboriú em 5 de abril de 1884, Ilhota e Luiz Alves em 21 de junho de 1958, Penha em 21 de junho de 1958, Navegantes em 30 de maio de 1962.

A pesca artesanal era, até o início da industrialização, a principal atividade econômica da cidade. A partir da década de 70, Itajaí passou por um processo de dinamização de sua economia. Hoje, possui o principal porto de Santa Catarina, que também é o maior exportador de frios do Brasil. Itajaí é a cidade com o segundo maior produto interno bruto do estado[9] ). Grandes empresas multinacionais e brasileiras instalaram-se na cidade, como a Petrobrás, Brasil Foods, Pepsico, Brasfrigo, JBS, Seara, Teconvi, Teporti, Arfrio, Azimut, Detroit, Hyper Marcas, Votorantim, Gomes da Costa, Multilog, Poly Terminais, Weg, Klabin, Kowalsky, Dalçóquio, entre outras.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Ocupa uma área de 289 mil km², sendo quatorze porcento de área urbana e oitenta e quatro porcento zona rural (ou áreas de preservação).

Situa-se no litoral norte, especificamente na foz do Rio Itajaí-Açu. Faz divisa com Balneário Camboriú, Camboriú, Brusque, Gaspar, Ilhota e Navegantes. Sede do maior porto pesqueiro do país e da maior universidade privada do estado, a Universidade do Vale do Itajaí.

Itajaí está localizada na Baixo Vale do Itajaí, ao litoral, sendo banhada pelo oceano Atlântico. Também está situada na foz do Itajaí-Açu, possibilitando a existência do porto.

A cidade é basicamente plana — devido ao nível do mar O local mais alto fica no Morro da Cruz, à 170 metros de altitude — grande parte da vegetação nativa pode ser observada em sua total beleza. Integra a Região Metropolitana da Foz do Rio Itajaí, juntamente com os municípios vizinhos.

Em Itajaí, acontece um dos maiores festivais da música popular brasileira. O festival acontece sempre em setembro e reúne músicos e artistas do país todo. Estes encontros são uma vitrine da riqueza da cultura local itajaiense.

A rodovia BR-101 é a principal ligação à cidade e as rodovias SC-100, BR-486, SC-470, bem como a BR-470, ligam Itajaí ao restante do estado.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima de Itajaí é úmido no inverno e seco no verão. No verão, as temperaturas podem chegar aos 38º centígrados,e no inverno pode chegar aos 2º centígrados,é raro subir mais de 38º ou cair a baixo de 2º. Em 2013 a cidade registrou queda de neve. A menor temperatura registrada em Itajaí foi -4º centigrados (1975), e a maior foi 42º (2014).

Itajaí tem a média anual em 20º centígrados e 11º centígrados no inverno. As massas de ar de maior influência são a polar atlântica (mPa) e a massa tropical atlântica (mTa).

Gráfico climático para Itajaí
J F M A M J J A S O N D
 
 
177
 
29
19
 
 
201
 
28
20
 
 
159
 
28
19
 
 
126
 
25
16
 
 
103
 
22
14
 
 
71
 
20
11
 
 
81
 
20
11
 
 
100
 
21
12
 
 
111
 
21
14
 
 
146
 
23
15
 
 
109
 
25
17
 
 
136
 
27
18
Temperaturas em °CPrecipitações em mm
Fonte: [3]

Demografia[editar | editar código-fonte]

A maioria da população é descendente de alemães, italianos e açorianos.[carece de fontes?] A mistura das culturas alemã, italiana e portuguesa é um marco da cidade, embora haja um predomínio da influência açoriana.[carece de fontes?]

Cor/Raça Percentagem
Brancos 94,5%
Negros 0,9%
Pardos 4,0%
Amarelos 0,6%

Fonte: Censo 2000

Divisão territorial[editar | editar código-fonte]

Segue abaixo a divisão municipal vigente, conforme Lei Ordinária de Itajaí/SC, nº 3359/1998 de 21/12/1998 e nº 3673/2001 de 10/12/2001, com os bairros e suas localidades:

  • Barra do Rio
      • Imaruí
      • Nova Brasília
      • 1º Distrito Industrial
  • Cabeçudas
      • Atalaia, Praia da
      • Geremias, Praia de
      • Molhes, Praia dos
  • Canhanduba
      • Canhanduba de baixo (Arapongas)
  • Centro
      • Beira-Rio
  • Cidade Nova
      • Dona Mariquinha
      • Eurico Krobel
      • Jardim Danielle
      • Lot. Avelino Werner
      • Padre Schmidt
      • Promorar I
      • Promorar II
      • Promorar III
      • Verde Vale
  • Cordeiros
      • 3º Distrito Industrial
      • Abdon Fóes
      • Bertoldo Michels
      • Celeste Girardi
      • Costa Cavalcante
      • Jardim Esperança
      • Jardim Juliete
      • Jardim Progresso
      • Jardim Itália
      • Jardim Santa Rita
      • Lar Brasileiro
      • Lot. Beira-Rio (Canto do Rio)
      • Lot. César Ramos
      • Lot. União
      • Murta
  • Dom Bosco
      • Nossa Senhora das Graças
      • Jardim Itamirim
  • Espinheiros
      • Boa Vista
      • Espinheirinhos
      • Portal I
      • Portal II
      • Vale dos Pinheiros
      • São Roque
      • Santa Regina
  • Fazenda
      • Fazendinha (Nossa Senhora de Guadalupe)
      • Esplanada
      • Jardim Luciana
      • Lot. Müller
      • Padre Jacó
  • Itaipava
      • 4º Distrito Industrial (Pólo Desenvolvimento)
      • Arraial dos Cunhas
      • Baia
      • Bom Retiro
      • Brilhante I (Brilhante de Fora)
      • Brilhante II (Brilhante de Dentro)
      • Campeche
      • Estivado
      • KM 12
      • Laranjeiras
      • Limoeiro
      • Lot. São Pedro
      • Paciência
      • Rio do Meio
      • Rio Novo (Colônia Japonesa)
      • Tabuleiro
  • Praia Brava
      • Ariribá
      • Amores, Praia dos
      • Morcego, Praia do
      • Nova Divinéia
      • Santa Clara
      • Solidão, Praia da
  • Ressacada
      • Jardim das Mansões
  • Salseiros
      • Pedra de Amolar
      • Volta de Cima
  • São João
      • Madevila
  • São Judas
      • Rio Pequeno
  • São Vicente
      • 2º Distrito Industrial
      • Bambuzal
      • Jaí-Açú
      • Jardim Ipiranga
      • Jardim Olímpico
      • Jardim Paraíso
      • Jardim Peirão
      • Jardim Tarumã
      • Lot. Dona Catarina
      • Lot. Primeiro de Maio
      • Nilo Bittencourt
      • Rio Bonito
  • Vila Operária
      • Fiúza Lima

Economia[editar | editar código-fonte]

Itajaí apresenta uma economia sólida e um padrão de qualidade de vida relativamente alto. Sua localização condiciona o desenvolvimento da atividade pesqueira, portuária e industrial, impulsionando o setor de serviços. O Porto de Itajaí é responsável pela maior parte das exportações da Região Sul do Brasil e é segundo colocado no ranking nacional de movimentação de contêineres, atrás somente do Porto de Santos. Itajaí é considerada referência nacional em infraestrutura voltada à instalação de empresas. Polo da indústria naval, já conquistou a vinda de empresas exportadoras da área de montagem automobilística e também de vestuário.

Em matéria de expansão, os setores da economia que mais se expandem são, respectivamente: logística, armazenagem de contêineres e turismo.

Grande parte da capacitação da mão-de-obra lotada em Itajaí advém da Universidade do Vale de Itajaí, que é a maior universidade de Santa Catarina.

Dinamismo Econômico

O Jornal Brasileiro Gazeta Mercantil, em pesquisa divulgada na edição de 7 de abril de 2006, apresentou Itajaí como quarto melhor município do Brasil em termos de dinamismo econômico. A pesquisa foi realizada com cinco mil municípios brasileiros. Os principais parâmetros analisados foram investimentos em áreas sociais, desenvolvimento econômico e volume de operações bancárias por habitante.

A Prefeitura de Itajaí criou um órgão responsável pela geração e manutenção de emprego e renda no âmbito municipal: a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Sedeer). É composta por três diretorias - Diretoria da Indústria, Comércio e Serviços; da Micro e Pequena Empresa e Economia Solidária; do Emprego e Qualificação Profissional.

Política[editar | editar código-fonte]

Cidades-irmãs

Itajaí possui as seguintes cidades-irmãs:

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Saúde[editar | editar código-fonte]

A Secretaria de Saúde de Itajaí conta com 22 unidades básicas.

Educação[editar | editar código-fonte]

As principais escolas particulares são:

  • Colégio SENAI/SC
  • Colégio Salesiano Itajaí
  • Colégio São José
  • Colégio Energia
  • Colégio Unificado
  • Colégio Fayal
  • Colégio de Aplicação da Univali
  • Colégio Adventista
  • Colégio Vetor

As príncipais escolas públicas:

  • Victor Meirelles
  • Nereu Ramos
  • Arnaldo Brandão
  • Dom Afonso Niehues
  • Paulo Bauer
  • Professor Cacildo Romagnani
  • Antônio Ramos
  • Aníbal César
  • Avelino Werner
  • Gaspar da Costa Moraes
  • Nilton Kucker
  • Henrique da Silva Fontes
  • Elizabeth Konder Reis

As principais universidades/faculdades são:

Cultura[editar | editar código-fonte]

Teatro

Itajaí tem uma das principais produções de teatro de grupo de Santa Catarina. Atualmente conta com quatorze grupos de teatro profissionais, além de artistas de rua independentes, grupos religiosos e escolares. Existe uma associação chamada Rede Itajaiense de Teatro que representa 11 grupos profissionais da cidade, são eles: Cia Experimentus Teatrais, Bagagem cênica, Ilustríssimos senhores, Alunos em Exercício Cênico Anchieta, Cia Andante, Cia Mútua, Sua Cia. de Teatro, Grupo teatral Acontecendo Por aí e Grupo Porto Cênico, Grupo Risco, Grupo Boca Apimentada. Esses grupos através da Rede Itajaiense de Teatro realizam desde 2007 a Mostra de Teatro Itajaí em Cartaz. Também existem a Téspis Cia de Teatro e o Projeto Ospália, este último focado na arte do palhaço.

A Fundação Cultural de Itajaí, realiza o Festival Brasileiro de Teatro "Toni Cunha".

Dispõe de estruturas físicas como a Casa da Cultura "Dide Brandão" e o Teatro Municipal.

Literatura

A cidade tem forte atuação na literatura, com nomes como Lauro Müller, Marcos Konder, Bento Nascimento e Lausimar Laus e outros integrantes da Academia Itajaiense de Letras.

Música

Na música, a cidade é reconhecida pelo Festival de Música de Itajaí[10] e pelo Conservatório de Música Popular Cidade de Itajaí[11] .

Turismo[editar | editar código-fonte]

Cidade de praias, entre elas Molhes, Atalaia, Geremias, Cabeçudas, Morcego, Solidão, Brava e Amores, ampla área rural e belas paisagens naturais, com uma rica herança cultural de imigrantes alemães, italianos e portugueses. Além de uma Comunidade Negra que tem na Sociedade Sebastião Lucas um de seus pontos de encontro.

Situada na cidade de Itajaí, no litoral norte de Santa Catarina, a Praia Brava é conhecida por sua exuberante natureza, águas límpidas e tranquilidade. São quase 3 km de orla do Canto do Morcego ao Canto dos Amores[12] .

É também considerado um templo da música eletrônica no Brasil. Abriga o renomado Warung Beach Club, eleito três vezes o melhor clube do mundo. Além disso, a Brava conta hoje com o Kiwi Bar e o Madê Pantai Club. E são nesses lugares, em meio a natureza, por onde passam os melhores djs do planeta e acontecem as melhores festas do verão catarinense.

A Brava também é um ponto importante para os amantes do voo livre e do surfe, inclusive a praia recebeu no ano de 2007 pela primeira vez uma etapa do WQS, a divisão de acesso do surfe internacional.

Itajaí possui um píer para navio de passageiros que serve de ponto de apoio no litoral de Santa Catarina, alfandegado, dotado de infraestrutura adequada e exclusiva para recepção de embarcação de grande porte, voltado aos cruzeiros marítimos de lazer. Sua estrutura para atracação de navios, conta com cinco Dolfins (dois de amarração e três de atracação), dez metros de calado, 220 metros de plataforma do cais, 945 metros de plataforma em concreto.

A Marejada, festa portuguesa e do pescado, é a principal festa municipal, mostrando atrações relativas ao mar e ao Açores, que acontece todos os anos durante o mês de Outubro, com uma duração geralmente entre sete e catorze dias. É a maior festa portuguesa e do pescado do Brasil.[13] Itajaí também é sede do Clube Náutico Marcílio Dias, agremiação esportiva de futebol e remo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Estimativa Populacional 2013 Estimativa Populacional 2013 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (01 de julho de 2012). Visitado em 07 de dezembro de 2012.}
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 19 de setembro de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2012 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 10 junho 2014.
  6. [1]
  7. [2]
  8. G1 - Águas dos rios em Itajaí (SC) voltam ao nível normal
  9. Noticenter
  10. Oficinas do 12º Festival de Música de Itajaí
  11. Conservatório de Música Popular Cidade de Itajaí
  12. Fotos da Praia Brava Itajaí
  13. EcoViagem - Portal UOL

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Itajaí