SBT Santa Catarina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
SANTA CATARINA
Sistema Catarinense de Comunicações Televisivas e Comerciais Ltda.
Televisão Lages Ltda.
Sistema Brasileiro de Comunicações Ltda.
SANTA CATARINA
Morro do Pandolfo - Margens da BR-116
Cidade de concessão Lages, SC
Canais
10 analógico
46 digital
Outros canais 115 Viamax
Florianópolis - 45 (analogico) /46 (digital)
Sede Florianópolis, SC
Slogan SBT HD, Catarinense como Você
Rede SBT
Pertence a Sistema Catarinense de Comunicações
Proprietário Roberto Amaral
Fundação 1 de fevereiro de 2008 (6 anos)
Prefixo ZYB 764
Cobertura Santa Catarina:
95% dos municípios
Redes anteriores RedeTV!
Nome(s) anteriore(s) RedeTV Sul!, SCC TV e TV Planalto
Página oficial www.sbtsantacatarina.com.br

O SBT Santa Catarina é uma emissora de televisão brasileira com concessão em Lages e com sede em Lages e Florianópolis em Santa Catarina. É gerada pelo canal 10 VHF e cobre, atualmente, 95% dos municípios do Estado de Santa Catarina. Apesar do nome, esta emissora mantém sua condição de afiliada do SBT nacional porque pertence ao SCC (Sistema Catarinense de Comunicações) e não uma emissora própria, como é o caso do SBT Porto Alegre.

História[editar | editar código-fonte]

O Grupo SCC, do qual a empresa Televisão Lages Ltda. é integrante, teve início com a vinda de São Paulo, em 1939, do técnico em manutenção de rádios Carlos Joffre do Amaral.

Inicialmente, sua intenção era dar manutenção a rádios no Planalto Serrano, mas acabou criando um sistema de comunicação, denominado de “Voz da Cidade”, que consistia em alto-falantes colocados em postes onde transmitia músicas, recados e notícias da região, do Brasil, assim como da Segunda Guerra mundial. Fazia a animação de festas e eventos populares na região.

Toda a programação da “Voz da Cidade” era comandada da oficina de consertos de rádios de Carlos Joffre do Amaral. Em 1947, este sistema se incorporou a uma sociedade anônima fundada por alguns comerciantes, industriais e políticos, recebendo o nome Rádio Clube de Lages, sendo uma das primeiras emissoras do Estado de Santa Catarina. O diretor da Rádio, Calos Joffre, cuidava pessoalmente da programação. Criou-se uma identidade regional, com espaço para músicas e notícias da região serrana. Havia também uma ampla programação que lotava o auditório do Cine Teatro Marajoara.

Em 1974, foram inauguradas as novas instalações do Edifício da Rádio Clube de Lages e da TV Lages. Nesta época, o “Pai da Comunicação” na Região Serrana já estava pleiteando junto ao Ministério das Comunicações a concessão de uma emissora de Televisão.

Durante sua carreira, Carlos Joffre realizou diversas campanhas sociais, por meio de programas na Rádio Clube. Realizou ações como, o Natal da Criança, a Campanha do Agasalho, a Campanha da Cadeira de Rodas e a Campanha Criança na Praça, desenvolvendo um trabalho que é realizado até hoje pela instituição.

Após a morte de Carlos Joffre, em 1976, o engenheiro e administrador de empresas, Roberto Rogério do Amaral assume a presidência da Rádio Clube, dando continuidade ao trabalho e aos sonhos do pai.

Trinta anos depois da fundação da Rádio Clube, em 13 de outubro de 1977, conseguiu a concessão para exploração de um canal de televisão, fundando a Televisão Lages Ltda., com o nome fantasia de TV Planalto, que iniciou suas atividades após mais de 02 anos, tempo necessário à elaboração de projetos técnicos e compra dos equipamentos necessários à atividade.

Começou suas transmissões com programas locais como Bric-Brec, TV Mulher, Cadeira Alfred, entre outros. A carga horária era completada com filmes, alguns programas da TV Guaíba de Porto Alegre e o programa Sílvio Santos, adquiridos da TVS.

Com esta parceria, em 1981, a TV Planalto passou a retransmitir a programação do SBT - Sistema Brasileiro de Televisão, tornando-se a sua primeira afiliada.

Em 1983 incorporou à sua área de cobertura que era somente o Planalto Serrano, a região Oeste de SC. Formou-se uma parceria com a TV O Estado de Chapecó e posteriormente com a TV O Estado de Florianópolis, passando a cobrir todo o território catarinense. Com o fim desta parceria, a TV Planalto passou a cobrir 72% do Estado.

RedeTV Sul![editar | editar código-fonte]

Mas em 1º de Dezembro de 2000, pelo fato das duas últimas emissoras pertencerem ao mesmo grupo, estas iniciam um processo de formação de rede e para não haver dois grupos gerando o SBT, a TV Lages muda de nome para RedeTV Sul! e se afilia à RedeTV!. Pôde assim se expandir por todo o estado e atingir uma boa audiência.

Operava em parceria com a RedeTV! de São Paulo, que era detentora das concessões de TV em Florianópolis e Curitiba.[1] O sinal de Lages podia ser captado na internet ao vivo. Era a principal afiliada da RedeTV!.

No início de maio de 2007, a RedeTV Sul! completou sua área de cobertura em SC ao instalar retransmissoras nas cidades do Oeste e Extremo-oeste de onde já havia obtido concessão e que passaram a ser atendidas pelo sinal da RedeTV!.

A RedeTV Sul! chegou a cobrir por algum tempo os municípios do Oeste e Norte do Paraná até a entrada da RedeTV! Viana em Assis Chateaubriand que passou a atender a estas localidades.

A implantação em 1996 da rede de microondas, com 1300 km de extensão, 24 estações, 30 repetidoras de UHF e 78 retransmissoras de VHF, com investimentos de aproximadamente US$ 2,5 milhões, ocorreu à melhoria do sinal nos municípios catarinenses.

SBT Santa Catarina[editar | editar código-fonte]

As mudanças ocorridas nas emissoras de Santa Catarina fizeram com que o Sistema Catarinense de Comunicações (SCC) decidisse voltar a transmitir, em todas as suas retransmissoras, com exclusividade, a consagrada programação do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).

E no dia 29 de novembro de 2007, o SBT assinou com a TV Lages, garantindo a transmissão do seu sinal no estado de Santa Catarina[2]

À 1h53min do dia 1º de fevereiro de 2008 a emissora encerra a afiliação com a RedeTV! como RedeTV Sul!. O último programa exibido foi o Programa Amaury Jr.

Em 1º de fevereiro, passa a se chamar SBT Santa Catarina e o primeiro programa do SBT Santa Catarina foi a transmissão do Jornal do SBT Manhã. Começou a operar também em Florianópolis e arredores através do canal 59 instalado em São José. Mas por problema de cobertura da cidade dias depois também passou a operar no canal 45 instalado na capital.

Durante todo o ano muitas mudanças aconteceram entre elas à reformulação do Telejornalismo da emissora. Foram criados dois telejornais, o SC Repórter 1ª Edição e o SC Repórter 2ª Edição. Jornais estes que tem como foco principal o chamado jornalismo de soluções. Além disso, foram ampliadas as sedes do SBT Santa Catarina. Atualmente o SCC conta com sedes em Florianópolis, Lages, Joinville, Blumenau, Criciúma, Joaçaba e Chapecó. Vale ressaltar que todo o Estado está em evidência nos telejornais, com equipes jornalísticas do norte ao sul do Estado.

Neste último ano foram feitos vários investimentos na emissora, como a ampliação e modernização do estúdio, nos padrões do SBT Nacional e reformas nas sedes do SBT.

Em 2009, o SBT Santa Catarina investiu em sua nova sede em Florianópolis, localizada no Morro da Cruz. O sinal da emissora também está sendo ampliado para o maior número de cidades de Santa Catarina. Proporcionando assim, que a maioria dos catarinenses possam ver na sua casa a tradicional programação do SBT e o que acontece na sua cidade e no seu Estado, já que a programação do SBT Santa Catarina não é dividida por regiões.

Os eventos também são um ponto forte do SBT Santa Catarina, a emissora está presente nos principais eventos do estado catarinense, como o carnaval de Joaçaba e Herval D´Oeste, a Festa da Maçã em São Joaquim, a Festa Nacional do Pinhão em Lages, o Festival de Dança de Joinville, entre outros.

No dia 24 de julho de 2010, o SBT Santa Catarina lançou seu novo telejornal, o SBT Meio Dia, com apresentação de Moacir de Oliveira, onde contou com a presença do jornalista Hermano Henning, apresentador do SBT Manhã, do SBT. O SBT Meio Dia substituiu o SC Reporter 1ª Edição. No dia 10 de fevereiro de 2011, ocorreu a estreia do polêmico e consagrado Luiz Carlos Prates. Prates faz seus comentários durante todo o jornal.

No dia 2 de agosto de 2010 o SBT Santa Catarina lança seu novo telejornal, o SBT News, que vai ao ar de segunda à sexta feira às 19:20, tendo na apresentação o experiente apresentador Marcelo Martins que assumiu a atração em 10 de fevereiro de 2011.

Em 2011, o SBT/SC investe forte na ampliação de seu sinal e na qualidade de sua programação regional. A cidade de Itajaí passou a ter melhor sintonia da emissora, em abril de 2011, sendo sintonizada no canal 46 UHF.

Em 2014, o SBT-SC investiu no Sistema HD as cidades de Florianópolis, Joinville, Lages, Criciúma, Chapecó, Balneário Camboriú. Hoje o SBT-SC, também tem Sede em Itajaí-SC. A emissora vem garantido uma posição de Vice-Liderança no Estado. Garantido ótimos indices de audiência. Vem apresentado grandes investimentos em tecnologia de ponta. A emissora vem crescendo no Sul de SC.


Referências

  1. Como informa o site da ANATEL
  2. SBT fecha contrato em SC

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
RedeTV Sul!
Canal 10 VHF de Lages
2008-presente
Sucedido por
-